Teodora Cardoso e Brites de Almeida, a mesma luta

A presidente do Conselho das Finanças Públicas entende que é preciso saber bater o pé aos credores internacionais com as medidas que não são as melhores para o país.

«É uma coisa que detesto: fazer-se porque a troika mandou. Temos de perceber e discutir com a troika quando acharmos que o que nos estão a dizer para fazer não é o melhor para fazermos», explicou Teodora Cardoso.

Teodora Cardoso considerou ainda que Portugal se «preocupa demasiado» com a troika, que «não vai resolver os nossos problemas», uma vez que, na sua opinião, será Portugal a ter de os resolver.

Fonte

One thought on “Teodora Cardoso e Brites de Almeida, a mesma luta”

  1. É a diferênça entre ter massa crítica (cinzenta) e … não ter !
    Há muito que a troika se tornou no álibi do des-governo que alcançou o Pote!
    Mais não fazem, do que levar à prática a política que tinham escondido dos por-
    tugueses durante a campanha eleitoral que lhes deu a maioria !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.