Carolas da RTP, vamos lá marcar uma reunião e resolver este problema

A série Mad Men estreou ontem, sexta, na RTP 2. Há uns meses falei nela. Duas vezes.

Pois bem, há um problema grave na RTP e eu, magnânimo, estou disposto a reunir-me com os carolas. Alguém que tenha poder para dar um murro na mesa, um pontapé na cadeira, uma cabeçada na porta. Porque temos de resolver o problema. A série Mad Men é das melhores coisinhas que 3,7 mil milhões de anos de evolução criaram neste planeta. Apela a homens e mulheres por igual, conhecedores do meio ou ignorantes, cultos ou a caminho. É uma série que merece o horário nobre, seja lá o que for que isso ainda queira dizer. É prazer que não se quer mais largar, que dá que falar, que chama anunciantes, que dá dinheiro a ganhar a quem gastou dinheiro a comprar. E que fizeram os carolas da RTP? Estrearam-na no canal 2 na pior altura do ano. Na altura do refugo, das séries requentadas, dos enlatados fora de prazo, o mês de Julho. E nem sequer repetem durante a semana, quem não viu um episódio não o volta a ver. Mais valia que estreasse directamente na RTP Memória, sempre teria alguma dignidade. Que se passa? Quem é esta gente? Que cigarrinhos para rir, marados, andam a fumar? Estamos perante o equivalente a usar o space shutlle para viagens entre Lisboa e Almada. Se o Obama sabe disto deixa de nos falar. É a decisão mais estúpida na televisão portuguesa desde a interrupção do Pato com Laranja em 1983.

Marquem a reunião e eu prometo ajudar-vos a dar valor ao que trazem do estrangeiro, mas tem de ser à tarde. Nós, os autênticos mad men, raramente conseguimos ligar sujeitos à sua falta de predicados antes do meio-dia.

6 thoughts on “Carolas da RTP, vamos lá marcar uma reunião e resolver este problema”

  1. As duas primeiras séries a preço da chuva na Amazon UK. Foi o que fiz, pois vi logo que a RTP ia fazer merda. E é de facto uma magnífica série. Ao lado dos Sopranos e do Curb no meu pódio de eleição.

  2. Ainda não me dediquei ao Curb, primo. Estás a acelerar esse evento.
    __

    Rita, os teus desenhos estão cada vez melhores.
    __

    Joao, pois é.

  3. Primo: podes comprar na Amazon co uk as seis séries do Curb numa caixa maravilhosa ao preço a que custa duas séries do Curb na FNAC. O Larry David é um génio.

    Quanto ao Mad Men, há uma cena que descobri: que mais importante do que ter uma boa ideia é conseguir vendê-la. Não, não é isso. Uma ideia só é boa se for vendável. Nem sequer sobretudo: só.

  4. Irei comprar lá o Curb, sim. E também o Mad Men, que tenho só em cópia pirata.

    Quanto a isso das boas ideias, é exactamente como dizes. Ao limite, nesse contexto do marketing, as ideias valem o que valer o vendedor. Nada de mais lógico, de resto. Mas os pressupostos psico-sociológicos estendem-se a outras categorias mais cagonas, como a arquitectura, por exemplo, onde as regras são as mesmas: a lei do bullshit.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.