Spartacus e a fruta

Pedro Sales, dedicado censor de serviço no Arrastão, resolveu expor na sua malignidade um poderoso inimigo da revolução, a Carolina Patrocínio. E o que Sales descobriu chega para acabar com ela e com todo o PS: a chavala é esclavagista.

pedro sales escravatura carolina

Talvez um dia este Sales presenteie a Humanidade com a sua definição do que deve dizer uma rapariga para não ser carimbada como tonta imatura e arrogante. Se for um tipo porreiro (e é, não se duvida), fará a destrinça entre tontas imaturas e tontas maturas, ambas arrogantes, e também entre as tontas imaturas e maturas não arrogantes. Vai ser de um gajo ficar tonto, mas vai valer muito a pena. E sublinho pena.

Entretanto, o esclavagismo acaba de entrar no debate eleitoral. A questão impõe-se obrigatória: quantos mais no BE consideram que a Patrocínio obtém a fruta descascada graças ao trabalho escravo? Não nos esqueçamos de que há uns tempos valentes isso tinha um nome: escravatura. [sick] Portanto, está a explicar-nos o Sales, não há cá merdas, estamos mesmo a falar de escravatura, daquela dos tempos valentes. Resta só saber quantos bloquistas ficaram indignados com a situação e estão prontos para lutar contra a extracção de grainhas das uvas, e caroços das cerejas, na casa da menina.

Todavia, e para lá da supina relevância política da denúncia, o Sales está apenas a exibir o seu termómetro. É que estamos em Agosto. Faz um calor de ananases. Tem ainda mais razões para se excitar com a fruta da Carolina.

23 thoughts on “Spartacus e a fruta”

  1. Os portugueses são muito imaginativos. A nossa campanha já chegou ao caroço da fruta. O Obama tem muito para aprender connosco. Alguém devia explicar aos bloquistas que os agricultores andam à muito tempo à bulha com os caroços. Dos caroços das laranjas já se livraram e dos das uvas também. Vi há tempos uma reportagem sobre uma empresa agrícola que produz uva de mesa sem grainha. Os bloquistas não sabem porque a tal empresa é um sucesso e exporta tudo o que produz. Parece que os estrangeiros são como a Carolina, não vão à bola com caroços. Por ter um contacto tão próximo com os agricultores, quem deve saber explicar isto bem é o Paulo Portas.

  2. Mas tirar “carunhas” a cerejas pouco importa, o que de facto é importante é o tipo de gente que o PS escolhe para mandatários, pelo menos o PSD escolheu o homem do caroço para as suas listas, o PS escolheu a menina dos caroços, um na mala, outra no busto.
    Enfim ….

  3. Uma daquelas empresas que produzem bombons recheados com cerejas devia ter a amabilidade de produzir uns com caroço e tudo, para os dirigentes do bloco distribuirem pela sua juventude. :)

  4. Guida,

    O problema não são os caroços, mas sim a vacuidade da menina que o PS escolheu para mandatária, para a juventude. Juventude?, se fosse infância ainda percebia, o problema é que a medida do bloco ainda não foi aprovada. Ou seja, os putos ainda não votam!

  5. “Tirar caroços a cerejas não é mesmo que descascar fruta, certo?”

    Ibn, esta frase é sua, certo? Até há bocado, o problema eram os caroços.

    Quanto à Carolina, acho admirável que uma miúda de 22 anos com tanto que fazer (podemos vê-la a trabalhar), tenha disponibilidade para se meter nestas andanças. Ainda não dei pela juventude bloquista, existe, ou por lá são todos jovens?

  6. Amigo Val, todos sabemos que o Sr. Sales vive em alegre regime de comunhão de bens, perdão… de ideias, com o I.D.O. e o Sr. Vieira num T2 com marquise em alumínio que dá prlo nome de Arrastão. Todos podemos antever o I.D.O. com o turbante califal a exercer a sua autoridade na referida casinha exigindo aos ditos o uso de burka ou neste tempo de ananazes de burkuini numa qualquer piscina municipal sob os olhares censórios e vigilantes do Emir Ibn Fazenda. Mas agora falando de coisas sérias, pouco me interessam discussões sobre o tipo de fruta que a citada senhora gosta e a maneira como lhe extrai o caroço. Agora a Carolina Patrocínio?????? Penso que não havia nexexidade!!!!!
    Faço votos que fiquem por aqui os tiros nos tamancos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Sobre fruta, aconselho-me sempre com o Pinto da Costa, fornecedor de fruta sem caroço, e já descascada, dos armazéns do Reinaldo Teles.
    Sobre a Carolina não me pronuncio. Mas Sócrates dispensava bem a publicidade em revistas cor de rosa. Quem nada acrescenta, bem se dispensa ( desculpem esta tirada, mas faltou-me o gelo para o Glen Morven).

  8. Está bem, Sinhã, já larguei. Se lhes chamarmos sementes em vez de caroços, aposto que gostas mais. Tínhamos assunto para umas horas, sem sairmos do tema campanha, programa eleitoral, juventude. É melhor parar senão nunca mais daqui saimos. :)

  9. “Quanto à Carolina, acho admirável que uma miúda de 22 anos com tanto que fazer”

    LOL

    Guida,

    Pois é, tem toda a razão a juventude bloquista não tem tempo para trabalhar.

    Já a carolina é uma moura de trabalho. Mas deixe que lhe diga, parece-me que mais valia um pouco menos de transpiração e um pouco mais de inspiração, digo eu!

    Mas se é esta juventude que o PS quer como exemplo, tudo bem. Só espero, pelo menus tudo farei para que os meus filhos tenham outros modelos, assim mais enaltecedores.

    Mas cada um sabe de si!

  10. Ibn, não tem que achar o mesmo que eu. :)

    Não está a insinuar que o que ela faz não é um trabalho tão cansativo como outro qualquer, pois não?

    Sempre existe a juventude bloquista. Pode saber-se quem é o mandatário/a?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.