Saliva e desespero

Supondo que o PCP quer aumentar a sua votação nos actos eleitorais futuros, estará então interessado em atrair o interesse e a vontade de quem não pretende actualmente votar nos comunistas portugueses. Nesta lógica, é mais importante aparecer em espaços de comunicação neutros e públicos do que apenas comunicar nos eventos do partido para os militantes. Parece uma evidência.

Ora, esta entrevista a Paulo Raimundo não oferece nenhuma de nenhuma razão para cativar votos extraviados ou novos. Pelo contrário, reforça a percepção de continuar a ser o PCP uma cassete, só que agora com a fita partida. Já não há musiqueta nem folclore, substituídos pelo fedor do putinismo.

Paulo Raimundo é um líder sem carisma, um avatar de Carvalhas no pior sentido da comparação – tal como Jerónimo foi um avatar de Cunhal, no melhor sentido da comparação. Como quase todos os comunistas, transmite a impressão de ser uma excelente pessoa. E teve o condão de apelar à empatia, dando-se a ver como normalzinho da Silva. Veremos se tal imagem se mantém quando estiver no calor da luta.

No discurso da Conferência Nacional, disse que “há quem salive e desespere pelo fim do PCP“. Haverá, com certeza, pois há sempre de tudo. Mas esse grupo é minúsculo e constituído apenas por direitolas fanáticos e broncos. O novo líder do PCP teria feito uma pequena revolução se dissesse exactamente o contrário, que há muitíssimos mais que salivam e desesperam vendo o PCP a desaparecer. Muitíssimos mais, milhões, que estão agradecidos ao PCP pelo seu contributo para a qualidade da democracia até aos idos de Fevereiro deste ano. É para esses que a Soeiro Pereira Gomes deve falar caso o plano seja ter alguma relevância no futuro político de Portugal.

41 thoughts on “Saliva e desespero”

  1. “Haverá, com certeza, pois há sempre de tudo. Mas esse grupo é minúsculo e constituído apenas por direitolas fanáticos e broncos.”

    como o autor desta posta, que fala certamente com conhecimento de causa!

  2. lá está este a dizer como os outros se devem de comportar. fogo , ditador. com tanto para melhorar e mudar no ps , nomeadamente no que se refere a corrupção desde as autarquias até ao poder central, problema que está a matar a democracia , e dá-lhe com bitaites para- o pcp.

  3. no outro dia eu ouvi, isso mesmo, dizerem que anseiam o fim do PCP e que a retirada do Jerónimo não seria um fim mas um início. fiquei a pensar, entretanto, que deveria ser um reinício – reinício se conscientemente ultrapassassem o pior e agarrassem no melhor. porque a saliva de raiva nasceu no PCP, adensando-se em Fevereiro, antes quando decidiram trair o próprio governo – tamanha a deslealdade – onde aceitaram trabalhar para o bem comum. será mesmo desespero quando nem sequem em si mesmos cabem.

  4. yo e teste, continuam a vir cuspir na sopinha das letras onde enchem o papo com a riquezinha de nutrientes. trago-vos toalhitas perfumadinhas para limparem a saliva raivosa e fedorenta, esse desespero pestanudo. !ai! que riso

  5. a bronca mor já veio defender a bronquidão com todas as suas broncas forças.
    o valupi sabe certamente do que fala!

  6. a absoluta impotência dos pê-ésses que, após anos e anos no poder a assegurar-nos que nada se podia fazer que não estivesse já a ser feito, nos vêm agora dizer que afinal não fazem a minima ideia do que se pode fazer ou sequer está a ser feito e acham (!!!) que já não vamos a tempo de fazer nada.
    é um tipo de raciocínio e fluxo de pensamento que podemos assistir também acerca da guerra na ucrânia e que se pode descrever mais ou menos assim: eu é que sei, vocês estão errados, isso é radicalismo, não podemos ir tão longe, governar é dificil, a situação parece desesperada, não sei o que havemos de fazer, mais vale não fazer nada.

    https://www.dn.pt/opiniao/mais-vale-nada-15352386.html

  7. yo,

    o truque é apontar as baterias aos outros para não ter que enfrentar os problemas que nós criamos

  8. os sucessivos adiamentos da construção do aeroporto de lisboa foi a medida mais defensora do ambiente dos ultimos 40 anos.
    o ps podia adiar mais 20 anos para os miudos sairem finalmente das escolas e voltarem pras escolas no dia seguinte mas pras aulas. era fácil.

  9. realmente é preciso uma dose insuportável de mediocridade nos comentadores para os deixarem neste estado: em pleno direito de se espumarem e soltarem os fígados exortando contra o PS, e Sócrates, em uma posta sobre o PCP. o vosso desespero comove-me. !ai! que riso

  10. ninguém está desesperado , olinda. acontece que é ridículo darem valor ao pcp enquanto e só como muleta do ps. e nem o homem aqueceu a cadeira e já é alvo de críticas ? santa paciência.

  11. O objetivo seria assessorar no âmbito do orçamento participativo a vereadora socialista Graça Fonseca, que viria a ser nomeada ministra da Cultura durante a governação de Costa.

    https://www.dn.pt/politica/costa-pagou-mais-de-80-mil-euros-a-miguel-alves-em-ajustes-diretos-quando-era-autarca-em-lisboa-15353002.html

    como cidadã interessa-me muito mais que discutam estas “ajudas” a elementos da família política quando estão “desempregados” do que discutir o futuro do pcp, que é assunto que só a eles diz respeito. já andarem a dar milhares de euros do erário público a pseudo consultores é um assunto de relevância para todos nós.

  12. às vezes ponho-me a pensar que sistema económico é que poderia tornar isto da transição energética mais simples e menos doloroso. o capitalismo já vimos que não é. mas há quem ache que não há mais nada…

  13. Pois, o problema é o PCP, não se ponham a pau com as alterações que o PS quer fazer na constituição que não vale a pena.
    Ora como dizia o nosso querido líder ” quem pensa como a direita acaba a governar como a direita”.
    O internamento compulsivo então é o máximo, nem o Putin se lembrou, senão o desgraçado do Zelenski já estava no hospício com as quatro injecções da covid no bucho.
    É de tal maneira que o Montescuro já esfrega as mãos.

  14. essa coisa da transição energética é conversa fiada de quem não quer perder dinheiro. basta largar os hábitos que nos criaram através da publicidade e por fim na globalização. produzir e consumir local , consumir sem desperdiçar , reutilizar ,criar condições nos centros das cidades para que as pessoas possam morar ao pé do trabalho e dispensar carro e bus.. criar condições para mudança de hábitos . muito simples , chama-se decrescimento sustentável mas este modelo não agrada aos capitalistas , preferem continuar a encher o mundo de lixo e ganhar pipas de massa “verde” .

  15. Pobre Valupi, reduzido ao apoio descabeçado de uma criatura para quem um partido que não está no governo fazer (bem ou mal) oposição ao governo é “trair o próprio governo”. Linguagem de botas de Santa Comba, que só um perfeito idiota, como aliás eram os apoiantes do botas, não tem vergonha de exibir. “Criatura” é modo di dizê, claro, já que a descabeçada não foi criada, mas sim cagada.

  16. há muito, muito, tempo, o universo prenho, corcundinha de taão cansado andar, decidiu desabrochar. quando chegou à minha vez, suspirou e limpou o ranho do esforço que fez, bocejou, pois claro, e riu, ao mesmo tempo que exclamou, um dizer que se ouviu até por dentro das nuvens que dançavam, pezinhos de veludo em contramão: !ó! que linda rosa eu fiz, vou dar-lhe também um rico bastão para carregar pelas costas abaixo do Joaquim Camacho e de todos os ogres fedorentos que se atravessarem no coração da razão desse fungagá de bichos do mundo porcalhão. !ai! que riso, acrescentou para sempre.

  17. yo,

    se a yo mudar os seus habitos todos e a ryan air continuar a fazer centenas de milhares de voos a situação não muda. a menina acha que vão ser as pessoas a mudar de habitos que vão fazer a coca cola company deixar de produzir 180 milhões de garrafas de plástico por dia? por favor.
    a menina já rexou ao seu deus? ou também nisto é uma criatura absolutamente inutil?

  18. https://www.dn.pt/edicao-do-dia/16-nov-2022/somos-todos-arguidos-autarcas-atacam-procurador-que-acusa-luisa-salgueiro-15355075.html

    neste caso não se aplica a teoria da conspiração do Valupi de que o procurador estaria ao serviço do psd, pelo que a única explicação é estarmos cheios de titulares de cargos publicos – nomeadamente judiciais – que não cumprem os minimos olímpicos de formação ética, cívica e até académica na própria àrea em que prestam funções. o que traz imediatamente à lembrança aquela prova para juizes em que 90% da turma estava a copiar.
    esperemos que não esteja assim também noutras áreas da administração pública.

  19. diz que as pensões mais baixas vão subir até 5% para combater a inflação que já vai nos 12%.
    vale a pena dizer que na verdade é um corte?
    se calhar não.

  20. https://www.dn.pt/edicao-do-dia/16-nov-2022/liberdade-transparencia-e-mais-fair-play-precisa-se-15356000.html

    “Conta a obra que o primeiro-ministro considerava “inoportuno” o Banco de Portugal estar a tentar afastar Isabel dos Santos da administração do EuroBic, quando estava em curso, em 2016, uma solução para a saída da filha do ex-presidente angolano do capital do BPI. A ser verdade, diz aquele órgão de comunicação social que, “cerca de hora e meia após publicação de um capítulo do livro O Governador, o primeiro-ministro enviou mensagem escrita a Carlos Costa que confirma o telefonema sobre Isabel dos Santos”.
    No passado, as interferências da política na economia nunca deram bom resultado. No futuro, não acredito que venha a ser diferente. A separação de poderes é essencial num regime democrático. ”

    Separação de poderes? de que poderes é que ela está a falar? o governador do banco de portugal não é eleito por nomeação do governo?

    até parece que os meios de comunicação fazem de propósito para nos trazerem as opiniões mais ignorantes possiveis

  21. agora que a Ucrânia atacou militarmente a população de um país da NATO a Aliança não vai retaliar?

  22. teste , que engraçado falar da coca cola… adormeci a pensar no lixo dos refrigerantes -:) e na coca cola. basta deixarem de beber refrigerantes , uma bela porcaria , ou de comer yogurtes industriais , outra bela porcaria , para isso ter um impacto bestial na poluição. claro que a coca cola , envenenadora da população , não ia gostar.
    já mudei de hábitos há muito.

    leia isto , visite o site.

    https://www.unz.com/lromanoff/democracy-the-most-dangerous-religion-part-10-the-chimera-of-democracy/

  23. yo,

    a yo devia ler menos e ouvir mais. a yo não está a perceber, propositadamente ou não, o que lhe estou a tentar dizer. mas olhe que é simples, as medidas não passam pelas decisões dos consumidores e sim por legislação sobre os produtores. porque são estes ultimos que esta logica de embalagem e distribuição mais beneficia, compreende? ou seja, não se trata de deixar de usar garrafas de plástico, trata-se de legislar para que quem vende produtos liquidos não possa usar plástico nas embalagens, percebe? é simples.

    quanto ao link que envia, a sério, e digo-lho com todo o carinho do mundo, como é que a yo que defende a religião até ao limite do absurdo, como quando vem falar de intuições e tal, apresenta um link que chama a democracia de religião como se isso fosse uma critica?? incompreensivel.
    depois, parece que a yo acha que toda a gente acha que a democracia é perfeita. não é, e só as criancinhas acham que é, yo. pelo que não é por apresentar um rol de defeitos da mesma que vai convencer ninguém a trocar de regime politico. se a yo quiser mesmo mesmo convencer-nos tem que nos mostrar qual é o regime que prefere e porque é que não apresenta os mesmos defeitos ou piores. qual é esse regime, yo?

  24. eisch,

    só li agora a descasca que o tadeu deu no viegas, no nandinho e nos outros membros do grupo “Democratas Contra a Diplomacia”

  25. podia ter respondido directamente municipalismo libertário…mas para o caso de não saberem o que é , pois linkei um artigo explicativo. small is beautiful _ . :)

  26. mas small e democracia não é algo de mutuamente exclusivo. como é que eram eleitos os representantes municipais, yo? não me diga que se votava…

  27. a democracia só funciona a nível micro , de aí o municipalismo. e se for anarca ainda melhor. os estados nacionais derivaram de vontade de conquista de reis, nada têm a ver com o povo, e há-de reparar que os nossos representantes se sentam na cadeira do poder como se fossem reizinhos. e até têm condes , duques e baronesas , os tais boys e girls. a nível micro , onde todos mais ou menos se conhecem , isso seria mais difícil.
    serve de exemplo o couto misto , um enclave entre espanha e portugal , que se conseguirem reaver o foral , vou pra lá -:)

  28. municipalismo é small power -:) muito mais simples e fiscalizável pelos cidadãos.
    vestir roupinha de anão em gigantes não dá. como era a democracia grega de onde saiu esta bastardice de democracia partidária?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.