Se isto é verdade, castiguem exemplarmente este calhordas

«Podem ter a certeza que lhe disse o que nem o pior inimigo lhe diria […] Só não lhe dei um chuto no rabo porque, olhando para a figura dele, tive medo que ele gostasse», relatou Bruno de Carvalho.


Fonte

10 thoughts on “Se isto é verdade, castiguem exemplarmente este calhordas”

  1. Calhordas são vocês e a corja que está no governo. Junta-te à Marisa e vai-te foder, pá.

    SPOOORTING!!

  2. Bem…isto é o presidente de um club da bola a tratar de um árbitro da bola. Não percebo muito bem por que há-de causar tanto alvoroço, quando todos temos visto e ouvido, ao longo da última década, um PM e depois ex-PM ser tratado muitíssimo pior pela fina flor da política e do jornalismo aqui da “parvónia”. Bruno será, até, um calhordinhas entre grandessíssimos calhordas da política e do jornalismo.

  3. e andam estes escroques a ser referências no mundo do desporto para tantos jovens. se o exemplo parte de cima por que não haverão os adeptos de apostar na delinquência. vergonha.

  4. sou do sporting há mais de 50 anos.não me lembro de um presidente como bruno de carvalho. o que fez a marco silva com prejuizo claro para o clube,mais cedo do que tarde,terá o justo ajuste de contas. sobre o comentario ao arbitro do sporting vs tondela é digno de um bom canalha que se infiltrou no futebol para se promover.quovadis sporting!

  5. Desde há dias que ando com dificuldades em compreender os “códigos” cuturais sobre a adjectivação nos posts do Valupi. Biltre, …? Calhordas, de canalha e patife?

    «Se isto é verdade [e deve ser, porque faz parte do estilo], castiguem exemplarmente este canalha homofóbico»?

  6. Nos documentários da vida natural, quando vemos um leão a atacar e despedaçar uma avestruz; ou uma águia a cair sobre um gato, em voo picado; ou (na falta de dragões) um crocodilo a matar um touro e a arrastá-lo para apodrecer debaixo de água, achamos interessante observar esses episódios da vida selvagem. Mais ainda, consideramos que não devemos importunar os animais selvagens nem interferir com o trabalho da natureza e da selecção natural.

    Ora o futebol é assim uma espécie de natureza, a fazer o seu trabalho: uma natureza morta, bem entendido. O futebol é um obra de ficção criada pelos humanos; ficção que dramatiza a competição, luta e violência (física e verbal) da natureza e da sociedade.

  7. e como é a criatividade que distingue o animal Homem dos outros animais, joaopft, espera-se que as suas criações desaguem em orgulho, e não em vergonha, na e para a colectividade. eis uma soCi(e)dade no seu melhor. :-)

  8. Fifi, ó fifi, vai um docinho? Está muito traumatizado(a), bébe? Que pena que ainda não tenha mudado para o Olympiakos. Se o Sporting ganhar o campeonato fique em casa, está bem? É capaz de ser um bocado violento para si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.