7 thoughts on “Rir pode não ser o melhor remédio, mas é o mais barato”

  1. Olinda, pareces desaparecida dos comentários “encaixados”. Talvez te tenhas zangado, não sei….
    Mas lá que a mim – porque te admiro e sigo (quuase) todos os dias o teu blogue – me fazes falta, isso não nego.
    Aqui não há espaço para abraços, porque nos tempos que correm há gestos que ao invés de os aligeirar devemos dar lhe intensidade, logo e por isso, te cumprimento SINCERAMENTE.

  2. pronto, mais_outro, também me senti cumprimentada porque também cumprimentei. :-)

    quando fico zangada digo o que tenho a dizer antes de ir embora. não zanguei. às vezes o cheiro a gente – a muita gente – enjoa-me.

  3. ganda camilo… o gajo tem um tacho na M80, uma rádio que passa música dos loucos anos da sua juventude…

    … no outro dia estava o camilo a arengar que portugal precisava mas era de sair do euro, e que segundo suas estimativas ficava tudo de tanga, ainda maior era a tanga em que ficávamos do que a tanga da troika em que nós estamos agora, e que isso era muito bem feito, castigo merecido ao tuga que não foi capaz de executar os (des)mandos da troika em condições…

    … nisto, a boa da locutora, entendendo que aquilo já era asneira demais (mesmo para a sua audiência mais cocainizada) vai disto e começa a tentar calá-lo; mas quem é que conseguia calar o camilo?! madraços! preguiçosos! viveram acima das possibildades! agora vão pagá-las! saída do euro?! será a ruína do país mas assim o tuga aprende o lição, perdão, a lição que não aprendeu com a vergasta da troika!

    … ah, tugas madraços!

  4. Os IMI de 3000% ilbam milhares de casas nas nossas velhas aldeias.

    3000%Xo,o = 0

    Vamos regressar para de onde a maioria nunca deviamos ter saído, para a terrinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.