Vamos lá a saber

Alguém conhece de Rio e/ou Moedas uma ideia política, uma só que seja, que valha a pena analisar, explorar, discutir e ponderar? Se sim, partilhe, faxavor.

10 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. do rio, lembro-me de ter corrido com o fcp da varanda da câmara e ontém ter dito “nunca ninguém fez tanta frente à promiscuidade entre futebol e política” como ele. não se nota nada, mas prontes tá no seu direito.
    o moedas é mais poético e actual “O meu sonho é ser presidente em Lisboa”, mas não deixa de ser um desejo legítimo. por falar em desejos legítimos, quero que se fodam ambos os três, por esta ordem psd, rio e moedas.

  2. Dos dois e também do Rangel, o falsete, penso que apenas têm na cabeça três ideias fixas;
    1) Obter o poder
    2) Obter o poder custe o que custar
    3) Ir ao pote

  3. gostaria de saber a opinião de Rui Rio em relação ao negocio groundforce já que ele é o paladino da verdade na coisa pública e do Moedas a mesma questão já que estava então no governo do Passos careca Coelho é capaz de saber algo da negociata ,será que algum orgão de C.Social já perguntou alguma coisa ? Eu gostaria que me tivessem telefonado a mim como português, tenho tanto direito como o Casimiro, foi de borla , e a mim dava-me jeito.

  4. eu gostava era de saber porque é que o ministério público nunca investigou as negociatas do miguel relvas, borges, antónio borges, sérgio monteiro, paulo núncio, maria luis albuquerque e onde é que foram metidos os 78 gigas que pediram emprestados. andavam ocupados com o sócras, só pode.

  5. Amanhã Sandra Felgueiras vai no Sexta às Nove, o programa de investigação mais isento que conheço, vai ajudar a aliviar o peso da Ground Force e do que se supõe ir sair da decisão do processo de instrução da Operação Marquês, melhor seria ter-lhe chamado Operação Sócrates. O Governo que se cuide dois Ministros sob suspeita. Demissão já a culpa de a Ground Force ter trapaceado o Estado é do Ministro a quem atiraram a criança para o colo. Quanto ao negócio do hidrogênio ainda não li o Observador bem o Expresso por isso ainda não posso pronunciar-me. Sapos a solta .

  6. ó casimiro, essa gente toda são meus conhecidos, a marilu pediu de ciência certa 600 mil àcaixa para comprar uma habita som, de ciência incerta, não sei se pagou …
    mas fez bem, sempre que posso, faço . ela foi, uma variante, sempre que passos, fosso .

  7. ó vizinho ideias aí de cima, não correu nada porque no cachalote presidencial senta-se um do psd à direita e um do ps à esquerda, por esta ordem, e se trocarem de lugar, por outra desordem ( e se for preciso um independente às cavalitas ) ainda está no processo de acabar, ele ainda nao tinha acabado e já estava a começar o merdina na capital a dar um estímulo, a convocar multidões para celebrações, depois chama a polícia para dar porrada nos celebrateiros, o traiçoeiro . há muito a fazer pelas ideias, que avancem os idiotas .
    ei tenho ideias parecidas, mas não digo .

  8. este neves tem uma cabeça brilhante, diz que querem ganhar as eleições para obter o poder .
    de um modo geral assim é .
    a única excepção será o ps que quer ganhar as eleições, para … perder o poder . certo ?
    eu nunca ganhei tanto como quando o ps ganhou e não ganhou o poder, já ele neves, nunca ninguém o salvou tanto da falência como quando o ps ganhou o poder, perdendo poder e dinheiro pro esquiador neves, nas eleições seguintes o poder deslizou pro burroso, tá bem de ver, é uma questão alpina .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.