Coimbra é uma lição

Luís Filipe Menezes afirmou que foi afastado da presidência do PSD por ter sugerido um inquérito à supervisão bancária. Luís Filipe Menezes é médico e actual Presidente da Câmara de Gaia. Marco António Costa afirmou que Menezes foi afastado da presidência do PSD por ter pedido uma investigação ao BPN. Marco António Costa é Vice-Presidente da Câmara de Gaia e Presidente da Distrital do PSD/Porto. Joaquim Coimbra foi identificado como o elemento da Comissão Política de Menezes que se demitiu em consequência da proposta de inquérito à supervisão bancária. Joaquim Coimbra é empresário em diversos sectores de actividade, grande accionista do BCP e BPN, com papel preponderante tanto no BPN como na SLN. Foi director distrital de campanha de Marques Mendes nas eleições contra Menezes, elemento da Comissão Política de Menezes, mandatário distrital de Manuela Ferreira Leite nas eleições internas e é membro do Conselho Nacional do PSD.

10 thoughts on “Coimbra é uma lição”

  1. Começa-se a compreender porque é que Socrates tem de ser destruido e afastado da governação.É o “vale tudo”. Até embirrar com o “Magalhães”. A chamada esquerda verdadeira e a cabeça brilhante de Alegre, ajudam, valentemente , a transportar o andor da revolta do povo. Quero dizer, do POLVO!

  2. por isso é que a ferrugenta quer 6 meses de ditadura, prorrogáveis, punha tudo no sítio, o país devidamente vendido em saldo, os bloggers na prisa,

    e o respeitinho de volta, acima de tudo!

    Quem começou a falar disto das offshores foi o Louçã há 10 anos mas não tenho visto que medidas ele propõe agora.

    ——–

    Valupi, tenho ali meio incal, o outro meio espero que esteja algures como compete, os deuses tratam desses aspectos

    o BPN dentro da CGD deve ser um ovo das trevas

    (se o presidente vai de necro-sonda, se bem me lembro acaba num ecrã de televisão com patas de aranhiço)

  3. O primeiro diz que sugeriu ( a quem, quando, onde?)!

    O seu vice – o tal que sabia de muitas coisas mas que afinal não disse nada – vem dizer que afinal, o Menezes, não sugeriu mas que propôs (continuam a não dizer a quem, onde nem quando)!!

    Estranhamente Marco António saíu dos braços dum dos mais polémicos pelouros da Câmara do Porto, em choque com Rui Rio, tido como político sério e disciplinador, e saltou para os braços de Menezes!!!

    O resto já é por demais conhecido para voltar a falar no assunto.

    Quem mente? Quem fala verdade? Zangam-se as comadres…

  4. Valupi, eu começo a achar que esta investigação sobre o BPN ameaça acabar com o PSD inteiro. Não se salva ali nada. Mas somos um país de brandos costumes.

    Se os bandidos do BPN fossem uma máfia ligada ao PS, não se ouvia em Portugal falar de outra coisa de manhã à noite nos jornais e tv.

    O que vale é que no PSD há sempre quem quebre a loiça e ataque os outros. Se não, não sabíamos nada daquele coio de trafulhas e corruptos.

    O Constâncio, por ele, acendia o cachimbo e jogava a saída siciliana de Alekhin, variante Kasparov, e nunca mais se ouvia falar de Oliveira e Costa nem de porra nenhuma.

  5. Deus te oiça Nik, e o psd esboroe como merece, pó.

    O Constâncio a bem da verdade tem que deixar os dossiês grafados e largar, é como aquela coisa da ponte de Entre-os-Rios, provavelmente o Coelho não tinha grande culpa no cartório, mas a ponte caiu e ele demitiu-se com aquela célebre frase ‘a culpa não morre solteira’, que até então não fazia parte do meu catálogo.

    Agora caiu o BPN, um ovo de trevas dentro da caixa a chupar 1000 milhões de euros. Mas que porra é esta? Pensei e pensei e o dinheiro não evapora, se saiu de um lado entrou em outros, onde foi parar?

    Valupi: tenho o laser à mão

  6. Mario, exactamente. Para embirrar com o Magalhães, há tempo e energia. Para limpar o próprio partido, nem uma linha.
    __

    Z, é curioso como o Louçã, cercado por uma máquina partidária que reúne milhares e milhares de pessoas, onde se incluem técnicos e especialistas de tudo e mais alguma coisa, não consegue passar além do palavreado.
    __

    teofilo m., boas perguntas…
    __

    Nik, também acho. Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Arlindo Cunha, Duarte Lima, Joaquim Coimbra, etc. e etc., correspondem ao núcleo do PSD. Reforça a tese de que este partido não consegue fazer oposição por se limitar a ser uma central de negócios, não tendo qualquer outro objectivo.

  7. pois é, que estranho, ainda por cima superhabilitado no domínio dessa linguagem

    olha nós aqui vamos despachando tudo, tv pq a tese de doutoramento dele foi sobre as ondas longas do capitalismo, tem um gajo começado por K. a surfar umas ondas, mas isto agora é ondas curtas, alta frequência, não?

    shannon revisited

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.