Revolution through evolution

When more women make decisions, the environment wins
.
Teaching girls that they should be more risk loving
.
Scientists identify compounds in coffee which may inhibit prostate cancer
.
A nutty solution for improving brain health
.
Democracy linked to global health gains in low-, middle-income countries
.
The power of gratitude in the workplace
.
It’s spring already? Physics explains why time flies as we age
.

.
.
Reattaching to work is just as important as detaching from work, study finds
.
Evidence for ancient magnetic sense in humans
.
Fountain of youth for heart health may lie in the gut
.
Drinking hot tea linked with elevated risk of esophageal cancer
.
Unprecedented privacy risk with popular health apps
.
To stoke creativity, crank out ideas and then step away
.
Teens who seek solitude may know what’s best for them
.
Earliest known Mariner’s Astrolabe research
.
Emotionally attuned managers are better at judging workgroup effectiveness
.
Western bias in human genetic studies is ‘both scientifically damaging and unfair’
.
New light on origins of modern humans
.
Eating breakfast with parents is associated with positive body image for teenagers

9 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. Não entendo porque é que devemos ensinar as meninas a gostar mais do risco. Em minha opinião seria preferível ensinarmos os meninos a evitarem mais o risco.

  2. Valupi, é um facto que não estou preocupado com as consequências dessa aversão ao risco que as meninas aprendem desde o berço. Estou, isso sim, preocupado com as consequências do gosto pelo risco que os meninos aprendem desde o berço. Tenho visto muitos meninos e muitos homens que se espalharam devido aos riscos em que incorreram.
    E também algumas meninas. Ainda no outro dia li sobre uma menina de 13 anos que caiu sobre o pescoço ao praticar mais uma acrobacia no trampolim. Ficou tetraplégica para o resto da vida. Por praticar um desporto muito arriscado.

  3. os comportamentos e atitudes diferenciados de machos e fêmeas noutras espécies também devem ser aprendidos e variar com a cultura dos bichos, está visto. vou tentar ensinar a minha gata a arriscar mais e sair pelos telhados numa de macho. espero que não venha sem uma orelha, ou assim.
    e , francamente, basear um estudo num jogo de lotaria a brincar, onde não se arrisca rigorosamente nada de seu e de importante ( saberão, ao menos, as crianças , o valor do dinheiro) é de chinês mesmo, tudo falsificado.

  4. ora fodass oh valupe então e o report? então e a collusion? então e a rachel madcow que agora chora em direto como que abandonada no altar pelo mueller the messiah? ora porra, 2 anos de investigação e nada?? ora que caralho, pelo menos cá metemos o sócrates na prisão, com os seus comentadores de mão estendida a emporcalhar com veneno e mentira o espaço público. venham cá a portugal, democratas norte-americanos, ponham os olhos na eficácia do nosso fake penal system, e como fazemos fake preventive arrests, prendendo e endrominando em direto na sic falida os direitos, liberdades e garantias, sim, ponham também os olhos nas nossas fake bankrupt news, tão bankrupt que os merdosos dos nossos governantes agora fazem diretos para angariar fundos para as suas geringonças de propaganda. quando vos faltar inspiração, democratas norte-americanos (e parece que vos faltar e muita até 2020), vinde cá, trazei a vossa ocasio cortez que se queixa com videos no twitter, coitadinha, de dormir em colchões pneumáticos e de como lhe faltam cadeiras em casa, oh coitadinha, perorando sobre a vida dura que agora leva como representante do congresso.

  5. Luís Lavora, fica assim claro que não fazes ideia do que está em causa na assimetria entre rapazes e raparigas na forma como encaram o risco. Pista: não se trata de acidentes na ginástica ou em qualquer outra actividade que implique sair da cama.

  6. Valupi, fica claro que, além de não argumentares contra os argumentos que apresentei, tens uma atitude macho-cêntrica. Sendo que há assimetria na forma como machos e fêmeas (de qualquer idade) encaram o risco, tu partes do princípio de que os machos o encaram corretamente e de que é necessário educar as meninas para que elas passem a encará-lo corretamente. A minha opinião é a oposta: as fêmeas encaram corretamente o risco e o que é necessário é educar os meninos para que eles sejam mais prudentes.

    Pista 1: quem tem mais desastres de automóvel aos 24 anos de idade, rapazes ou raparigas?

    Pista 2: se os bancos fossem geridos por mulheres, haveria menos crises financeiras?

  7. Luís Lavoura, não leste qualquer apologia do risco estouvado típico dos rapazes (nascido da testosterona) e que podes associar a consequências negativas. O que se discute é a relação com o risco tomado como característica inerente a certas actividades. Para dar um exemplo próximo do que referes, trabalhar na banca de investimento ou nos seguros é trabalhar com modelos de avaliação de risco. Para fazer esse trabalho não se pede limitações cognitivas que podem estar na origem de um acidente de automóvel quando se é macho e jovem adulto, pede-se o oposto: uma muito mais complexa capacidade para assimilar e sistematizar a informação do que aquela que é comum à enorme maioria da população. Logo, quem quiser aí trabalhar como especialista tem de começar por ter interesse e experiência em matérias de risco.

    É disso que se trata, não dos acidentes na ginástica acrobática ou noutra actividade qualquer onde haja um qualquer risco (queres mesmo acabar com a ginástica acrobática?…). Trata-se da desigualdade salarial e de estatuto social por causa de as meninas serem influenciadas desde o berço a não assumirem certos comportamentos e atitudes que consideramos apanágio dos rapazes.

  8. É pessoal, o Macron estava cá com uma vontade de criar uma frente europeia contra a China… que vontade com que ele estava de entrar ao ataque até chamou a senhora Merkel e o Junker para falarem a uma só voz mas quando a China anunciou que queria comprar 300 Airbus de valor a rondar os 30.000 milhões de euros mais 10 Porta Contentores o clima amainou e amanhã Terça-Feira vai ser cá uma angraxadela…com muitas chinesices na despedida e que estão com a Rota da Seda só que querem que seja uma estrada com dois sentidos e o pior é a machadada na Boeing que está tão debilitada e o Trump vai explodir de raiva por causa da “sua” guerra comercial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.