Fim da crise

O nosso amigo Shark já pode encher o peito de orgulho benfiquista. A BOLA já pode fazer capas de um lampionismo monumental. 6 milhões de portugueses espalhados pelo Mundo já podem marcar almoçaradas, churrascadas, mariscadas, caldeiradas, cabritadas e chispalhadas com ânimo e garbo. A crise acabou, temos o Benfica no 1º lugar. Espero que lá fiquem durante 6 meses – não é preciso mais, de acordo com a Manela – de modo a este país entrar nos eixos, carrilar, avançar para a frente e a direito. Mas só até 17 de Maio, ok?

12 thoughts on “Fim da crise”

  1. Vá, vá !
    Vc até estava a ir bem no texto. Teve de repente uma solipanta?
    LOL
    MFerrer
    PS – Os cavalheiros foram a Fátima pedir a benção para as greves regionais ou para a outra de Janeiro? Ou também há bençãos retroactivas ?

  2. Vá, vá…
    Seis milhões espalhados pelo Mundo? Seis milhões são os de cá! Espalhados pelo Mundo, são mais seis.
    E já descarto os milhões de adeptos estrangeiros…

  3. ESte título tenta esconder a outra realidade – o super guarda-redes do SLB sofreu 13 golso em 3 jogos. O SLB precisa de ganhar por 8-0 para continuar na UEFA…

  4. Ora aí está a inteligência de um clube, JCFrancisco: deixámos de convocar o nosso super (com demasiado chumbo) guarda-redes para ver se o vendemos já de seguida.
    Precisamente ao nosso adversário na UEFA…

  5. Pois é a grande diferença entre o Shark e o Manuel Pinho é que o Shark ao contrário do Pinho acerta à quando anuncia o fim da crise. Isto só acontece porque o Shark sabe do que fala e o Pinho não!

  6. Inspirado pelo último comentário elaborei um «post».
    Isto de ser comentador e «blogger» não é fácil.
    Num só «post» abarca-se:
    1. Guimarães
    2. Centenário do SLB (1908-2008)
    3. Milagre da Luz (os oito a zero)
    4. A ténue linha (um metro) que separa arrasadores e arrasados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.