One thought on “Nas muralhas da cidade”

  1. Diz rui Tavares:
    “Portugal não pode ser isto. E se Portugal não quer ser isto, temos de retirar consequências políticas sérias daquilo que se passou, e da evidência de que as chefias e as tutelas do SEF parecem ainda não ter bem noção de qual é o seu papel a partir de agora”.

    Concordo.
    Pelo que já se conhece, a Directora Nacional do SEF e outros altos responsáveis deviam demitir-se.
    Espero que justiça puna com severidade os agentes envolvidos e que, consequentemente, sejam expulsos da organização.
    PQP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.