4 thoughts on “A receita para uma maioria (fartamente) absoluta do PS”

  1. Se essa for a receita para a tal maioria absoluta, então o PCP e o BE vão mesmo mesmo aprovar o OE, e os professores ficam a chuchar no dedo.

  2. Francisco, não preciso de acreditar. Estava só a sugerir que esse cenário – os professores levarem ao chumbo do Orçamento e consequente demissão do Governo – era perfeito para que o PS conseguisse a maioria absoluta.

  3. Muito ao estilo dos que sugerem que o cenário em que Socrates é corrupto era perfeito para lhe conseguir uma pena de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.