Bocas santas fazem milagres

Reagindo às declarações de Almeida Santos e Carlos César, Bagão Félix, que participou na quinta-feira na reunião do Conselho de Estado, referiu à Lusa que “não quer contribuir para o ruído”. “Não podendo revelar nada” do Conselho de Estado, por razões de sigilo a que estão obrigados os seus membros, o ex-ministro afirmou que “sabe bem o que disse no Conselho de Estado” e acrescentou que mantém “evidentemente” as declarações sobre Sócrates. “O que está dito, está dito”, frisou, alegando estar “absolutamente consciente e seguro” de que da sua “boca não saiu uma palavra sobre o Conselho de Estado”.

Fonte

25 thoughts on “Bocas santas fazem milagres”

  1. Desta direita imbecil que desde sempre tem sido a desgraça desta terra o que seria de esperar?!!!!

  2. Tendo razão ou não, Bagão Félix deveria ter-se mantido calado. O que se passa nas reuniões do Conselho de Estado é de carácter sigiloso, como é sabido. Mas adivinhem lá quem foi a primeira pessoa que se referiu a algo que foi (ou não) discutido no Conselho de Estado. Pois é, José Sócrates.

  3. O que foi dito ou não no Conselho de Estado, se Sócrates mentiu ou não, para mim, está fora de questão. Ouço muitos opinadores e jornalistas a fazerem análises e não vão ao fundo da questão. Sei que se fosse o inverso – Sócrates ou alguém do PS – a revelar o que Bagão revelou, a imprensa portuguesa nunca mais deixava fugir tal notícia. Em todas as páginas dos jornais, a toda a hora que abrissem os canais de televisão, lá vinha, delatores no PS, não sabem comportar-se como conselheiros do Estado.
    Se eu fosse membro do Conselho de Estado, se Bagão continuasse a integrar esse mesmo conselho, eu pedia a renúncia por que não estava para me sentar entre delatores. Mesmo sabendo que é isso que Cavaco Silva quer. Não há melhor maneira de reinar que criar a divisão

  4. Com Bagão em conselheiro de Estado, Sócrates, Mário Soares, Almeida Santos e Carlos César deviam pura e simplesmente pedir a renúncia de conselheiros. Chega de paninhos quentes.

  5. acho que o balsemão já tinha posto isso a circular no expresso e todos os conselheiros de estado afectos à presidência fazem ganchos na comunicação social

  6. nova táctica dos boys de belém a passar rasteiras, encomendam perguntas sobre assuntos secretos para os jornaleiros fazerem nas entrevistas ao primeiro ministro, se não responde é verdade e se responde está a mentir. com o cagão feliz em conselheiro nacional já só falta desligar a luz e ligar a rega.

  7. “O primeiro-ministro ou sofre de surdez, o que não é o caso, ou estava distraído, ou é mentiroso.”

    Isto não são declarações admissíveis de um membro do Conselho de Estado. Já devia ter sido corrido, mas em vez disso, tem as costas quentes, que o tio Cavaco e seus amigos já se portam como donos disto tudo.

  8. qual é o interesse da pergunta? rasteirar e alimentar discussões de caracter, as tais campanhas limpas que belém fomenta.

  9. “Passos Coelho quer crescer a 3,5% ao ano para austeridade valer a pena”

    Por falar em milagres. Esta frase é o espantoso título desta notícia. Não percebo como é que uma notícia destas não abriu os telejornais, nem sequer vi ninguém comentá-la. Então, estamos em pré-campanha, o País está como está, o homem tem uma receita milagrosa com a qual contraria todas as previsões de recessão, promete resolver rapidamente um dos mais graves problemas da nossa economia e ninguém o leva a sério?
    Se calhar até há aqui um engano qualquer, é que isto parece coisa de quem anda a vender ilusões e, como toda a gente sabe, vender ilusões não é a especialidade do PSD e muito menos do Passos Coelho.

  10. guida,

    o meu palpite é que alguns órgãos da CS já censuram o que o homem diz, porque não calha aos interesses do patrão (não sei se me fiz entender).

  11. Esse PPC a começar a prometer, tal como o Pinocrates, também não irá longe, bem, o Pinocrates ainda lá está. Será que mentir na descarada com promessas ,dá frutos? Parece que sim.

  12. O conselheiro maçarico é uma bosta fresca de gaivota que acaba de se esborrachar na gravata do Estado. Mas o porcalhão que a usa nem nota o cheiro, nem se vai preocupar em limpá-la.

  13. edie, se calhar tens razão. Uma coisa é certa, se fosse Sócrates a fazer tal promessa, apareceria escarrapachada em tudo o que é sítio. E não faltariam economistas e outros especialistas a comentá-la.

  14. VEJAM QUEM SÃO OS MEMBROS DO CONSELHO ESCOLHIDOS PELO PR:

    Designado pelo Presidente da República Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa
    Designado pelo Presidente da República Maria Leonor Couceiro Pizarro Beleza de Mendonça Tavares
    Designado pelo Presidente da República João Lobo Antunes
    Designado pelo Presidente da República António José de Castro Bagão Félix
    Designado pelo Presidente da República Vítor Augusto Brinquete Bento

    Quantos do PC?
    Quantos do BE?
    Quantos do PS?

    Não é nada tendencioso este rapaz!!!

    Artigo 2.º
    (Composição)

    O Conselho de Estado é presidido pelo Presidente da República e composto pelos seguintes membros:

    a.O Presidente da Assembleia da República;
    b.O Primeiro-Ministro;
    c.O Presidente do Tribunal Constitucional;
    d.O Provedor de Justiça;
    e.Os presidentes dos governos regionais;
    f.Os antigos presidentes da República eleitos na vigência da Constituição que não hajam sido destituídos do cargo;
    g.5 cidadãos designados pelo Presidente da República pelo período correspondente à duração do seu mandato;
    h.5 cidadãos eleitos pela Assembleia da República, de harmonia com o princípio da representação proporcional, pelo período correspondente à duração da legislatura

    Presidente da República (Presidente do órgão) Aníbal António Cavaco Silva
    Presidente da Assembleia da República Jaime José Matos da Gama
    Primeiro-Ministro José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa
    Presidente do Tribunal Constitucional Rui Manuel Gens de Moura Ramos
    Provedor de Justiça Alfredo José de Sousa
    Presidente do Governo Regional dos Açores Carlos Manuel Martins do Vale César
    Presidente do Governo Regional da Madeira Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim
    Antigo Presidente da República eleito António dos Santos Ramalho Eanes
    Antigo Presidente da República eleito Mário Alberto Nobre Lopes Soares
    Antigo Presidente da República eleito Jorge Fernando Branco de Sampaio
    Designado pelo Presidente da República Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa
    Designado pelo Presidente da República Maria Leonor Couceiro Pizarro Beleza de Mendonça Tavares
    Designado pelo Presidente da República João Lobo Antunes
    Designado pelo Presidente da República António José de Castro Bagão Félix
    Designado pelo Presidente da República Vítor Augusto Brinquete Bento
    Eleito pela Assembleia da República António de Almeida Santos
    Eleito pela Assembleia da República António d’ Orey Capucho
    Eleito pela Assembleia da República Manuel Alegre de Melo Duarte
    Eleito pela Assembleia da República José Joaquim Gomes Canotilho
    Eleito pela Assembleia da República Francisco José Pereira Pinto Balsemão

  15. E o senhor Pesidente e os restantes conselheiros vão fingir que nada se passou? Mas o que é que se passa neste país? Mente-se, insinua-se, ofende-se, bufa-se, e nada acontece? É caso mesmo para pedir socorro, embora sem grande esperança que alguém nos ajude.

  16. estiveram os dois mal, é claro. sócrates porque revelou o que não foi discutido (tenha sido ou não), o outro ainda pior, ao condenar, informando que o foi. as afirmações de bagão félix exibem uns raciocínios de uma burrice insuportável.

  17. Desculpem -me os que não ouviram bem esta parte da entrevista. Sócrates foi apanhado desprevenido pela pergunta da jornalista, pergunta essa que só alguém participante da reunião do CE poderia ter passado á senhora. Sócrates não respondeu. Apenas lhe perguntou como é que ela falava num assunto de que ele não tinha memória de ter sido discutido no CE. Portanto, parece claro que quem prevaricou do seu dever de não revelar assuntos de Estado foi, de facto, Bagão Felix. Parece ( pelo que disse Felix e Capucho)que o assunto terá mesmo sido discutido ou abordado mas Sócrates nunca poderia ter dado uma resposta à jornalista proque , então , teria sido ele o acusado de fazer revelações que estão sob segredo de Estado .

  18. Eu acho que nestas coisas mais complexas do sistema democrático só deviam permitir o acesso a gente crescidinha, sobretudo na tola, e de preferência sem as mãos a federem negócio sujo.
    O abandalhamento que a inclusão de rapazolas como o Bagão ou de malabaristas como o Loureiro representa para a Democracia é notório e não perde a direita ou esquerda, flixa-se o mexilhão do costume, essa desgraçada que caiu nas unharras de gajos como o Boliqueimas incapazes de perceberem a dimensão da coisa e as repercussões potenciais das suas birras, das suas leviandades e dos seus esquemas interesseiros e oportunistas de simples manipulação das peças no xadrez de um poder que, por este caminho, só pode mesmo acabar na rua…

  19. ap santos, sim, o deslize de sócrates é menor, embora ele devesse estar bem treinado ao fim destes anos todos para saber responder “sobre o conselho de estado nada lhe posso dizer”, pelo que a sua resposta é insólita. seja como for a saída de felix é um asco, além de padecer de uma argumentação sem pernas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.