3 thoughts on “Coisas que Passos tem para dizer a Portas, ou Portas a Passos, sabe-se lá”

  1. Estes dois estão a dar um belo espectáculo, e ainda há quem pense que uma coligação PSD/CDS é garantia de um governo estável e forte…

    Ainda não ganharam coisa nenhuma e já não conseguem disfarçar o que de facto lhes interessa, a guerra à volta do número de ministérios que caberiam a cada um numa futura coligação. E para ajudar à festa, o Portas insiste que está preparado para ser primeiro-ministro. Pela forma como fala, devem bastar-lhe para aí uns quinze por cento dos votos, junta-lhe a sua vasta experiência governativa (e que experiência!) e deve ser suficiente para se sentir em pé de igualdade com o Passos. Até porque os votos no CDS têm outra qualidade, foram conquistados com muito trabalho, como ele diz.

    Por outro lado, o Passos já mostrou que, ao contrário da imagem que tenta passar de calma e serenidade e tal, basta ser contrariado, até por uma simples cidadã anónima, para lhe estalar o verniz.

    Portanto, isto promete. Se ganharem vai ser lindo, e se perderem, o festival de acusações mútuas, lindo será. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.