14 thoughts on “A rua é de quem a limpa”

  1. sim. e mais: a rua, antes disso, é de quem não a suja. :-)

    (agora fiquei a pensar na personalidade que os sapatos, ou melhor dizer os calcantes, possam ter)

  2. E os ingleses nunca choram.
    Nem quando atacados pelas voadoras do Hitler, nem quando os filhos morrem no Afeganistão, nem quando são atacados no Algarve.
    Contrariado, mas voto nos ingleses.

  3. Vega 0009,

    ganhastes, há um “preto” ou um “negro” ou o que V.X quiser, sorridente por estar entre os brancos. E depois o outro é um trouxa, pela sua observação?

    Há racismo, e muito, mas esta história não dá para esticar por amadores, pois a realidade de Londres não é facilmente absorvida do canapé de Lisboa.

  4. Tens razão ó Vega, de facto está lá um não europeu.
    Já naquelas cenas da alva Albion que a televisões transmitiram vi uma proporção de bolicaos bastante razoável mas, ainda assim, uma grande minoria.

  5. oh carapau! e quem te disse que o colorido não é europeu? de resto raça europeia pura, só conheço as leiteiras holandesa, suíça, jersey, guernsey, ayrshire. …

  6. Eu cá, vândalos de cara branquinha como a neve foi o que vi mais na TV…
    E morreram 3 sikhs às mãos de alguns…

  7. Já em Abril cheirava a esturro – fecharam algumas bibliotecas municipais. E outros serviços públicos. Muitas vezes não se pode pensar: não dá lucro fecha-se. Há muita coisa que não dá lucro mas não se deve fechar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.