Revolution through evolution

Chances are you don’t remember what you just retweeted
.
Attitude makes a champion, study shows
.
Framing discourse around conservative values shifts climate change attitudes
.
Inspirational managers may harm workers’ health
.
Despite their small brains, ravens and crows may be just as clever as chimps, research suggests
.
No Time to Get Fit? Think Again. Just 1 Minute of Intense Exercise Produces Significant Health Benefits
.
New book reveals women used recipes to practice writing, increase literacy skills
.

.
.

Seeing the benefits of failure shapes kids’ beliefs about intelligence
.
What scientists know – and don’t know – about sexual orientation
.
A single-celled organism capable of learning
.
Short-term language learning aids mental agility, study suggests
.
Eating chocolate each day could reduce heart disease, diabetes risk
.
Ocean views linked to better mental health
.
Consumers’ trust in online user ratings misplaced, says study
.
Are we alone? Setting some limits to our planet’s uniqueness
.
When Prison Workers Fall in Love with Inmates: The Taboo of Hybristophilia
.
For women, waiting to have children until after 30 minimizes career income losses
.
Women Who Are Cheated on ‘Win’ in the Long Run; New Women ‘Lose’
.
Rosemary Aroma Can Help Older Adults to Remember to Do Things

5 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. água minha, água tua
    vaginha da vida farta
    que molha os olhos por dentro
    acalmia. portento.

    :-)

  2. ò bécula, cona está mal escrito e portentro é que rima com dentro.
    se querias uma coisa romântica com troca de fluídos oculares pega lá este que encontrei numa porta de retrete.

    os teus olhos têm ramela
    e o teu olhar reusmatível
    quando olho para eles,
    até mete impossível

  3. va·gi·nha
    (vagem + -inha)
    substantivo feminino
    [Portugal: Madeira] [Botânica] Vagem não madura da semente do feijoeiro. = FEIJÃO-VERDE

    (está vista a tua falta de saúde mental, ignatz. sugiro que metas, não bagaço, água. e que tires a remela da alma até avistares mar – e não metas impossível nisso) :-)

  4. pior a ementa que o cimento. não aconselhável no pós operatório às cataratas.

    água minha, água tua
    feijão verde da vida farta
    que molha os olhos por dentro
    acalmia. portento.

    esta merda deveria ser prémio absolut, sem cheiro, sem cor, sem odor e sem sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.