13 thoughts on “A vida começa aos 64”

  1. Parabéns a este italiano que bem merece !
    E o Mourinho que arranque os cabelos porque uma assim não foi capaz de fazer !!!

  2. Merecido. E fez mais pela democracia do q o pipol julga, o dinheiro nao ganha campionatos nem consegue perverter a essencia do jogo. Eu ganhei uma Taça Silva Santos em juvenis e tinhamos una equipa unida, working class com cheiro a chole q ninguém de fora podia entrar no balneário e quando iamos jogar fora e éramos insultados e perdíamos, invadiamos as bancadas. E isto porquê? Ora bem,- e agora introduzo a parte de que o futebol é um espelho da sociedade (Central de Cervejas)- nada mais de que o reflexo da falta justiça que grassa neste país de football association e chitos organizados pelos órgãos de comunicação associal que depois vão para o tuiter darem uma de ya meu.
    O conceito do Guardiola também não está mau, mas é totalitário, furta-se ao dialogo e ao risco e todos tem que mudar menos ele. Claro que quando funciona aquilo é uma utopia tornada realidade. Mas foda-se um gajo tem que trincar uma bucha de vez em quando caralho, não é só espírito.

    Leicester, vamos à Champions caralho!

  3. constitui um exemplo de saudável ambição, de liderança e de educação, entre outras virtudes e os muitos defeitos que possa ter! o mais certo é que o feito nunca mais se repita, mas tem lugar garantido na história do desporto!

  4. este resultado, alcançado por um treinador que andou por grandes equipas e pouco ganhou,diz-nos que trabalhar sem pressão (nada de pedir titulos) é a sua praia.parabéns.os clubes pequenos, também têm direito a ser felizes!

  5. quem quizer ver uma exposição, de discos dos beatles, é favor dirigir-se a viana do castelo (museu do traje).autor :vitor coutinho.

  6. era bom, que o governo não cedesse aos colegios privados. onde houver escola pública,não pode o estado financiar essa gente com dinheiro do povo.quem não quer “misturas” que vá para a “que os pariu” mas não à nossa custa!

  7. Vendo o Ranieri só penso que pela idade não há que fechar as portas, sempre há esperança, no entanto os triunfos não se improvissam venhem de trabalho de longa data, por vezes não se consigue nada mas os que teimam são os quem pode chegar o topo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.