Fernanda em 22-8-1992

A luz do teu olhar ficou aqui suspensa
No preto e branco em frente à estante
Linha serena a desligar a indiferença
E a projectar o esplendor do instante

Que tu agitas no mundo do teu ofício
Com o rumor das mãos em movimento
Construindo em cada pausa um edifício
Projectando a cada frase um sentimento

O ouro nos teus brincos é uma riqueza
Não está lá o sorriso em esboço ainda
Que o momento só prevê a tua beleza
E não regista a frescura que não finda

Tal como na fonte ou no rio pequeno
Se projecta o teu olhar que continua
Anos depois do retrato o olhar sereno
Enche de luz este lado da minha rua

4 thoughts on “Fernanda em 22-8-1992”

  1. JFK,

    IRRa, até que enfim.

    Ouça lá! Mas para além da Marieta havia a Fernanda também?

    Ó homem, você tem um coração largo.

    Faça aí uma «poesia d`amigo» só para mim, se faz favor. Inclua o Giroflé, que o homem tem pinta. Ingredientes: resposta pronta na língua; alegado mau feitio; frases extasiantes; indomável; inteligente, charmoso, e forte, muito forte.

    Aguardando.

  2. Com certeza meu caro, o aniversário é já a 22-8-2010. Vamos na carreira da viúva? Ou na União de Sátão e Aguiar da Beira? Um abraço

  3. Uma semana e muitos anos nos separam, meu Caro Jcf !
    Podemos ir também no combóio-correio, Doiro acima, até Pinhão, onde várias “carreiras”
    enlaçam e, pelas 15 da tarde, cada uma à sua vida, curva-contracurva-curva, que são íngremes as estradas que ser-penteiam o rio.
    Um abraço para os dois.
    Jnascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.