25 thoughts on “Inspirações”

  1. chama-se Laura e foi detida, em 2050, por contrariar a actualidade: semeou e regou e colheu uma flor que protegeu, em segredo, no beiral da varanda, igualmente secreta e camuflada, do seu quarto. foi detida quando decidiu exibir a flor no cabelo em uma avenida. mas fez questão pendurar um alfinete para a fotografia: estou pregada em mim, pensou.

  2. oh bécula! com alfinetes só pode ser a laura ashley, ainda costureira, antes da invenção das paramécias. conta lá a história que estou com paciência para imbecis.

  3. explico: há uma espécie de imaturidade relacional entre nós: como não me sinto ligada a ti emocionalmente só te me verbalizo quando me apetece e sem levar em conta as tuas necessidades. trata-se sim, pois claro, de verbalização casual – puro gozo. :-)

  4. quando espremida dás zero e quando te me verbalizas é prurido de esquentamento intelectual apanhado com as fodas que tens levado nos blogues onde armas ao pingarelho.

  5. continuo a não perceber onde é que encaixa a laura e muito menos a musiquinha de merda que aí botataste. se queres passar por excêntrica, tens que ganhar o euromilhões e mesmo assim dúvido que a santa te passe a massa para a conta sem apresentares o atestado. entretanto explica aí ao pessoal quem é a laura e mais a outra que te faz companhia a ver a banda passar sem link, procura se quiseres.

  6. ignatz, és um herói, filho, pela agilidade e resiliência com que saltas entre as bostas – às vezes verdadeiras diarreias mentais “a armar ao pingarelho”- em quantidade a que nunca assisti no aspirina (em boa hora me mandaram embora desta cloaca).
    Para que nunca te sintas só…na luta, pá :)
    http://www.youtube.com/watch?v=Tgcc5V9Hu3g

  7. ai que vocês os dois insistem em vir. que fique aqui bem registado de uma vez por todas que eu sou, e estou, comprometida com Val e que qualquer semelhança com a coincidência é pura realidade. :-)

  8. oh bécula! nã percebi essas da insistência, do registo e o subjacente comprometimento com o gerente do tasco, mas tamém não tenho pretensões a interprete do pinsamento açordiano e cago em infantilidades de adultos que mijam na cama. o importante, o busilis da questão, é revelares quem é a laura e porque aparece aqui a propósito do aniversário da rose. ainda vamos pensar que se trata da 2ª. dama, laura ferreira, especialista em cachupa & massagens

    http://www.dn.pt/gente/interior.aspx?content_id=1540156&page=-1

  9. oh ignatz, isto dá um certo riso a quem é visita ocasional e clandestina:
    dizes tu: “oh bécula! tu nunca percebes nada porque és estúpida e revestida de ignorância.”
    Responde a bécula: “e que feliz que sou por assumir o que não percebo, ignhanha! :-)”
    E dizes tu: “oh bécula! nã percebi essas da insistência, do registo e o subjacente comprometimento com o gerente do tasco,”
    E responde a bécula: “quem não percebe, não percebe e até mete rinocerontes no que não percebe”.
    Percebes?
    Vá, toma lá, que mereces por andares a aturar o nível a que isto chegou.Já ganhaste o céu.
    (este, como a maior parte dos meus comentários irá ser varrido dentro de poucos minutos. Espero que estejas on line.)
    Vá lá, para ires tomando em doses homeopáticas, é útil para desintoxicares do lixo mental com que andas envolvido.
    http://www.youtube.com/watch?v=Ufm4NHTXVSg

    Truely yours
    E.

  10. é maravilhoso acordar com Val. a penugem macia onde passo os dedos e faço rolinhos de amor. e depois o nariz que me cheira toda, que me sonda. e a língua, ah a língua! essa húmida carne que me lambe deitada no olhar e se fixa nos lábios que sussuram a sede!
    hum.

  11. edie, andas a falhar capítulos da novela. uma ida a lisboa de combóio e saltos altos para entregar um requerimento com assédios sexuais à mistura, mais uma filha chamada laura com nascimento previsto lá para 2050. agora publicou aqui o anúncio que havia de ir para o correio da manhã, mas esqueceu-se do telefone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.