Os anónimos só estão bem a arranjar problemas


Queixando-se de estar a ser vítima de “uma das mentiras mais sórdidas”, Menezes afirma saber de onde vêm e diz “ter provas”.

“Ninguém nunca me vai penalizar por ter ajudado uma idosa”, decretou, reconhecendo ter pago contas relativas a rendas e a luz de moradores de bairros sociais do Porto. “Aquilo que fiz, e de que me honro muito, foi com três amigos entrar na casa de uma senhora idosa, diabética, que não tinha 200 euros para comprar medicamentos e que ia ser despejada e lhe iam desligar a água nessa noite. Nós os quatro quotizámos e pagamos 120 euros no anonimato a essa senhora para não ser despejada”, revelou, afirmando tratar-se de caso único.

Ora, sucede que a versão relatada neste sábado por Menezes é ligeiramente diferente daquela que foi transmitida na declaração de sexta-feira aos jornalistas, na qual Amorim Pereira, mandatário financeiro da campanha, afirmou que a senhora “(…) necessitava de comprar medicamentos no valor de 250 euros, com carácter de urgência”.

Por outro lado, o candidato do PSD à Câmara do Porto declarou que a moradora tinha uma acção de despejo. Ora, das duas uma, ou Menezes se referia a um outro caso, ou a senhora em causa, com quem o PÚBLICO falou, não tinha ordem de despejo. A moradora, a quem Menezes pagou o aluguer, reside num bairro camarário e o pagamento da renda tem de ser feito, de acordo com a Domus Social, que faz a gestão do património habitacional da Câmara do Porto, até ao dia 23 de cada mês. Sucede que, neste caso a renda foi paga no dia 19 de Setembro por “transferência bancária”, conforme revelou Amorim Pereira.

Menezes reage a notícia do PÚBLICO com versão ligeiramente diferente da que foi apresentada na sexta-feira

2 thoughts on “Os anónimos só estão bem a arranjar problemas”

  1. o que interessa é que a senhora deve estar feliz – pelo menos até ao próximo mês. sim, porque há pessoas para quem a felicidade se resume a sobrevivência.

  2. “…desligar a água naquela noite…”!!!. Desde quando é que as Águas de Portugal têm serviços nocturnos para efectuar estas tarefas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.