Sim, é tempo de dizer basta

Deram-me no Metro um folheto do PCP onde no cabeçalho se lê com letras garrafais:

É tempo de dizer basta!

Aparentemente, andam para aí a aplicar um Pacto de Agressão que está a “infernizar a vida dos trabalhadores e do povo” e a “afundar o país”. O papel descreve com eloquência moscovita os males que o PCP detecta e denuncia cheio de entusiasmo. São coisas terríveis, catastróficas, as quais terão misteriosamente escapado aos sábios do materialismo dialéctico, daí terem os comunistas contribuído com o seu voto para que o tal pacto de abatesse com fúria bestial sobre nós. Mas o PCP tem uma solução e um recado. A solução é a “política patriótica e de esquerda”, a qual irá resolver todos os nossos problemas presentes e futuros assim que começar a ser executada pelo Jerónimo e restantes índios. O recado é o seguinte:

Os que, como o PS, se escondem atrás da conversa sobre uma alegada “oportunidade” ou “crise política” mais não fazem do que confessar o seu apoio à obra de destruição desta governo e desta política.

Pronto, está dado o recado. E já podemos fazer uma súmula. Portanto, estamos no Inferno, o PS confessa os seus pecados e o que está a fazer falta é uma injecção de patriotismo. Muito bem.

Desde o 25 de Novembro que o PCP anda a dizer que já basta. E é verdade, já passou tempo suficiente para que bastasse e os comunistas se decidissem: ou partem para a luta armada ou aceitam viver em democracia.

5 thoughts on “Sim, é tempo de dizer basta”

  1. E se os deixassemos, a eles, os comunistas, morrer em paz? E se baníssemos, de vez, as siglas PCP e BE de todos os discursos, nem que o fizessemos apenas para referir que ainda “bolem”?
    Mereciam este tratamento por parte do PS, que foi o seu bombo da festa desde o 25 de Abril, na oposição ou o no governo.
    Matá-los nâo pode ser, mas esquecê-los de uma vez por todas, bem que mereciam o desprezo.

  2. eles sabem que enquanto combaterem o partido socialista serão levados ao colo pela direita e que fora disso deixam de existir. a escalada actual é para branquear a merda recente que não está a ser bem digerida pelos militóinos e ganhar iniciativa à concorrência do tijolo de esquerda. entretanto o governo agradece e prepara mais uma facada no ordenado dos tansos que pagam irs.

  3. Val, vou até o parque da cidade do Porto (obra de fernando gomes que estupidamente substituimos por um contabilista) Foi brilhante a sua conclusão. Está efectivamente dado o recado.Os ataques à direita só não os produzem em letrinhas pequeninas tipo seguradoras,porque dava muito nas vistas….

  4. Durante os 6 anos em que andaram a fazer guerra ao sócrates, eram bem amiguinhos do psd. As voltas que a vida dá…
    Nem se pode chamar de esquerda inútil, é mais esquerda muito perigosa, que sabe bem o resultado daquilo que provoca. Mas para esta gentinha paranoica, as coisas só estão bem quando estão muito mal, sempre têm mais motivos para gritar, a ver se as pessoas notam que ainda existem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.