Do teatro à farsa

O líder do PSD disse hoje que “a peça de teatro chegou ao fim” e pediu ao Governo para não “fingir mais” e deixar outros fazer o trabalho, caso não o queira fazer.

Antes de rasteirar o Governo

Se o Governo achar que, por qualquer razão, é preciso contrair um empréstimo especial para evitar incumprimento de Portugal no exterior, o Governo tem todas as condições para o poder fazer, e não é o PSD que vai pôr isso em causa. O PSD apoiará isso.

Depois de rasteirar o Governo

40 thoughts on “Do teatro à farsa”

  1. “Queremos lembrar aos portugueses que foi pela mão e a convite do governo PS que o FMI entrou em Portugal”

    Depois de constituir governo (Deus nos livre e guarde)

  2. É isso mesmo, Edie. Acabei de responder isso a um colega meu. Vão bugiar e não ensaiem o cinismo, que só atiça ódios.

  3. Cavaco Silva – pelo seu discurso de tomada de posse, que ficará na história como a mais do que provável causa desta crise política, e a sua comunicação de ontem. PPC – para além de ter desencadeado este processo de eleições a meio do termo, por ter invocado mil e uma vezes a ajuda externa, chegando inclusive a desmistificar o seu impacto negativo no País, devem por maioria de razão ser os parteiros deste novo capítulo da nossa história!

  4. Tem razão!!

    Sócrates tem razão! A economia estava a melhorar há meses! Tudo a descer: desemprego, inflação, dívida publica, dívida externa! Os juros também desciam bastante! As agências de rating não mexiam na Notação da Republica há anos (talvez desde que ele é Primeiro-Ministro), o rating das também EPs estava óptimo! Mas eis que veio a Oposição (PSD) e, de repente, entrámos em crise!!!!!!!!!!!!

  5. Já leram o que dizem os nossos vizinhos sobre O Iluminado Sócxrates?Jornal ABC, secção economia. Um enxovalho …

    http://www.abc.es/20110327/economia/abcp-antipatico-contra-todos-20110327.html

    enrique serbeto
    Día 01/04/2011

    El primer ministro portugués se parece a un conductor que avanza a toda velocidad por la autopista en dirección contraria, convencido que son todos los demás automovilistas los que se equivocan. Los gobiernos europeos y las instituciones comunitarias dan por hecho que Portugal no puede salir de la crisis sin asistencia financiera, pero José Sócrates les contradice a todos diciendo que que el país puede superar sus problemas con sus propias fuerzas. Después de ser derrotado en el Parlamento ha presentado su dimisión y ha lanzado a su partido, el socialista, de frente y a toda velocidad contra la oposición liberal-conservadora, esperando que en el último momento un volantazo de buena suerte le permita dar la vuelta a las encuestas y regresar victorioso.

    Desde que el líder socialista es primer ministro, la deuda del país ha ido aumentando de forma vertiginosa. Solo en 2010 tuvo que pedir 51.000 millones de euros, un treinta por ciento más que el año anterior, y un 50 por ciento más que el precedente. Los intereses que tiene que pagar por los nuevos préstamos son cada vez más altos y las últimas subastas han estado rozando —por arriba—l 8 por ciento de interés. Sin embargo, Sócrates asegura que tiene dinero para pagar estas obligaciones, cuya amortización rebajaría sustancialmente la presión financiera sobre el país.

  6. A esta gentalha do PSD e quejandos pergunto como é que pretende que a História a registe: como perfeitos débeis mentais ou como os mais acabados sacanas que a mente humana pode conceber!

  7. Esta parte é elucidativa!!!!!! Não queria acreditar no que pensam os nossos vizinhos. Que vergonha!!!!! VERGONHA. MUITA VERGONHA.

    Para creer a Sócrates hay que hacer abstracción de las partes más importantes de su biografía. No solo que empezase su carrera política como fundador de las juventudes del Partido Social Demócrata (conservador), sino porque, ya militante socialista, su escasa carrera privada en el sector de la construcción en los años 80 fue una de las más desastrosas de la época. Tuvo que retirarse porque el ayuntamiento de la ciudad de Guarda, para el que trabajaba, lo destituyó por unanimidad antes de que le lloviesen las demandas por la escasa calidad de sus proyectos. Su escandalosa manera de hacerse con una licenciatura como ingeniero teniendo en cuenta que cuatro de las cinco asignaturas las impartía un profesor al que luego otorgó un cargo importante en el Gobierno y la quinta el propio rector de una universidad privada de Lisboa que acabó siendo cerrada precisamente por el cúmulo de irregularidades que aparecieron al investigar el escándalo, o que algunos de los pocos exámenes que constan en su expediente los enviaase por fax desde el despacho de primer ministro o que el título lleve fecha de expedición en un domingo, no le impidió aparecer en televisión defendiendo su honorabilidad y acusando a sus adversarios de inventarse un plan para perjudicarlo.

  8. Não, eu faço parte dos que têm também o “maravilhoso” exclusivo de suportar a vergonha, a miséria e a degradação nunca vista da minha qualidade de vida (e família), que obtive pelo trabalho árduo, e agora e sem qualquer responsabilidade, tenho de pagar penosamente a factura, porque sou governado por um homem e um governo de escroques, suportado e eleito por boys imbecis e ignorantes como o sr. ANIPER. Percebeu?????

  9. O jornalista espanhol deve estar inscrito no PSD, de certeza!!!!! Ou fez o artigo com uma pistola encostada à cabeça. Foi comprado!Ou se calhar pensa pela sua cabeça e diz o que mutissimos portugueses já sabem à muito tempo. Sei lá, um malandro a soldo e débil mental decerto. Desculpem um sacana nojento. Vai-se ver e ainda se descobre que é um PSD travestido de jornalista do ABC.

    Cresce e aparece ó ANIPER subserviente de coluna de gelatina!!!!!

  10. Ó Tiago Luis, portanto se é contra Socrates, já é um artigo forte de considerar, quando eles andavam a dizer que era irresponsabilidade chumbar este PEC IV, (não te vi aqui assim tão indignado) e a elogiar o trabalho do PM, já são todos comprados, são boys são girls, não tem espinha dorsal, enfim os adjectivos do costume…

  11. Digamos que os senhores e damas deste blogue, precisam como pão para a boca do contraditório constante de maneira a acordarem do estado de esquizofrenia em que mergulharam profundamente, porque só devem ler as notas de imprensa e o jornal do PS. Tudo o resto é produto de débeis mentais e sacanas, como eu. Assumo. Não há problema. Estou a escrever do Júlio de Matos, amarrado com os 4 membros à cama e vigiado por três auxiliares.
    Desconhecem estes ilustres adeptos da mentira os 700 mil desempregados e os números da miséria que nos bombardeiam constantemente e que aumentaram com este governo como nunca na história do país nos últimos 150 anos.
    E como v. exªas repetem quer a mentira alegremente, quer a propaganda governamental nojenta sem qualquer descaramento ou vergonha, precisam de uma terapia de choque para perceberem que o país do aspirina b não é o mesmo onde vivem a maioria dos portugueses. Os electro-choques é o próximo passo se este tratamento não der resultado …

  12. ó tiago luis vai mamar na quinta perna de um camelo deves estar mesmo arrasca mas é da ilhós mentiroso sou eu e não digo dessas.

  13. Então e diz-me lá, ó Tiago, que tipo de dificuldades enfrentas por causa do Malvado e sua seita mais a malta do Aspirina? A sério, que de dificuldades percebo eu e é um instante enquanto percebo se estás a falar a sério ou por interposta pessoa.
    Diz lá à malta de que te privou esta crise, para legitimares essa motivação.
    É que eu fico murcho quando enfrento os finais do mês e tu dás ideia de que com tanto arrebitanço tinham que te amarrar alguns cinco membros para te manterem quieto…

  14. bênção da pasta

    o senhor ministro tem a bênção da pasta.
    repito, o ministro tem a bênção da pasta
    não lhe importa quanto gasta
    não quer sequer que lhe digam quanto gasta
    está-se a cagar para o que se cá gasta.
    a regalia a mordomia principal não lhe basta
    a principesca impunidade imoral não lhe basta
    o autismo a esquizofrenia social não lhe basta
    pois se a opulência ministerial não deve ser casta
    gasta o que gasta
    e pronto
    e basta

    o instituto da treta que asila o tio-avô influente e sisudo não basta
    a filha subsidiadamente tonta e prolífera não basta
    o filho pródigo galardoado com um salário chorudo não basta
    a irmã de caridadezinha carnuda o cunhado cornudo não basta
    o primo feito director administrador yes-man sim-senhor não basta
    a assessoria que sustenta o amigo chico-expert não basta
    a amiga artista iconoclasta da inefável praça tiesca insuflável não basta
    o zelador de segredos compadre burgesso barrigudo não basta
    o desfile de despesas ajuda de custo ao entrudo não basta
    o prémio rechonchudo do habilidoso do guloso do jeitoso não basta
    o criado mudo de língua cuidadosamente arquivada em formol não basta
    o tecto que retribui o afecto da amante com periquito e cão não basta
    a obrigação de retenção na fonte feita cumprir pelo mastodonte não basta
    a teta de uma incomensurável vaca a greta aberta à faca não basta
    a reforma daqui a reforma dali a outra reforma de acoli não basta
    a casinha a casa o casarão do passarão o palácio do felácio a quinta
    a sexta a sétima a seguinte não basta
    o mercedes e as sedes
    o bê eme e o delirium treme
    o lexus e os sexus de insuspeitos conexos
    o motorista de sua excelência orçamental que se despista
    e derrapa nos multimilhões alcatroados da autopista
    do carro o escarro que brutalmente nos atira à cara não basta
    a bastonada cirúrgica e justificada pela soberana pancada
    do taco número cinco para o par o birdie o eagle não basta
    o country club elitista exclusivo para gente oca e rasca não basta
    a conta na suíça que nenhum barbeiro consegue aparar não basta
    a negociata o submarino a fragata o cruzeiro a regata não basta
    o off-shore o off-limit o of course o fuck you very much não basta

    o ministro tem a pasta do Que Se Fodam Todos
    ei-lo excelentíssimo reverendíssimo senhor ministro dos engodos
    usando e abusando da sua governação de inspiração pederasta
    financiado pelo programa feder a torto e a direito
    e por uns quantos amigos do partido do peito
    que ao fim e ao cabo
    para elogiar e limpar a ministerial trampa do rabo
    dão sempre jeito

    nada do tudo que tem e do tanto que rouba alguma vez lhe basta
    e toda a decisão dialéctica de poupança se arrasta
    e qualquer hipotética solução de mudança se arrasta
    enquanto o país deriva e se afasta
    enquanto o povo se criva e se priva e se enfrasca
    enquanto ainda lhe dão crédito na tasca
    (já que nos bancos só emprestam uma ferrugenta piasca)
    enquanto a vida se atasca
    enquanto o futuro se enrasca
    porque o ministro detém, detém firme e hirta realmente a pasta
    detém porque a sua experiência é relevante, impactante e vasta
    detém apesar do esforço abnegado e sobrehumano que tanto o agasta
    e afinal mudar é coisa que sempre acarreta uma consequência nefasta
    e para nefasta
    a realidade actual já basta

    o penhor sinistro tem a bênção da pasta
    a bênção é a roca que traz desde o berço maçónico em que nasceu
    ou então foi depois alguém que lha opus deu
    ou a grande puta que o pariu
    ou outra qualquer que ele fodeu
    mas qualquer das hipóteses perdura, não se desgasta.
    depois, para compensar o que gasta
    para recuperar o que nunca jamais em tempo algum lhe basta
    o ministro é o primeiro
    e segundo e terceiro
    e quarto até se de seis estrelas houver
    (pois que se recusa a deitar numa cama qualquer)
    a executar ao povo a sua perdulária canastra
    a aplicar cegamente a lei seca com que a justiça vergasta
    a leiloar todas as coisas relacionadas com amor em hasta

    hasta quando?
    hasta siempre comandante,
    hasta

  15. Desculpe lá Dr. Shark que com esta maluqueira a dar-me cabo da mioleira toda não sabia que o sr. era o psiquiatra de serviço. Julguei estar preso à cama mas afinal estava na cadeira do seu consultório. Pelo que vejo dos seus diplomas deve também ser especialista em arrancar a verdade só com o olhar e a fazer diagnósticos em 10 segundos. Deve ter aprendido com o seu mentor e mestre PINOCRATES. Estou à sua disposição para uma psicanálise à borla. Thanks

  16. De facto o Sócrates não tem culpa sozinho desta crise de 37 anos.

    O Passos tem muita culpa, mas só se foi por ter sido batizado em pequeno, pois que ainda anda de cueiros.

    O Mario Soares tambem não tem culpa porque se entreteve a derrubar o faxismo.

    Portanto sobra a culpa para Dom Afonso Henriques.

  17. Pois, é. E para além desse diploma tenho o mestrado em detecção de embustes.
    E como não respondeste directamente à questão é porque essa tua aflição deve ser por dificuldades mas é em matéria de movimentos peristálticos.
    E eu não tirei a especialidade em conversa de caca.
    Ah, não contes com borlas porque me pareces um caso problemático, com tratamento muito prolongado, e se a crise te alimenta essa energia toda a mim não abre o apetite para o paleio de treta.

  18. Este tiago luis deve ser familiar da camarilha BPN, a ser assim tem toda a razão para estar furioso, pois foi durante uma governação SOCIALISTA, que pela primeira vez, um banqueiro foi preso.
    Vinga-te agora camarada, mas lembra-te que a vida não acaba aqui.

  19. Preso? Está o Madoff na prisão há anos e este está doente, com adiamentos sucessivos nas audiências até que morra para não falar. E o ps é que nacionalizou o banco. Portanto, tudo junto, é a cumplicidade sistêmica a funcionar. Nojo sobre a justiça e o estado português.

  20. shark, já percebeste que quando se colocam as perguntas incómodas, se fica sem resposta? Variante: apontam-se dados incómodos (leia-se, boas notícias para o país, mas com base na actuação do governo) e sai um chorrilho de insultos cegos, descarga de raiva, que isto das boas notícias só faz mal à saúde mental de alguns. Variante: pede-se sugestão de alternativas ou demonstra-se a mediocridade chocante de outras: silêncio outra vez.

    Isto assim não dá luta nenhuma, consegues imaginar uma governação que reflecte esta base social de apoio? Assustador, não? Sobretudo porque os tempos requerem outra coisa, que não esta merda que nos estão a tentar impingir.

  21. caro Shark você anda confuso. Eu sei porquê. A pedrada de neurosocratinite que mete na veia é tão grande e profunda que, vendo-o tão embevecido pelo seu mundo de fantasia, eu não quis estragar-lhe a alegria da crise de psicose e desfazer as alucinações que o trazem agarrado a este pardieiro de ficções e distorções. Eu é que tenho uma certa curiosidade em visitar mundos paralelos decadentes: afinal você está mesmo no edifício principal deste hospício, onde se julga terapeuta da manada dos embusteiros de serviço, com habilidades especiais de adquiridas na universidade independente. Mas, na realidade, se te conseguisses ver ao espelho, percebias que a tua actual posição e mania patológica é andar de cócoras a adorar cada passo do mestre socas e pedir ossanas para a vossa família de marionetas. Não te maço mais e continua que fazes aqui muita falta …

    Ao jcfrancisco, obrigado pela pérola de sabedoria de chinelo, tão enternecedora. Devia procurar ajuda com o Dr. Shark, que de balelas filosóficas (e sobretudo políticas), ele é que é mestrado.

    Tomem os medicamentos … que não tarda ainda vão começar a ver a realidade simples, crua e miserável.

  22. Estes farsantes, que são muitos e cada vez mais os que por aqui vão aparecendo, não passam disso mesmo: farsantes que se limitam a cair para o lado onde lhes começou a cheirar que pode vir “algum”. E depois ainda se atrevem a chamar “coluna de gelatina” àqueles que têm a coragem de manter as suas convicções ainda quando elas vão contra a corrente desgraçadamente dominante.

  23. ANIPER,

    a corrente desgraçadamente dominante só se define em eleições.Por enquanto é só berreiro. E maior será o berreiro depois, se e quando tiverem de levar com esta solução maravilhosa que se aproxima para o país.

  24. Parece que as coisas não estão assim tão fáceis como o PR e seus correlegionários tinham previsto. Como chegar ao ‘pote’ com estas notícias? E a campanha ainda não começou!

    “Sondagem CM/Aximage

    Legislativas: PSD desce e PS sobe
    O PSD de Passos Coelho teria 34,8% dos votos se as eleições legislativas se realizassem hoje.

    17h01
    Nº de votos (12) Comentários (34) Por:A.R.F.

    A sondagem de Abril do CM/Aximage revela que o PS obtinha 28,4 %, o CDS 10,8 %, a CDU 8,5 % e o BE 6,5 %. Em relação à sondagem de Março, verifica-se que os sociais-democratas descem 3,1 %, os socialistas sobem 0,5 %, os centristas sobem 1,9 %, os comunistas descem 2,2 % e os bloquistas mantêm a votação.

    A sondagem revela ainda que em matéria de confiança para exercer o cargo de primeiro-ministro, Passos Coelho e José Sócrates estão praticamente empatados e ambos a aumentarem as suas percentagens. O líder do PSD obtém 36,3 %, contra 35,8 % em Março, e o secretário-geral do PS 35,2%, contra 34,5 % em Março. “

  25. Não maças nada, já vos aturo há uns anos valentes.
    E em matéria de realidade não é um menino com discurso de tia que vai dar-me lições.
    Para além do tal mestrado em detecção de embustes fiz uma pós-graduação em pastelaria e agora como queques ao pequeno-almoço.

  26. Edie, vale a pena fazer as perguntas necessárias para obtermos as conclusões inevitáveis sem termos que escarafunchar-lhes muito o discurso da moda.

  27. Hum. De 42 para 37 para 34, em quê? uma semana? Está a correr bem, sem dúvida. Outra semana assim e temos Passos Coelho a ser corrido. Afinal, já tinha dado o Rui Rio por perdido, mas ainda aparece como o salvador da pátria. Isto vai ser giro.

  28. Era uma vez uma ponte…
    Tinha alguns anos e necessitava de manutenção. Foi nomeado um engenheiro e ele escolheu uma equipa de trabalho. Durante alguns meses essa equipa “trabalhou” na reparação e manutenção da ponte. O fornecedor de cimento enriqueceu, o fornecedor de ferro também, os vendedores da tinta e da madeira fizeram grandes negócios. A equipa escolhida arrancou todo o ferro e cimento da ponte e substituiu-os por água, areia, e madeira, por fim deu várias camadas de tinta para ficar bonito e aguentar o trânsito e as intempéries, durante dois ou três dias, tudo correu bem, choveu pouco, não fez vento, só passavam bicicletas. Ao fim de uma semana, choveu, fez algum vento e passou um pópó, a ponte caiu.
    O engenheiro e a sua equipa de trabalho anunciaram logo que a culpa tinha sido do pópó que nunca devia ter passdo em tempo de chuva, por outro lado o vento tambem era culpado. O trabalho tinha sido o ideal e ninguém lhe sabia dar valor.
    Actualmente o que resta da ponte está para ser demolido, ou reconstruido se aparecer uma equipa de trabalho credivel. Mas o mais incrivel, é que os fornecedores de cimento, ferro, madeira e tinta, onde actualmente pontuam oalguns dos antigos elementos da equipa de trabalho, continuam a tecer rasgados elogios ao engenheiro, dizendo até que é o melhor do mundo.

  29. Era uma vez: que história tão gira! Tens lá mais? E depois tem tanto a ver com a realidade, não é? És um talento!
    Não posso deixar de constatar, porém, que, na tua história, esse engenheiro é um lorpa. Afinal a equipa foi à fartazana e ele nada? Sugiro que reescrevas essa parte. O homem também tem de ter enchido os bolsos, caramba!

  30. “Era uma vez”, estou com a Penélope! É mesmo uma história de fulgurante imaginação que deixa a perder de vista o La Fontaine ou o Esopo! Tens futuro, rapaz! Com essa tão criativa imaginação vais aprender a meter a mão no “pote” em dois tempos! Não te percas! Não te percas e mantem a esperança!

  31. É de lamentar que Passos coelho tenha escolhido Portugal como palco para a sua anedótica representação, mas já deu para perceber que defende com unhas e dentes a vinda do FMI, só ainda não teve coragem de o defender directamente apesar da ajuda do presidente de alguns Portugueses

  32. COMUNICADO

    Gabinete do 1º Ministro

    Faz o Governo saber que, até nova ordem, e tendo em consideração a actual situação das contas públicas, como medida de contenção a luz ao fundo do túnel foi desligada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.