38 thoughts on “Aforismos para o XIX Governo Constitucional”

  1. O que é que disse o bruxo de Boliqueime das medidas de austeridade tomadas pelo governo de Sócrates? Qualquer coisa como “já não se pode pedir mais sacrifícios aos portugueses”, não era? E o sacristão Coelho fez coro. De facto, agora não pedem sacrifícios, simplesmente rapinam. Agora introduziram o choque eléctrico na cobrança do IVA.

    A subida do IVA da electridade de 6 para 23% é o saque aos portugueses de uma parte do montante astronómico de fuga ao IVA por parte daqueles que votam na direita. A fuga ao IVA está a subir a olhos vistos em todo o lado. O governo, em lugar de a combater, decidiu fazer uma espera a quem paga a conta da EDP.

  2. E o Manteigas, lá atrás já pôs o dedo noutra ferida (desculpa lá, Manteigas, vou citar-te:
    “onde andam os comentadores de serviço? Foram de férias? Estão a banhos? Gostam que lhes vão ao rabo? E o PCP? Onde está? E o BE? Foi para a praia? Grandes tesos contra o Sócrates, minoritário, e agora uns merdosos até dizer chega.
    E o Nogueira? Onde pára esse canalha? E o Carvalho? Onde anda esse fala-barato? E o PR? Que não permitia mais sacrifícios aos portugueses? Onde anda essa canalhada?

  3. O silêncio por estas bandas sobre o desvio de 2 mil milhões, confirmado hoje pela tróica, é ensurdecedor… :D

    (psst, psst: o aumento das taxas sobre as commodities estava previsto no MoU – não o leram?)

  4. bem, colossal foi a entrevista do ministro Gaspar na TVI… rapaziada, o orçamento de estado 2011 é um excelente orçamento..sim..na boca dele…por isso não é preciso ir mais laém no corte da despesa…este governo deve reunir na torre de babel, ou coisas parecida…

  5. a sua base de apoio…que de fanática já mostrou que não tem nada. estão fartos de dizer mal dele :))) ao contrário de um aspirinocrático que eu cá sei , que mesmo que diluviasse estava sempre bom tempo….e é por isso que há opiniões que são para ter em conta e outras que não.

  6. a parte de que gostei mais da entrevista foi quando ele disse que quanto às centenas de milhões de desvio na Madeira, cabe aos governantes da região tomar iniciativas. Até lá, nós pagamos e o Jardim já declarou que não vai tomar iniciativas nenhumas.

  7. Estava aqui a pensar que os passos coelhistas ferrenhos e os psds que vinham aqui debitar, desapareceram subitamente, e eis que em defesa da causa, foram substituidos por BEs e PC,s. Onde os outos já têm vergonha de intervir vem a “esquerda” acudir. Isto está tudo grosso

  8. Mas façamos um mea culpa. A culpa disto tudo é do Sócrates. Disso não tenho qualquer dúvida, como não tem o PC, daí o seu silêncio, nem o BE, idem, nem o PR – que dizia, noutros tempos, que não se podia pedir mais sacrifícios ao povo português- , nem o Seguro, nem o Carvalho da CGTP, nem o Nogueira dos bigodes, que já afirmou estar conformado com que vier em relaçãp à avaliação de professores, nem o Diário de Notícias, que já meteu 6 jormalista no governo e tem mais, com alguém disse, em fila de espera.

    Ninguém tem dúvidas…

  9. Voltando ao post: mas este governo é constitucional?
    A constituiç\ao prevã que qualquer governo eleito tem legitimidade para destruir a economia e a estabilidade social de um país? (não sei, Isabel, o que tens a dizer sobre isto?)

  10. Marco, que há para dizer acerca desse desvio? Pareces informado, talvez nos possas explicar. Prometo que te publicarei a lição se ela fizer algum sentido.

  11. É verdade , que é feito de todos os manifestantes e simpatizantes (“só tenho pena de não estar lá”)? da manif da geração à rasca? 300.000 só em Lisboa, número impressionante…Onde estão agora? Calaram-se como o Diário de Notícias, que já conseguiu meter 6 jornalistas no governo, fora os que estão em lista de espera? Em troca da propaganda mais farrusca que já vi, tirando o Público?

  12. Val, sei o que veio na imprensa: a tróica confirma um desvio de 2 mil milhões, ou 1,1% do PIB, nas contas públicas deste ano “em parte devido a aumentos injustificados de salários no sector da segurança, defesa e saúde”.

    Ouvi em primeiro lugar na rádio, encontrei depois em vários sites de jornais. Queres links, ou ainda sabes como se usa o Google?

  13. Eu não pretendo nada (ou melhor, eu pretendo muitas coisas, mas no dia em que este blogue deixar de mas dar, deixo de cá vir, como é lógico); só comentei, num comentário, como comentador, que este silêncio é estranhíssimo da parte de quem sempre se apressa no comentário político (que é maioritariamente para isso que cá venho – lá está).

    E a frase que citei não a “li na imprensa”: ouvi-a ao senhor da comissão europeia que (dizem) faz as continhas melhor que nós (pelo menos, deu logo com a origem do buraco).

  14. Mas esse senhor disse muitas coisas. Por exemplo, disse que esse desvio não era preocupante. E que o desvio tinha várias causas. Qual é, exactamente, a origem da tua estranheza?

  15. A minha estranheza deriva do facto de tu próprio teres achado piadética a expressão do “desvio colossal” durante vários dias, e quando aparece a explicação, tanto do desvio, como do colossal, até se ouvem os grilos…

    O senhor (que afinal também ouviste – ou só procuraste depois de eu to indicar?) disse várias coisas – disse que não era preocupante porque as medidas tomadas nos últimos dias já colmatavam esse desvio…

    Val, eu quero continuar a acreditar que és melhor que isso. Não sejas spinner como o teu amigo Galamba.

  16. Sou de opinião que o Sócrates não vai voltar. Só por masoquismo alguém aceitaria subir duas vezes o calvário ou ser grelhado na praça pública. A mediocridade dos seus inim igos, que se roeu de inveja pela sua capacidade empreendedora durante quatro anos valiosos e marcantes, nunca vai reconhecer até que ponto foram mesquinhos e pulhas.
    Dizem que Sócrates vai estudar filosofia. Faz bem, porque só a compreensão profunda do fenómeno humano poderá fazerrelativizar e superar a brutalidade de que foi alvo.
    Por mim, hei-de admirar sempre o entusiasmo, quase de missão, com que enfrentou os problemas enormes do nosso país. Não os resolveu todos e nem sempre bem, o que só demonstra as limitações do homem comum, que ele é, e me afasta das tolices que se dizem de homens “invulgares”, “providenciais”, “infalíveis” e honestos acima de todos os outros, como ouvimos da boca deste inenarrável presidente economista Cavaco.
    Chateei-me a sério com um amigo de longa data que considerou um “chico-espertismo”, colocar nas mãos de todas as crianças (não só das bem-nascidas) desde o primeiro ano de escolaridade, aquela que é a ferramente do futuro: o computador. Zanguei-me porque vi o ódio cegar um professor universitário e, mais que isso, um amigo que sempre admirei pela sua inteligência e mentalidade aberta ao futuro. De repente, vejo-o ali, a defender o quase retorno à velha ardósia da nossa meninice.
    Só porque a ideia fora de Sócrates e a empresa fabricante não era propriedade de um Belmiro ou de um Balsemão, mas de um ilustre desconhecido de Vila do Condeb.
    Pior ainda, porque era tudo o que nunca julgava possivel no meu amigo: tratou-se de puro seguidismo, acompanhando o ódio dos seus outros amigos que agora brilham no governo de Passos Coelho. Brilham, como quem diz, porque eles parecem valer tanto como a tesão do mijo.

  17. eh pá , mas se este blogue não é suposto comentar o que diz na imprensa , vê lá se deixas de por a toda a hora links de jornais com notícias e entrevistas e os teus respectivos comentários ou o dono do blog manda-te para a rua V.

  18. Marco vá lá lêr a sua imprensa com olhinhos de vêr . Vai notar que o senhor da troika disse isto : “representante do FMI na troika, Poul Thomsen, desvalorizou o desvio de um por cento do PIB nas contas públicas, atribuíndo-o AO PERIODO ELEITORAL e garantindo que não é preocupante.”
    (http://economia.publico.pt/Noticia/fmi-diz-que-desvio-nas-contas-publicas-nao-e-preocupante_1507470 )

    Agora pense um bocadinho…quem provocou eleições antecipadas, quem foi, quem foi?

  19. Oh Gato vadio (o dono abandonou-te, foi?), não é preciso “ler”, basta “ouvir” o senhor. Procure lá o vídeo, e descobrirá que o fulano disse foi que o desvio não foi detectado pela tróica devido ao período eleitoral.

    Não é o desvio, mas sim a sua detecção. E mais à frente, diz que não é preocupante o desvio de 1,1% PORQUE este governo já reduziu “5% em termos estruturais”. Sem esta redução, o 1,1% era preocupante, e de que maneira.

    Quem reduziu, quem foi? Por causa do desvio de quem?

  20. Mas ainda há imbecis(desculpe lá, oh dito Marco, mas não vejo outro vocábulo mais adequado) que, depois de todo o nojo que se está a passar nas medidas deste (des)governo, ainda vêm para aqui defender o indefensável ou atacar o inatacável, depois, repito, das nojices todas que se estão a passar? Não acredito, mas este povo(a sua maioria pelo menos) é mesmo tapadinho de todo. Qsf(am) !!!!! Irra!

  21. O povo tapadinho é o que não se deu ao trabalho de ler o MoU. Está lá tudo. O resto é spin, próprio dos perdedores – que, caso não o fossem, fariam rigorosamente o mesmo.

    Tirando o imposto extraordinário equivalente ao corte de 50% do subsídio de Natal acima do salário mínimo, medida imposta pelo tal buraco de 2 mil milhões, ainda não se viu nada que não estivesse acordado (sim, incluindo o reescalonamento do IRS, nomeadamente nas commodities).

    Refilar, era antes. Agora é tarde. Votassem no PCP. :p

  22. Estava acordado cortes de despesas para este ano, que não foram cumpridas e que era suposto representar 2/3 das medidas. Isso não foi feito, o que foi feito foi a antecipação de medidas de impostos que estavam previstos para 2012, mas não nesta escalaada tresloucada, e o corte nos vencimentos de NAtal em 50%. Isto só quer dizer que o Governo assume a sua incapacidade de cumpriir o programa que assinou e que está a ir por atalhos, que como sabemos, sempre nos metem em trabalhos.

    P.S. Refilou-se antes, ó se se refilou, mas havia o CDS , o PSD , O BE e o PC contra.

  23. Edie, larga o vinho. O aumento das taxas das tarifas das commodities foi antecipado em dois ou três meses, apenas. Os cortes nas despesas têm como limite Maio de 2012.

    Lê a porra do MoU e deixa-te (deixem-se) de merdas.

    Quanto ao corte no SUBSÍDIO de Natal em 50% ACIMA DO SALÁRIO MÍNIMO (o que se traduz, em para o salário médio nacional, num corte de cerca de 25% do subsídio, ou de 12,5% na remuneração de Dezembro), foi aplicado para cobrir o buraquito dos 2 mil milhões, topas?

    Fónix, sinceramente, é só gente lerda.

  24. olha , lembrei-me agora . já que o psd segue os passos ( passos?) do socrátes vocês podem passar a ser a sua base de apoio fanática . iludiu os tugas , desiludiu os tais ( não fanáticos , conste outra vez) e maravilhou-vos , né?
    vá , V , posta aí um antilibelo ao passos , fiel seguidor do sócrates. porque apoias políticas e jamais pessoas singulares : isso seria antidemocrático , assim tipo proditador , certo?

  25. “PORQUE este governo já reduziu “5% em termos estruturais”
    Ai sim? 5%? Então conte lá onde e como?
    Pelo que percebi, da boca do novissimo pateg…err, perdão ministro das finanças, o que era necessário ter sido feito em termos estruturais este ano já foi pela mão do anterior governo. Não ouviu a entrevista?O spin do seu lado também não é brilhante…
    De facto, reduzir 5% em dois meses é obra…pena é que seja só na sua cabeça.

  26. Já agora fui ver o video e aquilo que tenho a dizer-lhe é que está a precisar de um curso urgente de inglês ;)
    Tome uma aspirina que isso passa .

  27. Gato vadio, vê lá se deixas de comer as caras de bacalhau que te atiram na rua, que devem ter droga da boa. :D

    Felizmente que o vídeo é público, assim como o MoU, que é para a malta se informar devidamente. Que alguns não queiram, bem, é a burrice em todo o seu esplendor…

  28. Marco, para a malta se informar devidamente o Governo devia ser mais específico, a começar pelo valor exacto do desvio e a acabar no esclarecimento quanto à sua origem, não vá a malta pensar que o Sócrates levou não sei quantos mil milhões para Paris debaixo do braço.

    Já li que seria um valor acima dos 1800 milhões, aparentemente inferior a 1900, e outros, tal como tu, arredondam para 2000 milhões. Parece que 100 ou 200 milhões são trocos sem importância, mas depois ficamos a saber que a receita resultante da antecipação do aumento do IVA da electricidade e do gás é de 100 milhões. Lá se vai a teoria dos trocos.

    Dizes lá atrás que o desvio se deve em parte a aumentos injustificados nos salários. É estranho que alguém tão bem informado como tu, e que estranhou o silêncio aqui no blogue acerca deste assunto, se tenha esquecido de mencionar a parte do desvario nas contas da Madeira e a parte do buraco do BPN e ainda a que resulta da diminuição das receitas fiscais. E tanto que havia para dizer, mas talvez tudo isto sejam trocos.
    Para ti, é no aumento dos salários que reside o problema. Não digo que não tenha sido esse um dos problemas, mas é estranho que depois do corte dos salários da função pública levado a cabo corajosamente pelo anterior Governo ainda assim haja este desvio.

    Depois de tanta tinta que já correu acerca deste desvio, como se nunca tivessem ocorrido desvios em orçamentos anteriores, nomeadamente de governos de direita, convinha que o Governo explicasse convenientemente as suas causas, até para garantir que as evitará no futuro, não te parece?

  29. Guida, EU não disse que foi o aumento dos salários o principal responsável pelo problema, foi o senhor da comissão europeia. Já recomendei que fossem ouvir a entrevista.

    Eu sei que gostarias que fossem opiniões; infelizmente, são factos.

    Os valores dos desvios são sempre nebulosos (por isso é que é um desvio orçamental): é CERCA de 1,1% do PIB, que é CERCA de 232 mil milhões ACTUALMENTE. Com tantos “cercas” e dependendo de quando calculas o desvio (se na origem, ou actualmente), os valores variam. Se calculares actualmente, verás que esse 1,1% já passa do 2,5 mil milhões. Só que, como não é de agora, calcula-se em relação à origem do desvio. Ainda, como o desvio tem várias origens, ao longo de um intervalo de tempo, torna-se ainda mais difícil calcular um valor exacto.

  30. Marco, pois foi o senhor da Comissão Europeia que disse, o que estranhei (não tens a exclusividade da estranheza) foi que só te tivesses lembrado de dar como exemplo uma das causas do desvio apontadas pelo senhor. Vá lá saber-se porquê, logo tu que, ao contrário dos lerdos que por aqui andam, ouviste a entrevista com toda a atenção.

    Ah, estou a ver, pelo sim pelo não, arredondas por cima e até estás a ser simpático. De forma alguma o fazes para sublinhar a incompetência do governo anterior, essa cambada de malandros que conseguiram o feito histórico e inédito de as contas não baterem certo. Ainda bem que isso não vai voltar a acontecer. Aposto que as contas da Madeira, por exemplo, jamais derraparão um cêntimo que seja.

    E, obviamente, não percebeste nada acerca do que eu gostaria, apesar de ter sido clara quanto a isso. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.