4 thoughts on “Exactissimamente”

  1. prefiro nem sequer comentar, até porque há uns dias que a caixa de comentários onde falam sobre o holocausto, aqui no aspirina, me dá vómitos e caganeira tudo junto e ao mesmo tempo.

  2. O remédio, Olinda, é procurar informação e processá-la de forma apertada, em vez de se abandonar sem cerimónia. Ou então partir para o deserto. É aborrecido mas não há outros.

  3. que queres tu, Gungunhana, não sabes que os desertos estão cheios e as multidões vazias? aqui há espaço até para desconcertos soltos. e apertadinhos também, claro.

  4. Olinda, volte ao local do crime que já lá estão mais indícios. Vai ver que não é gaseada logo à chegada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.