34 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. e se em vez de se fazerem de virgens ofendidas pela enésima vez, se limitassem a mostrar á saciedade, com acções e decisões, que aquilo de que são injustamente acusados não é verdade?
    é que isto da unidade e fraternidade à esquerda tem de ser um caminho com dois sentidos. aliás, como o socrates rapidamente descobriu….
    há que aprender com os erros, minha gente!

  2. oh joão! isso é o projecto de terraplanagem do cavaco para o buraco nacional, pôr tudo na merda para uniformização do pensamento. há bués que andamos a ouvir essa k7 e conhecemos os resultados de quem experimentou pôr essa treta a funcionar: miséria, perseguição e repressão, mas tu ainda não deste pela queda do muro e achas que esses “traidores” que lutam pela liberdade são uma cambada de carneiros.

  3. eu acho que ele só quer dizer que está farto da política do se não consegues vencê-los junta-te a eles e quer algo novo e eficaz – sem consciência de que também a sua não o é. mas a oposição, em forma de intenção, é nobre.

  4. Olha e em que é que consiste a política da “austeridade inteligente” do PS? Ou do “crescimento e emprego”? E em que é que consiste a política de “democratizar a economia” proclamada pelo governo? Bem sabemos. Para mim é fácil, é de esquerda porque está pela igualdade e pela democracia num país onde a direita é de origem e hábitos fascistas. É patriótica porque não quer vender o país a retalho, e acredita nos portugueses num país em que a direita até a mãe vende aos chineses e alemães e que trata os portugueses como se estivessem a mais no seu próprio país. E a favor dos trabalhadores e do povo que é o oposto de ser a favor dos empresários e banqueiros que vivem a chupar do orçamento de estado. Não é assim tão complicado pois não?

  5. Existe apenas uma pessoa que consegue explicar em que consiste essa “política” (ou o que quer que isso seja): chama-se Pedro Passos Coelho. E explica tudo na perfeição, fazendo exactamente o oposto.

    Pelo contrário, quem não a consiga explicar, embora ande a tentar há mais de trinta anos, há por aí aos pontapés: são todos os que imaginavam que esta “política”, coitada, surgiria por milagre através do derrube de José Sócrates.

    Agora levam exactamente com o oposto daquilo que dizem pretender, mas calam e não bufam.

  6. Quando a única e patenteada esquerda verdadeira, através das direcções e militantes do PCP e BE, seus legítimos representantes na planeta Terra, consegue o milagre de, após estes dois anos de governo de direita, ainda não perceber a diferença entre esse e os governos do PS, pouco mais há a dizer ou argumentar.
    A não ser, talvez, fazer notar da imbecilidade de acusarem a direita de estar a destruir o estado social que, por repetida escusa dessa esquerda em assumir acordos de governação, foi essencialmente construído pelos socialistas, os mesmos que são acusados de serem iguais aos outros.

  7. Camaradas DS, augustinho, joão pontinho, vítor dias, joões semanas, meses e anos, anónimos em geral, pá, vocês façam um favor a vós próprios e deixem de vir para aqui demonstrar a vossa fragilidade mental e a vossa debilidade cognitiva. Recolham-se a uma tasca, ou a um bordel, divirtam-se, bebam uns copos, comam umas gajas e falem lá todos uns com os outros à vontade. Aqui é um suplício assisitir ao vivo à vossa degradação intelectual. Poupem-nos, rapaziada…

  8. “Recolham-se a uma tasca, ou a um bordel, divirtam-se, bebam uns copos, comam umas gajas e falem lá todos uns com os outros à vontade.”

    isso é o que os gajos fazem desde a fonte luminosa e depois do melo antunes lhes ter legalizado os centros de trabalho.

  9. Consiste na política seguida na Coreia do Norte, já apontada como exemplo pelo Grande Líder Bernardino Soares.

  10. Tanto o PCP como o BE mais uma vez, tentam “surfar” sobre as desgraças dos espoliados
    e, mal tratados pela direita ultra-liberal que nos des-governa que, só alcançaram o Pote de-
    vido à preciosa ajuda destes grupos ditos de esquerda mas, qual esquerda?
    Seria bom que caíssem na realidade, o muro de Berlim já caíu há mais de vinte anos, até
    Cuba se está a abrir à iniciativa privada … a China pratica os dois modelos; comunismo e,
    em larga escala o capitalismo selvagem! Que raio de modelo nos querem “vender”???

  11. Aos amigos da conversa fiada, esclareçam-me um ponto importante para clarificarmos a nossas diferenças: o que para vós significa “Socialismo” e “Social-Democracia”? Depois, podemos seguir com a conversa em torno da esquerda e da direita e essas coisas assim.

  12. Ó Zé, já sabemos que para se ser de “esquerda” em Portugal temos de pedir a declaração ao comité central.

    De resto, o Pandil disse tudo sobre a lógica da esquerda verdadeira: “A não ser, talvez, fazer notar da imbecilidade de acusarem a direita de estar a destruir o estado social que, por repetida escusa dessa esquerda em assumir acordos de governação, foi essencialmente construído pelos socialistas, os mesmos que são acusados de serem iguais aos outros.”.

  13. Eu não quero que me expliquem, pois sou um bocadinho lerdo, eu quero é que me mostrem no mapa qual é o país que tem uma política de esquerda, patriótica, ao serviço dos trabalhadores e do povo.

  14. Esta cena cada vez está mais fixe!
    Agora até vão tirar ao zézinho a ilusão de liberdade de escolha, pois claro, agora escolher entre PS, PSD e CDS é a mesma coisa, isto é, se o acordo for assinado.
    -Ouçam meu povinho, podem escolher as siglas mas a politica é a mesma.
    O unidirecçionismo é uma coisa linda, continuem que um dia serão todos considerados inuteis!

  15. Depois da TEMPESTADE IMENSA que se abateu sobre este POVO e este PAÍS nos últimos anos,só nos faltava ter de levar com o fadinho requentado do caldo entornado.O homem da coelha, que se prepara para ir hibernar para as Selvagens,podia (devia) levar com ele mais uns quantos (de várias cores e matizes) e ficarem por lá para a eternidade.Como consequência,a higienização que se produziria automaticamente faria de todos nós (Povo e País) algo mais limpo para o cumprimento das tarefas que temos pela frente.Isto sem uma desparasitação profunda não vai a lado nenhum!O rebordo da manjedoura está repleto de micro-organismos vivos.

  16. Aos amigos da bebida fiada, Zé incluído, antes de continuarmos com a conversa em torno disto e daquilo, que já não interesa nem ao menino Jazus, bebam ma zé mais um copito de trotil e durmam uma sesta a sonhar com parceiros para uma suecada, cambada de ursos…

  17. Zé Boné, tu tás incluído mazé no rol dos suplentes pra jogar ao pau cus ursos. A tua conversa é uma enxota que já ninguém tem PACHORRA para levar a sério. Vê se metes esse cu a rastejar daqui pra fora, caneco!

  18. Já repararam que o CÂMARA CORPORATIVA está sem comentários há quase três dias?

    Embora não páre de publicar, frenéticamente…

  19. Este camelo deste Jerónimo faz lembrar aquelas alcoviteiras que na casa delas varrem o chão para debaixo do tapete e depois passam a vida a dizer mal da limpeza da casa da vizinha.
    O asno passa mais tempo a falar do PS que do partido dele. Ainda vai culpar o PS pela desflorestação da Amazónia e pelo aquecimento global. Um caso nítido de obstipação mental.

  20. O que é interessante nisto é que o PS tem de perguntar o que é uma política de esquerda.

    “Existe alguém que consiga explicar em que consiste uma política de esquerda, patriótica, ao serviço dos trabalhadores e do povo?” Pergunta o pessoal do PS.

    A resposta mais evidente, a que é logo a primeira, é que quem pergunta não faz ideia em que consiste uma política de esquerda, mostra-se mesmo admirado que possa haver tal coisa.
    É isto o PS.

  21. Sem dúvida. Um passo interessante seria ver o que eles entendem por “esquerda”, “socialismo” e outros demais.Por enquanto, preferem o insulto e o vernáculo de tasca. Compreende-se perfeitamente.

  22. oh joão! já que és entendido em cripto-comunismo, explica aí ao pessoal qual a diferença entre um governo patriótico de esquerda e o centralismo democrático sem direito a facção. já estás com a mão na massa podes tamém explicar porque é que as amplas liberdades democráticas que vocês apregoam a todo o gás, tais como greves, manifestações, direito de opinião, referendos, eleições, partidos políticas e organizações cívicas não existem ou são a primeira coisa a ser eliminada por esses governos do “povo”.

  23. Post e debate construtivos, elucidativos, refrescantes. Se contei bem, deve estar 73 ex-aequo. Vamos com certeza para prolongamento. Não seria supreendente chegarmos a penaltis…

    Boas

  24. Estes gajos que se auto-intitulam de “verdadeira esquerda” deviam ser obrigados a mostrar o certificado de origem. Tresandam a peixe-caracol. Inspecção da ASAE já!

  25. Deixo aqui isto, esperando que suscite alguma reflexão, numa altura em que o PS se prepara para assinar um acordo cuja finalidade — e confessado desejo dos credores — é contornar a nossa Constituição:

    http://aviagemdosargonautas.net/2013/02/13/a-traicao-dos-ps-ao-socialismo-denunciada-por-uma-jovem/

    Nota: não percam tempo a críticar aos 2 parágrafos finais do texto do blog; tudo o que aparece escrito antes disso é fiel ao que diz a jovem do PSOE; e é sobre o que disse a jovem do PSOE que vocês deverão reflectir (e comentar). Apenas coloquei aqui o texto para benefício de quem não entende o castelhano, sendo que quem entender a língua deverá ouvir o vídeo em vez de ler a tradução.

  26. – porque é que, há anos, o PCP quando vai a eleições se esconde debaixo da capa rota da CDU? Haverá prova mais evidente da cobardia de um partido político? É que atrás da cobardia vem sempre qualquer coisa parecida com ditadura.

    – O PCP vive desde 75 com a incurável raiva ao PS por este lhe ter aniquilado o sonho do assalto ao poder para instalar uma ditadura estalinista em Portugal. Por isso é que o inimigo preferencial do PCP sempre foi o PS, e consequentemente o maior aliado da direita é, nem mais nem menos, o PCP: não é este partido que faz todos os possiveis para derrubar os governos socialistas em minoria?

    – Com o esquerdalho (PCP+BE+VERDES e apêndices) jamais haverá quaquer possibilidade de acordo com o PS. Resta esperar que quem anda a votar nestes partidos compreenda que o seu voto É UM VOTO INÚTIL, nada serve ao governo de Portugal, nada muda, nada reforma.

  27. «Completamente esclarecedora», diz o parvo mal esclarecido.

    Como é típico dos nossos eternos edgares, mindinhos e polegares, em vez de tentar responder à pergunta (’tá quieto!), “desqualifica” o seu autor.

    Sintomático e tão previsível (tudo em Abrantes, Quartel-General como dantes!)…

  28. Magalhães Lemos, Sigmund Freud, minha ganda besta,

    nunca passaste de um miserável. Deves meter nojo à tua própria mãezinha.

    Continua, desgraçado, força! Não és mais infeliz por isso e poupas-nos imenso trabalho de descrição da canalha que representas, debilóide.

    És tão imbecil, que pensas que os teus esboços de insultos atingem alguém.

    Metes dó a todos os cães, até aos que não existem. Chafurda aqui à tua vontade, até te lambuzares todo, javardola.

    É um favor que nos fazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.