Alguém do Bloco que vá dar uma ajuda ao homem, faxavor

O Daniel Oliveira está a ser reduzido a picado. Começou aqui a sangria, pelo Jairo Entrecosto, um nome que é um destino. Este amigo voltou à carga. E um outro trouxe este artigo.

Ora, a questão é veramente simples. O Bloco é populista, todos o sabem, e por isso é moralista, a lógica do seu extremismo, e por isso é antidemocrático, dado que a democracia é amoral, e por isso é imbecil, recusando-se a receber o Rei de Espanha porque… qualquer coisa, e por isso é cobarde, fugindo da afirmação da sua posição em relação a Angola dentro do Parlamento, e por isso não deve ser Governo, nem sequer em coligação. Isto é cristalino: até o PCP oferece mais confiança do que o BE. Se o PCP é um análogo da Igreja, simétrico antropológico, o BE é a exacta cópia de uma seita, daquelas que acreditam em naves espaciais a reboque de cometas onde todos os eleitos irão entrar em direcção ao Reino.

23 thoughts on “Alguém do Bloco que vá dar uma ajuda ao homem, faxavor”

  1. Monty Python – A mais extraordinária aula de educação sexual já leccionada num secundário

    Os criadores e intérpretes britânicos da série cómica Monty Python’s Flying Circus oferecem-nos neste sketch do filme “The Meaning of Life” [O Sentido da Vida], uma aula de educação sexual inesquecível:

    Professor: Bom, sexo. Sexo, sexo, sexo. Onde ficámos na última aula? Bem, já tinha chegado à parte em que o pénis entra na vagina?

    Os alunos após alguma hesitação: Não senhor.

    Professor: Já dei os preliminares?

    Os alunos após alguma hesitação: Sim senhor.

    Professor: Já que todos sabem tudo sobre preliminares, podem dizer-me qual o propósito dos preliminares. Higgs?

    Aluno Higgs, [após grande hesitação]: Não sei. Desculpe.

    Professor: Carter?

    Aluno Carter: Era tirar a roupa?

    Professor: E depois disso? O propósito dos preliminares é causar a lubrificação da vagina, para que o pénis possa penetrar mais facilmente. E, obviamente, causar a erecção e rigidez do pénis. Bom, dei os sucos vaginais na semana passada?

    Professor: Presta atenção Wadsworth! Sei que é sexta-feira. Posso decidir fazer um teste este período.

    Ouve-se um burburinho de desagrado entre os alunos.

    Professor: Ouçam com atenção. Dei ou não dei os sucos vaginais? Digam-me dois modos de os fazer fluir, Watson?

    Aluno Watson: Esfregando o clitóris?

    Professor: … Que mal tem um beijo? Porque não começar a excitá-la com um beijo? Não tens de saltar directamente para o clitóris como uma besta. Dá-lhe um beijo!

    Um Aluno: Chupar o mamilo?

    Professor: Sim, bem, pode ser…

    Outro Aluno: Acariciar as coxas?

    Professor: Sim. Acho que sim…

    Um terceiro Aluno: Morder o pescoço.

    Professor: Sim, bem. Mordiscar a orelha, massajar o traseiro e por aí adiante. Temos todas estas possibilidades antes de atacar o clitóris.

    E a lição sexual continua num crescendo de humor até atingir um clímax inesperado…

    VÍDEO legendado em português

  2. Oh Valupi como eu te compreendo. O teu problema sei eu muito bem qual é!
    Chama-se Outono, é no Outono que as folhas caem! É outono que representa o fim dos dias bons.
    Mas deixa lá, depois do outono só tens que passar o inverno e se te conseguires safar talvez chegues à primavera. Haja esperança.

  3. Imaginem o Louçã ministro das Finanças, o Daniel Oliveira ministro dos Negócios Estrangeiros, a Drago ministra da Educação, o Fazenda ministro da Saúde, o Miguel Portas ministro… de qualquer coisa e o pateta Alegre na presidência, para dar coerência à catástrofe. Bastava uma semana, não era necessário esperar pelo fim dos mandatos. Quem quer comprar este cenário de desgraça e guerra civil? É só votar neles. Para o Jerónimo e seus amigos ia o resto: Economia, Trabalho, Justiça, Administração Interna, Agricultura, Ciência, Cultura. Lindo! Nem a Coreia do Norte nos apanhava!

  4. O embargo americano a Cuba?
    Sim senhor, um país (USA) em que o presidente é eleito, assim é que é, toma lá ditador Castro que é para veres. Boicote e pronto.
    Se o Obama quizer falar com o mano Castro espero pelo desacordo do BE.

  5. Ainda bem o BE teve mais este ataque. É que eu estava a ter uma vontade de participação política um bocadinho activa e andava a pensar numa eventual filiação. Desenganei-me de vez. Vou continuar independente. O que é uma enorme vantagem. Veja-se o exemplo daqueles que por aqui, desesperadamente, defendem as paranoias do Sócrates, ou doutros que ainda agora tiveram que fazer o mesmo em relação aos devaneios do Louçã.

  6. E isto tudo porque os deputados do BE não foram ao beija-mão de criminoso, como já não tinham ido à do primeiro-ministro da China. O que faz do BE, obviamente, um partido anti-democrático e a mim um tipo feito em picadinho. Claro que não por o Valupi, que funciona como claque. Cada um é para o que nasce.

  7. Blondwithaphd, a política é a arte da justiça, vamos antes pôr a questão assim, no seu devido lugar.

    Mas, como sabem os espirituais, quão maior o bem, maior a atracção do mal.
    __

    jcfrancisco, estás a dizer não a quê ou a quem?
    __

    Ibn, e ideias? Há quanto tempo não encontras uma no bestunto?
    __

    Nik, então e quem seria o primeiro-ministro? E que se iria fazer com a Joana Amaral Dias? Só questões difíceis, com estes cromos.
    __

    Carlos Santos, conta lá à gente: andas a trabalhar para aparecer na TV, né? (nada de mal nisso, óbvio)
    __

    Zé dos Reis, nem mais.
    __

    JVC, mas quais paranóias do Sócrates? De que falas?
    __

    Daniel, e isto tudo porque o BE pensa pela sua cabeça, é livre, tem os seus valores, as suas crenças, os seus ideais, o seu projecto, o seu programa. É o que está em causa. É precisamente pela recusa em ir ao beija-mão de alguém que consideram criminoso que estamos aqui a falar nisso. Porque é importante. Quando um partido e seus deputados fogem do Parlamento, deixando um suposto criminoso à solta lá dentro, algo de muito importante aconteceu e algo de muito importante deve acontecer. Por exemplo, esse partido e seus deputados não voltarem a lá entrar (pelo voto, pelo voto).

    Picadinho, claque, nasce? Explica-me isso melhor. Pressinto qualquer coisa no ar.

  8. Olha pensava que tinah sido mais explícito mesmo dizendo que o voto é secreto. Não contem com o meu voto – era isso…

  9. Caro Valupi
    Desculpa mas não estou totalmente de acordo contigo. O BE é um “melting-pot” onde “bonecos/as da bola”, era assim que se dizia no meu tempo, se misturam alegremente com gente de valor. O Daniel de Oliveira é um deles. Cultivador do excesso, do lugar comum da esquerda, essa doença dos “quarentagers” que vivem a eterna frustração de não terem vivido os gloriosos tempos do PREC. Sou capaz de o imaginar de camisa à pescador a animar os fins de tarde no Procópio, educando as massas, e hoje gozando uma reforma dourada de ex-administrador bancário.
    Quanto a alguns dos outros que azedam o caldo do “pot” eu escolheria a Joana fascina-me aquele ar durão/esfingíco. Vale bem vinte velhinhas. Ai! Ai!

  10. jafonso: vê-se que estás em forma pá, é da Primavera! Será que a Joana vai como independente no PS? Era natural que assim fosse.

  11. O que é mais engraçado nisto tudo, primito, é eu sentir (talvez esteja a divagar, não sei) que o próprio Daniel Oliveira, inteligente como é, não estar de corpo e alma nesta defesa da posição (irresponsável e demagógica) do BE. Repara que ele já assumiu o erro do episódio com o Rei de Espanha. Daqui uns meses, quem sabe…

  12. Quais paranoias? basta atentar no espectáculo montado para o congresso, nos milhões gastos em inaugurações, no quero, posso e mando surdo, (olhe-se para o triunvirato da educação). Olhem para as manias persecutórias, desde o Charrrua até ao carnaval de Paredes de Coura. Se isto não são sintomas paranoides ……

  13. Esta maltósia irresponsável do BE tem que ser confrontada com a sua absoluta incapacidade para governar, definir políticas nacionais, atingir compromissos, representar o país externamente. SÃO IRRESPONSÁVEIS. SÓ SABEM DEITAR ABAIXO E FAZER DEMAGOGIA. APOIÁ-LOS É APOIAR A INGOVERNABILIDADE E A INSTABILIDADE. Um partido que tem problemas em receber os presidentes de Angola, China ou Espanha de visita a Portugal, e que, pelos mesmíssimos motivos, deveria denunciar como “criminosos” e virar as costas a milhares de outros estrangeiros ou portugueses, é um partido que não sabe comportar-se nem pode assumir quaisquer responsabilidades de Estado.

  14. Sem nada para acrescentar à conversa das lavadeiras e engomadoras, ajudo-me do cristalino e simples copianço. O Bloco é populista, moralista, extremista, antidemocrático, imbecil, cobarde, e uma seita de astronautas à boleia de cometas. Mas, por outro lado, também pensa pela sua cabeça, é livre, tem os seus valores, as suas crenças, os seus ideais, o seu projecto, o seu programa.

    Sempre gostaria de saber o que é que a Rotxaildaria pensa destas lamejinhas lusas. Do ponto de vista da psicologia das emoções dualistas telecomandadas, bem entendido.

  15. Valupi, ideias, parece que estão exclusivamente atribuídas à tua cachimónia e à do santos silva!

    Será por isso que isto chegou a este estado?

    Valupi, larga o vinho

  16. neste momento voto em branco, o Bloco tirou-me o voto ao pré-declarar-se fora de qualquer possível acordo de governação pré ou pós eleitoral,

    se é para estar sempre a fazer barulho para pôr o Cavaco a dissolver o parlamento e vir o psd travestido de menino apessoado com todos os negócios por detrás não quero,

    no PS também não posso votar enquanto não se esclarecerem umas coisas

    bem, mas realmente as eleições só são em Setembro ou por aí

  17. jcfrancisco, ok.
    __

    jafonso, tens toda a razão, mistura-se gente nos partidos das mais estouvadas características. Gostei muito dessa imagem do Procópio. Tens de nos começar a brindar com mais quadros desse calibre, porque tens jeitinho.
    __

    Primo, exactamente. Parece ser uma típica fuga para a frente, típica de quem se sente acossado.
    __

    JVC, tens de rever o conceito de paranóia. E também o de política.
    ___

    Nik, faço minhas as tuas palavras.
    __

    ESTACA, fizeste tuas as minhas palavras, mas esqueceste de as ligar à corrente. Daí elas em ti não estarem a funcionar.
    __

    Ibn, pelo menos já aprendeste qualquer coisinha aqui. Nada mau, no teu caso…
    __

    Z, estás a pensar bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.