Favor não comprar a revista Sábado

Agora já está. Já paguei. Mas, se algum dos leitores está a pensar comprar a revista Sábado desta semana por causa do Sócrates, fique desde já a saber que basta mesmo ler a capa para saber as novidades, que são as seguintes: Sócrates era referido como  “Chefe” pelos primos – umas pessoas que têm negócios no Brasil e em Angola – e foi ao casamento de um deles, acompanhado dos filhos. Oito páginas. É obra.

Nesta fase do campeonato, pede-se aos senhores jornalistas que digam coisas com mais substância ou que se calem.

12 thoughts on “Favor não comprar a revista Sábado”

  1. Penélope

    Isso deve ser o eco de um dos estertores finais dessa investigação moribunda.
    O Correio Manhoso calou-se. Já tínhamos reparado. Acabou-se a pólvora, foi ? taditos !

    E entretanto, do outro lado do Atlântico … o Golpe fica cada vez mais exposto !
    E lá como cá … político que nega privilégios a juízes está tramado …

    Vejam este espetáculo:
    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-brasil-deve-pedir-desculpas-a-dilma-e-reconduzi-la-ao-lugar-de-onde-foi-tirada-por-um-bando-de-corruptos-por-paulo-nogueira/

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-que-a-nova-conversa-revela-sobre-lewandowski-e-o-stf-otavio-frias-e-a-lava-jato-aecio-e-o-golpe-e-dilma-por-paulo-nogueira/

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/ela-nao-deu-aumento-para-o-stf-mas-o-cunha-deu-a-autopsia-do-golpe-so-faz-dilma-crescer-na-foto-por-kiko-nogueira/

  2. Como oportunistas sem vergonha que são, os amarelos avençados da cena merdiática estão apenas a marcar lugar à mesa de (esperam eles) futuros e generosos Orçamentos, num auspicioso horizonte pós-geringonça pelo qual rezam fervorosamente. Mas convém sublinhar que a própria escolha do amarelo para bandeira dos colégios privados também não se deve ao acaso: o amarelo é, subliminarmente, a cor do papado, Vaticano, Vaitocano ou coisa que o valha. É a Santa Madre Igreja Católica, Apostólica, Romana, ou pelo menos a sua parte mais malsã, alma e espinha dorsal da direita lusa, em gloriosa cruzada contra o infiel. Quando esses paladinos do “direito de escolha” agitam o amarelo até ao enjoo, em bandeiras, cartazes, camisolas e provavelmente nas cuecas, o que nos esfregam no focinho, em jeito de ameaça, é o poder da agremiação que têm, ou pretendem ter, por detrás. “Vocês vejam bem com quem se meteram, cambada de esquerdalhos, laicos, incréus, pagãos, hereges e tutti quanti! Quem se mete com a Santa Madre leva, estais feitos ao bife!”

    Além disso, a direita merdosa que nos coube em sorte já percebeu que o seu pafioso braço político oficial está completamente inoperacional, anémico, castrado, incapaz de se opor com eficácia mínima à geringonça que a chutou do poleiro. É necessário explorar alternativas para combater a geringonça com eficácia, enfraquecê-la e, o mais rápido possível, reinstalar os bons rapazes no controlo do pote. É política pura e dura, disfarçada de intervenção social. O “direito de escolha” de meia dúzia, pago por todos, não passa de pretexto.

  3. Exatissimamente.
    O amarelo no caso do jornalismo também tem outro significado, o do tabloidismo.
    https://en.m.wikipedia.org/wiki/Yellow_journalism

    Ainda mais, quando se analisa o amarelo pelo significado psicológico das cores no comportamento dos consumidores;

    Associação afetiva: Iluminação, conforto, alerta, gozo, ciúme, orgulho, esperança, idealismo, egoísmo, inveja, ódio, adolescência, espontaneidade, variabilidade, euforia, originalidade, expectativa.

    Parte do Cérebro: Sistema de Recompensa

    Efeito: Passa a mensagem de transparência nas negociações ou no objetivo do lucro. Combinado com outras cores significa credibiliade.

    Fonte:http://miltonandrade.com/significado-psicologico-das-cores-no-comportamento-de-consumo/

    Triangulação perfeita!

    Outro caso seria a utilização do termo ” geringonça” já interiorizado pelo jornalismo português, que é mais uma prova do bias generalizado. No entanto aqui a esquerda, ou os defensores deste governo, aceitaram passivamente a designação e até ha um blogue com o mesmo nome. Esta aceitação diz muito do domínio do simbólico por parte da direita, não é uma mera brincadeira em torno de nomes. Pena.
    A critica aos media chegou tarde mas já se justificava ha muito tempo, o que faz impressão e que tenha que ser feita quase sob anonimato, só isto diz bem da gravidade do problema que é ter uma voz livre e independente crítica de certos poderes. O medo venceu-nos a todos.

  4. Por uma justiça corrupta,pois segundo se consta juizes foram pagos através de offshores para indeferir o processo 471/10.7TTCSC do despedimento coletivo de 2010, Casino Estoril.
    Existe também manobras de traficância de influências, basta ver as pessoas que frequentam certas galas, no Casino Estoril, como os média, e certos estratos sociais.
    Tem havido uma certa dificuldade em combater esta injustiça , visto Macau e os maçons convergirem com a mesma intenção de destruir pessoal dos quadros e substitui-los por precários para as mesmas funções.
    A Democracia em Portugal anda e gera-se á volta de muita corrupção começando na casa da Democracia.

  5. até a visão é aquilo que nós sabemos!.este pais só será verdadeiramente democrático com todos esses fdp fora do pais ou na cadeia!

  6. Volto a pedir desculpa a Felicia Cabrita e a M. M. Guedes , que vemos agora faziam um trabalho que honra o melhor jornalismo dos EUA ou Inglaterra e foram , também por mim tão , tão denegridas.
    Merecem que muito pseudo jornalista, tudologo,politico e cidadão anónimo tenha um pouco de vergonha na cara. Lamento que o cidadão comum ponham outras prioridades, a frente do gosto por ser corerctamente informados.

  7. Ó Cristobão

    Diz-me lá qual dessas teses delirantes foi até agora provada.
    A tua Manela também esteve no boato da homossexualidade porque o homem não quis a sobrinha dela, e olha … agora a douta investigação não só não lhe apanhou nenhum “namorado”, como até já o classifica de “sedutor” que “estourou 1 milhão de euros com mulheres” e alguns foram ao ponto de insinuar que teria um filho ilegítimo.
    Aguarda Cristobão, não te precipites, homem. Vais é ter de esperar muito bem sentado, ou deitado, sei lá …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.