Revolution through evolution

Bigger Not Always Better for Penis Size
.
Women with Elite Education Opting Out of Full-Time Careers — Study Finds Women with MBA’s Are Most Likely to Work Less
.
Mind Over Matter? Core Body Temperature Controlled by the Brain
.
The Secret to Success Is Giving, Not Taking
.
Adaptable Leaders May Have Best Brains for the Job
.
Your Reputation Will Be The Currency Of The Future
.
Women With Low-Self Esteem Work Harder to Keep a Keeper


.
Social Media: The Perils and Pleasures
.
Face-To-Face Negotiations Favor the Powerful
.
Doctors Not Informed of Harmful Effects of Medicines During Sales Visits
.
Why Hi-Res Isn’t Always Better
.
25 fast and easy ways to get healthier
.
HOW WORK BFFS MAKE YOUR EMPLOYEES MORE ENGAGED–AND YOUR COMPANY MORE PROFITABLE
.
Information Technology Amplifies Irrational Group Behavior
.
Texting, Social Networking and Other Media Use Linked to Poor Academic Performance
.
Lift Weights to Lower Blood Sugar? White Muscle Helps Keep Blood Glucose Levels Under Control
.
Reframing Stress: Stage Fright Can Be Your Friend
.
New Evidence That Egg White Protein May Help High Blood Pressure

9 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. ainda um dia hei-de perceber porque atacas a Ciência com estes faits-divers pseudo- científicos aos quais dedicas tanto tempo…mas não dedicarei tanto tempo a isso como dedicas a estas balelas.

  2. ignatz,
    é expectável, sim. A bécula lê ou finge que lê as dezenas de artigos para depois vir confirmar que adora fazer broches ao Val. E depois o Val manda-a largar o vinho. Mentira, estava a brincar…essa nem à boca do vinho tem direito.

  3. a listagem de trivias até é interessante : fica evidente como os “especialistas” tentam colonizar a nossa vidinha e complicam o que é simples , no meio da complicação sempre lhes cai algum , demais , pilim. consequência da aposta na ciência :) je je , cientistas a dar com um pau , a maior parte não vale um chavo , mas tem de ganhar o sustento.

  4. ora depois de ler tudo, de fio a pavio, prende-me especial atenção a questão dos pequenos com pilas grandes: a desproporcionalidade. um homem pequeno com uma grande pila quase que aspira a verticalidade; por outro lado, quando se masturba quase que pode coçar o pescoço; ainda assim, quando acha que pode lamber-se, não consegue; mais ainda: quando acha que está a ir ao fundo da questão está só a chegar-lhe com a ponta. um homem pequeno com uma pila grande é, no fundo, tal e qual como as mulheres e os homens, edies e ignatz, fanados de alma: quase que chegam a tudo sem, no entanto, chegarem a nada: é uma frustração do caralho. :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.