5 thoughts on “Tem quase 3 anos, para nossa trágica vergonha”

  1. Uma voz insuspeita de simpatias com o PS a confirmar que este partido tem sido vitima da instrumentalização da justiça, nos casos Freeport e Casa Pia.
    Pena que o PS não tenha tido a força politica para mudar o funcionamento do MP e da PGR de modo a torná-los mais independentes e profissionais.
    A Justiça foi o sector em que Sócrates menos reformou, o sector que ficou mais ou menos na mesma depois da sua governação.
    É o classe mais poderosa de Portugal, muito à frente dos milionários e dos políticos. Ai de quem se meta com eles.
    E, no entretanto, é preciso que alguém o faça.

  2. é a classe mais poderosa do pais.mais privilégios do que eles só os chulos.renda de casa paga,sem a ter ou habitar,mais 13.e subsidio de ferias, e numa altura em que aos portugueses até lhes roubam do que descontaram durante anos. a culpa tem quem teve medo do regresso ao fascismo e se pôs de cócoras perante esta classe.quantos milhoes de euros podiam ser recuperados se a justiça funcionasse? a ministra insiste na formula contra o enriquecimento ilicito.hoje na tsf um juiz já veio dizer que não concordam.aqui estou com eles. termino com uma pergunta: que lei têm sobre esta materia os restantes paises da europa e outros paises como eua,canadá e japão.não há corruptos por essas bandas copiem meus amigos que sai mais barato. o dinheiro dessa poupança vai permitir mais um inquerito já vai no 49? para sabermos quem matou sá carneiro.

  3. Tempos interessantes, muito interessantes, em que os dados estavam lá para ser lidos e só não os leu quem não quis, por interesse ou ignorância. Entrentanto os dados continuam a surgir e a Jonet afirma preferir a caridade (zinha) à solidariedade social. O sonho de alguns é um país de joelhos e mão estendida.

  4. jafonso,

    e afirma também que não há propriamente miséria em Portugal. No tempo do Sócrates era aflitiva e fartou-se de falar sobre o assunto. Felizmente, com estes ajustamentos e aprendizagens, estamos no bom caminho. Para breve lançará um livro de autoajuda: “Aprenda a ser pobre em pouco tempo”.

    Aguardamos ansiosamente a série de workshops decorrente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.