Exactissimamente

«Os media funcionam hoje como distribuidores de poder relativamente aos quais deixaram de ser adequadas as formas tradicionais de crítica (sobretudo aquelas que faziam a crítica dos meios de comunicação de massa). Daqui decorre que aquilo a que chamamos hoje democracia está longe de ter o mesmo sentido que o conceito tinha nos antigos tratados de teoria política. E, de maneira concomitante, a crítica aos media também já não pode seguir as mesmas vias de análise. Questões como as da mentira e massificação deixaram completamente de ser pertinentes. O que importa agora analisar é uma complexa estrutura cujo poder está disseminado ou não se situa no lugar onde parece situar-se.»


A política por outros meios

3 thoughts on “Exactissimamente”

  1. É por este e por outros, infelizmente, muito poucos, que ainda vale a pena ler o jornal. Eu ainda o faço, diariamente.

  2. Ó Valupi, olha: o teu negócio está tão torto como o dos clientes que escasseiam há muito no consultório do Garcia Pereira. Bem se podem arrimar os dois, portanto, mas deixa o António Guerreiro sossegado que não é para os dentes frágeis da tua clientela.

    Conselho de amigo: procura uma entrevista no i, acho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.