Para enfraquecer a liderança de Seguro, Sócrates já vem tarde

Lendo muito do que se tem escrito acerca do regresso de Sócrates e das consequências que trará para a liderança de Seguro e para o PS, até parece que está a correr tudo bem ao actual líder socialista, que o partido está unido à sua volta, que o eleitorado o vê como alternativa ao Governo, que o PS vive num paraíso que o malvado do Sócrates vem destruir. Ora, mesmo com Sócrates caladinho durante os últimos dois anos, Seguro nunca convenceu ninguém e o simples facto de se pensar que o regresso de Sócrates vem abalar a sua liderança é a prova provada da sua mediocridade. Além disso, (e cá vai palpite) não estou a ver Sócrates a tentar prejudicar deliberadamente a actual liderança do seu partido com os seus comentários semanais. É socialista, se tiver ambições políticas precisará do partido e nunca mostrou ser vingativo, nem mesmo quando foi alvo da maior filha da putice de Cavaco. Estou a vê-lo, sim, a defender os seus Governos, ou seja, a defender o PS. Se correr mal, sai ele prejudicado, se correr bem, até o Seguro pode ganhar com isso. E é óbvio que o vamos ver a criticar ferozmente o actual Governo e a fazê-lo muito melhor do que o Seguro. Mas isso não é nada difícil e nada que muitos socialistas não façam já muito melhor do que o seu líder.

Por fim, acho piada que o António Costa diga que este regresso é “uma má ideia”. Logo ele que achou boa ideia encostar o Seguro à parede, publicamente, tratando-o como um miúdo e ameaçando-o com uma candidatura sua à liderança. Sócrates vai ter de se esforçar para conseguir suplantar esta humilhação a Seguro, e para deixar o partido mais dividido do que ficou com este episódio do seu amigo Costa.

8 thoughts on “Para enfraquecer a liderança de Seguro, Sócrates já vem tarde”

  1. guida,
    não acredito que Sócrates não queira livrar o PS de Seguro, antes pelo contrário; se me disseres que ele não estará interessado em liderar o PS, ainda vá, pois seria um erro da sua parte tentar fazê-lo, mas amor com amor se paga, e, em política, nada é mais verdadeiro.

    O Costa viu-se entalado e tentou fazer a figura de Pilatos, mas, mais uma vez, borrou a pintura! Mais lhe valeria ter dito que cada um sabe de si, que Sócrates já é crescidinho para andar a ouvir conselhos, que entendia que ele tinha tanto direito como os outros, etc., etc., mas decidiu que, como amigo, o aconselharia a ficar quieto, a deixar-se vilipendiar, enxovalhar, martirizar, porque ele, Costa, nunca estave como amigo, a defendê-lo contra a campanha vergonhosa que lhe montaram.

    Se houvesse clarividência em muitas cabecinhas, apenas este episódio seria suficiente para verificar a qualidade dos amigos de Sócrates!

    Terá Sócrates mais amigos entre a gente comum que o admira do que entre as hostes palacianas que se sustentam com bocados do orçamento.

  2. teofilo,nós por vezes olhamo-nos ao espelho,e pensamos que os outros saõ como nós.socrates seria um irresponsavel se neste momento pusesse uns patins a jose seguro.não conheçe jose socrates quem pensa assim.a guida tem a resposta, quando diz que socrates já vem tarde para enfraquecer a liderança de seguro.

  3. cm,
    se acreditas que o Sócrates vem ajudar o Seguro, vais ver que te enganas. Sócrates não precisa de atacar Seguro, bastar-lhe-á apontar o caminho pois ele, com a proverbial inépcia, estatela-se sózinho.

    Por muito altruista que algu]em possa tentar ser, ]e muito dif]icil apoiar quem passou o tempo a espetar/lhe facas nas costas e que nem um dedo levantou para ao menos pedir decoro aos que o massacravam.

    Acredita que em política, a vingança geralmente serve-se fria, quando o cozinheiro é de qualidade.

    Neste momento vejo o PS como um saco de gatos, onde a unanimidade é apenas resultante da falta de liderança capaz. As absten;\oes violentas geralmente n\ao levam a lado nenhum.

  4. teofilo,saco de gatos no ps infelizmente é o que não vi até esta data.fazem-se reuniões onde esperamos que outros avancem e no final fica tudo na mesma.onde está a alternativa a josé seguro que não se vê? não preciso dizer que há mais de 6 anos que sou contra a postura do actual lider do ps.para se chegar a lider não chega querer, mas merecer e seguro não merece estar no lugar que está por varias razões, mas uma delas é a falta de solidariedade para com o partido e o governo liderado por socrates.ele de burro não tem nada!

  5. nunocm,
    o PS, tal como outros partidos, está dominado pela aparelhite, onde a tentação do poder abunda. Com mais ou menos variações, com mais ou menos protagonismos, com mais ou menos mediatização, a política é e será sempre a luta pelo poder, pois só quem tem o poder é que pode traçar as rotas, definir os caminhos, aceitar as ideias.
    Gatos por lá não faltam, talvez por falta de mediatização não são tão referenciados, mas no mínimo, existem duas fações internas, cada qual com a sua teoria mais ou menos expressa.
    Alberto Martins, João Soares, Carlos Zorrinho, Jamila Madeira ou Vieira da Silva tem um pensamento diverso de Francisco Assis, António Costa, Silva Pereira ou Edite Estrela.
    Seguro poderá não ser burro – muito embora o não consiga ver longe da categoria dos equídeos – pois para ser burro é preciso ser-se teimoso e ter forte personalidade, qualidades que penso serem-lhe alheias.
    A sua estratégia de ter abandonado a defesa do passado muito vai custar ao PS, pois por muita asneira que se tenha feito de certeza que se fez bem muito mais, e abdicar do todo só porque não se gosta de uma parte, geralmente não trás grandes benefícios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.