Assim, sim

Se o PSD quer servir para alguma coisa, e deixar de ser parte do problema por ser incapaz de se regenerar e reformar, tem de fazer sua esta lucidez. Luís Menezes Leitão é uma voz isolada, mas sólida. Se ganhar balanço, teremos algo de interessante a nascer no PSD, finalmente.

4 thoughts on “Assim, sim”

  1. Juntando estes dois posts, o do Albergue e o do Aspirina, confirma-se que Passos Coelho só lá está para ajudar Sócrates. De facto, quem manda em Portugal não são os portugueses, são as “forças ocultas”, que, recorrendo às artes quase mágicas da Ciência Política, dão formação e nomeiam para os lugares do Poder personagens mandatados para executar políticas pré-definidas, desenhadas globalmente.
    Se algum dia Passos Coelho chegar ao Poder é para continuar a “Obra” de Sócrates.
    Escusam as “forças não ocultas” de esbracejar com Freeports e outras trapalhadas.

  2. Manifesto: NÃO QUEREMOS POLÍTICOS PAIZINHOS – Fim da Cidadania Infantil!

    Os cidadãos não podem ver os políticos como um ‘paizinho’… devem, isso sim, é exigir maior fiscalização e controlo sobre a actividade política!
    De facto, quem paga – leia-se, contribuinte – tem de ter um maior controlo sobre a forma como é gasto o seu dinheiro!
    EXPLICANDO MELHOR: todos os gastos do Estado que não sejam considerados de «Prioridade Absoluta» [nota: a definir…] devem estar disponíveis para ser vetados durante 72 horas pelos contribuintes [nota: através da internet].
    Para vetar [ou reactivar] um gasto do Estado deverão ser necessários 100 mil votos [ou múltiplos: 200 mil, 300 mil, etc] de contribuintes.

    Resumindo e concluindo: não se queixem do facto de estar a ser mal gasto dinheiro do Estado: abram os olhos… e vetem!

  3. menvp, pois é, mas vai ver como terá dificuldade em encontrar opiniões uniformes sobre o que é «prioridade absoluta»: varia com o escalão social, o sector de actividade, a corporação, a cor partidária e por aí fora.

  4. Penélope, algumas negociatas poderão continuar escapar… no entanto – com o Direito ao Veto do Contribuinte – existirão as condições para vetar MUITAS negociatas para amigos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.