Será verdade?

Pelo José Albergaria, Passos Coelho: prova não superada, fiquei a saber de algo que me escapou na imprensa e cuja fonte continuo a desconhecer: na reunião com o Governo para preparar a negociação com o FMI, a 13 de Abril, Passos sentou-se, entregou as 27 perguntas farsolas e terá ameaçado sair logo a seguir, tendo Catroga de o chamar à razão para que tal não acontecesse. A reunião demorou 20 minutos.

Se isto é verdade, este gajo ainda está pior do que eu pensava.

4 thoughts on “Será verdade?”

  1. Val, o Passos não fez mais do que imitar os juízes do caso Freeport. Até nisto, pouco original. As respostas, de tão respondidas, na realidade pouco intreressam. O que interessa é saber-se pela comunicação social que há perguntas. Perguntas – estão a topar, portugueses? – porque há suspeitas. Ora, o PSD, apesar de não ter oficialmente as respostas (que antes de o ser já o eram), foi ou não foi reunir com a Troika? Passos tem ou não dito que nada fará para dificultar o resgate?
    De patetice em patetice em patetice, já não se acompanha.

  2. Muito bem lembrado, Penélope, essa das perguntas que os juízes, coitadinhos, não conseguiram fazer mas que importava incluir no processo.

  3. Pois, parece que o Passos não anda com grande apetite para reuniões, gosta mais de entrevistas. Não foi à reunião com a troika. Então, anda há dias a falar de esqueletos no armário e de gatos escondidos, no fundo a passar um atestado de incompetência aos senhores, e não foi alertá-los pessoalmente? O problema é que enquanto anda entretido a ensinar-lhes através da comunicação social como se fazem contas, esqueceu-se de fazer o seu próprio trabalho, as medidas alternativas, e os senhores eram bem capazes de o lembrar disso mesmo…

  4. Excelente observação, Penélope. Perguntas e mais perguntas para poder dizer que está à espera da resposta que levará a outras perguntas e mais perguntas. O gajo que lhe lembrou este truque é um bom sacana mas “tem esperto no cabeça!”. Pelos vistos nem a Catroga percebeu qual era o bjectivo das perguntinhas. Que cambada de mafiosos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.