3 thoughts on “Que maravilha maravilhosa”

  1. estava a pensar no quanto a ciência tem de poesia: agarram na explosão e implodem e depois dão significância e voltam a explodir sobre a explosão primeira. e fazem odes ao universo que é de todos e que começa sempre no de cada um. maravilhoso mesmo.

  2. se tivesse recebido isto ontem, ficavas sem resposta. como só recebi hoje e apesar de saber que o cu é o lugar onde tu mais gostas – não de ir – de estar só posso dizer-te, ao milímetro, que o termo para ti, não o único mas o mais significante, é frustrado: um par de colhões frustrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.