Exactissimamente

«A direita foi obscena na sua visão utilitarista do projeto europeu. Em vez de lutar por uma Europa por nós, usou esta UE - a precisar de reforma urgente - para prejudicar a política nacional e assim os portugueses. Com essa postura, perdeu o seu legado, passou – passaram – a partidos de internacionalismo de conveniência partidária.»


O Problema da Direita é a Direita

9 thoughts on “Exactissimamente”

  1. o problema da esquerda também é a direita que não deixa a esquerda ser a esquerda? a esquerda não tem problemas? a esquerda tem a solução para tudo só os maus da direita é que não deixam? é seguro dizer que se não fosse a direita o mundo seria o mais perfeito que poderia ser? se sim, a isabel moreira tem uma Solução Final para essa malta da direita? se sim, vai apresentá-la ao mundo?

  2. Mistura de alhos com bugalhos.
    O problema da Europa são os egoismos nacionais e esses tanto são assumidos por gente de direita como por gente que se diz de esquerda ( por exemplo, esse sacana do Moscovici que se afoita em chatear Portugal, – e já antes dele, o comissário Almudia – o parolo do Dambrovski, o lingrinhas do holandês presidente do eurogrupo, o Dijsselbloem, e muitos outros ).
    Já De Gaulle, que tudo fez para destruir o projecto europeu, e, simultaneamente afirmar e impôr “a grandeza da França”, dizia que a Europa é, e será sempre, “a Europa das nações “.
    A culpa é de quem nos meteu nesta alhada aventureira europeia, ou seja, a facção de direita da esquerda socialista portuguesa, há que dizê-lo, e de quem aproveita e beneficia do trágico evento, ou seja a direita local Ppd/Cds, os quais, evidentemente, não mostram qualquer interesse em de modo algum remediar o que quer que seja, quiçá e no limite, EXIT .

  3. Atencão, só para clarificar que no meu comentário anterior, está implícito que, a direita portuguesa, defende também, num certo sentido, o interesse, mas à maneira deles, ou seja, o interesse partidário deles, que obviamente não tem nada a ver com o interesse nacional .
    Já todos sabemos em que termos o fazem, ( subserviência desavergonhada, para dizer o mínimo) e o desgraçado e desvairado conteúdo programático .

  4. O mal da direita é a direita e o mal da esquerda é a esquerda.
    Neste momento não há direita nem esquerda.
    É apenas um governo inexistente,
    É uma geringonça de oposição ao governo anterior.
    Até parece que é Passos Coelho que continua a ser primeiro ministro.
    E a Catarina cana rachada e o Jerónimo com a sua cassete, a bombar.

  5. «O Problema da Direita é a Direita», …?!

    Valupi, podes não o perceber, ou quereres fazer que não o percebes, mas esta gramática é a “escola” que tanto criticas no Pedro Santos Guerreiro. Trocadilhopatia, pois. Este é um mau título mesmo num texto banal, com argumentos desarticulados (ora endógenos e implosivos, o PSD/CDS a lutar dentro de si, ora exógenos com o PSD/CDS prontos para explodir com a escola pública, as relações de trabalho, a segurança social, etc.

    Nota. E o que é «um estado mínimo novecentista», isto vem em que livro para eu ir a correr comprar? E uma «escalada social positiva» é um conceito da Sociologia ou uma frase da Lux, já agora?

    Ângelo Felgueiras: alpinista faz escalada social – Lux – IOL
    http://www.lux.iol.pt/nacional/vinson-2012/angelo-felgueiras-alpinista-faz-escalada-social

    (é o que se arranjou, assim de repente)

  6. Adenda, uma sugestão. Nos tempos livres porque é que ninguém (um amigo ou tu) se oferece pro bono para rever os artiguinhos* da Isabel Moreira no grupo Impresa (no Expresso e na Visão decerto, mas não sei se escreve no Record e n’A Bola), Valupi?

    * Estou a lembrar-me deste, da Liliana M. em que citava disparatadamente o MVA, etc.

  7. Ó Ignatz, e então os blogues da tua mãe e das nossas manas?

    ___

    Aspirina X
    18 DE MAIO DE 2016 ÀS 12:58
    érica fontes
    16 DE MAIO DE 2016 ÀS 19:20
    confusão do caralho. a gaja hoje não tomou as gotas e não há comprimidos azuis que resistam. desampara pá! faz um blogue e vai dar ordens ao caralho que ta foda.

    Ignatz, então a tua mãe já tem um blog?

    Eric
    17 DE MAIO DE 2016 ÀS 12:29
    Ó Ignatz, estás a falar com a tua mãe?

    Hot
    19 DE MAIO DE 2016 ÀS 13:30
    X,
    não sei mas li não sei onde que ele vive é da gestão financeira dos blogues das irmãs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.