22 thoughts on “Exactissimamente”

  1. e que caia se for para renascer em estados unidos da europa – que é bem diferente de união europeia. porque a diferença está, não é engano, precisamente no conceito de união e no que é, estou de acordo, com política.

  2. Olinda

    “e que caia se for para renascer em estados unidos da europa – que é bem diferente de união europeia”

    Amiga muda a receita do bolo, pois esse bolo anda a avariar-te as ideias!

  3. Procuram-se políticas. No feminino . Assim é que está certo

    Políticas novas e de preferencia conduzidas por politicos independentes dos poderes economicos e ideológicos dominantes.

  4. anos atras, havia poucos federalistas,hoje são mais do que as mães!daqui a uns tempos até os ceticos querem uma especie de EUE.olinda gostava que tal acontecesse mas não vejo jeito com esta gente a mandar na europa. as eleiçoes europeias sempre foram importantes, mas os povos preferiram ir para a praia,campo ou copos e puseram a europa no colinho da direita com a ajuda dos paises fartos do social-fascismo do jeronimo de sousa (com algumas nuances…..)

  5. o bento 17, quer politicos independentes dos poderes ideologicos, mas ex dominantes o que é outra coisa bem melhor!

  6. que falha tão, imensamente, grave, francisco rodrigues: nunca, em hipótese alguma, podemos mudar a originalidade que há nas receitas e nos ideais. podemos, e devemos, isso sim, mudar a escolha de com quem – bolos e ideais – os queremos partilhar.

    tens de ter calma, nunocm, e acreditar que o melhor está sempre por vir. é difícil, eu sei, mas o fácil deve saber – estou certa – a fio dental usado depois dos rojões.

  7. Olinda

    Bem estou a ver que tenho de fazer o boneco. Se a União Europeia cair, não haverá mais nada. Estaremos por nossa conta. Mas quais Estados Unidos da Europa!
    O que é tu pensas que os alemães andam, cinicamente, a tentar fazer? Colocar-nos em situações para fazer a Europa implodir. Desde que o muro de Berlim caiu e depois com a criação da OMC que nos levou à globalização, a UE começou a ser mais um fardo para a Alemanha do que uma oportunidade. Para eles, o mercado comum, só teve interesse, enquanto a Alemanha esteve dividida e existiu a cortina de ferro. Sempre viram as suas contribuições para o orçamento comunitário, como indeminizações de guerra. Isso acabou, por isso, hoje, dizem que não pagam. Cada um tem que fazer por si. Não é o facto de não haver políticos e isto estar na mão de tecnocratas. Quem escreveu este artigo é um anjinho.
    O que a Alemanha está a fazer, é receber com juros bem elevados, o que andou a dar durante décadas. Ou tu achas que os alemães estão à espera que o pessoal tenha dinheiro para continuar a comprar os produtos deles, depois de nos depenarem com estes juros elevados?
    Se a ideia fosse só tornar o país mais competitivo e acabar com os desequilíbrios orçamentais, nunca teriam imposto ao país, pagar estas taxas de juro. O FMI sempre foi critico em relação a este ponto, mas a posição da Europa (Alemanha) prevaleceu.
    Tudo isto, só para te dizer, para mudares alguns ingredientes do teu bolo.

  8. esse teu boneco está piroso, parece o son goku. se cair o euro pode cair a UE mas não necessariamente a europa. e renascer significa, isto mesmo, recomeçar: independentemente dependente (eventualmente com objectivo, desta vez bem desenhado, de moeda comum um dia) – uma verdadeira, em conformidade de esforços, união. e assim se mantém a receita original do bolo.

  9. Pois é Val, mas não terá sido a escola cavaquista que começou por atacar os políticos e defender os tecnocratas para a ocupação dos cargos políticos?

    Não batiam palmas os laparotos sempre que alguém ironizava sobre a falta de formação na especialidade dum ministro da justiça ou dum das finanças, como se só pudesse ser um militar na defesa ou um polícia na administração interna.

    Para mim, este país e a europa começaram a acabar no dia em que cederam o lugar de comando aos trampolineiros dos economistas e gestores.

    Apontem-me um que tenha singrado na área do comércio, indústria ou serviços por força do currículo da especialidade em vez da forte habilidade negocial (ou outras), eficiência nas análises, previsão ajustada e/ou consultores eficientes e eu apresento já as minhas desculpas.

    Churchill era militar; Roosevelt, advogado; Kennedy, bacharel em Negócios Estrangeiros; Adenauer, advogado; De Gaulle, militar; Mandela, advogado; Citröen, engenheiro; Edison, abandonou a escola; Champalimaud, nunca acabou o curso de engenharia; Alfredo da Silva, esteve matriculado no Curso Superior de Comércio; Américo Amorim, Curso Geral do Comércio; Soares dos Santos, frequentou Direito… isto como exemplos, pois há mais, muitos mais.

  10. Olinda

    És uma querida, por isso não quero ser ofensivo contigo, mas não abuses. As relações entre os países não é tipo ” novas oportunidades” do Sócrates. Isto se rebentar, no dia seguinte, o país está completamente no caos. Se não forem os americanos e é necessário que tenham interesse, não há dinheiro para pagar ordenados a ninguém.

  11. Teófilo m

    Por acaso, quando estes senhores estudaram, havia curso de Economia ou de Gestão para se puderem inscrever?

  12. sim, sou uma querida: assim como o dinheiro que não desapareceu – antes está no caminho da constante-cambridge ou no da circulação. e é uma questão de haver quem o coloque no, equilibradamente difícil, caminho certo.

  13. Olinda

    Achas que os alemães estão interessados nos Estados unidos da Europa?

    Dívida
    Alemanha vai poupar 15 mil milhões em juros
    A Alemanha irá poupar pelos menos 15 mil milhões de euros, na próxima década, devido à sua condição de “porto seguro” que obteve nesta crise da dívida da zona euro, levando a uma redução dos custos de pedido de crédito. As baixas taxas de juro alemãs estão a ajudar o próprio governo a reduzir a sua dívida e a atingir um orçamento equilibrado

  14. Aquaporina

    Sem comentários! E isto para não ser desagradável contigo. O Papa Francisco pediu para termos paciência e rezar pelos menos esclarecidos.

  15. Francisco, por favor, diz o que te vai na alma. Mas decide-te: ou é bom ou mau.

    “Desde que o muro de Berlim caiu e depois com a criação da OMC que nos levou à globalização, a UE começou a ser mais um fardo para a Alemanha do que uma oportunidade. ”

    “A Alemanha irá poupar pelos menos 15 mil milhões de euros, na próxima década, devido à sua condição de “porto seguro” que obteve nesta crise da dívida da zona euro, levando a uma redução dos custos de pedido de crédito. “

  16. francisco rodrigues,

    essa pergunta nem parece sua! Então o homem que sabe tanto de mercados, das asneiras do Sócrates, que perora sobre a evolução das contas públicas, não sabe que a economia existe como ensino já desde o tempo da velha Grécia? Não falou Aristóteles das trocas nos mercados, da propriedade privada, da riqueza das famílias ou do absurdo da usura? Nãop foi Colbert um dos magos do pensamento económico no sec. XVII? Adam Smith não foi economista e grande responsávelk por retirar a economia da ética, ou melhor, tirar a ética da economia?

    Ora meu caro, será que a economia nasceu a partir do momento em que foram criados a FEP ou o ISEG?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.