A culpa é da testosterona

É a mais convincente explicação para a crise financeira americana: testosterona. Óbvio. Os homens erram sempre que pensam só com os túbaros, é fatal. Desta vez conseguiram dar cabo da economia mundial, naquela que ficará como a real fuck of the century. Mas onde está o problema, está a solução. No artigo aventa-se a possibilidade de as mulheres fazerem investimentos mais cuidadosos, ou de menor risco. Uma Wall Street maioritariamente feminina não teria chegado a este buraco, é a tese. Ora cá está outra vantagem do estrogénio, surpresa. O mesmo se diz, já agora, de qualquer papel de liderança: onde há mulheres a mandar, há melhor ambiente de trabalho e, consequentemente, mais produtividade.

Tudo isto é probabilístico, entenda-se. E requer níveis de educação, espírito competitivo e mobilidade social à americana. A Manuela Ferreira Leite não me deixaria mentir.

10 thoughts on “A culpa é da testosterona”

  1. Caro Valupi, não será por aí. Basta ver aquela rapaziada lá de Wall Street, as barriguinhas proeminentes dos anciãos, o ar atrofiado dos menos anciãos para perceber que não é a testosterona a responsável pela coisa.
    Porque, em verdade lhe digo, até a Odete Santos tem mais testosterona que aqueles rapazes.

  2. Por “foda do século” entenda-se “foda de vários séculos” ou coito interrompido para fazer gozar a dona Democracia e os seus filhos ilegítimos e fique sabendo o autor do poste que mulheres com tomates como a padeira de Aljubarrota há aos montes e isto

    http://www.youtube.com/watch?v=S27yitK32ds

    na falta de melhor porque o subterrâneo mete medo a muita gente demonstra que nem todas se palinam, ora, ora.

  3. Dispendioso Comendador, a Odete Santos tem mais testosterona do que um boi cobridor.
    __

    Miguel Mata, essa senhora que trouxeste também não tem falta de túbaros.
    __

    adelaide, ok.
    __

    Nik, perguntas bem. Era porreiro que ela te respondesse.

  4. a susana tem andado soterrada debaixo do trabalho e demais assuntos que foi deixando pendurados enquanto andou algum tempo dependurada nos blogues. lê regularmente o aspirina, que eu sei, mas evita comentar para não prolongar suspensões. vai deixar o aspirina por não fazer sentido estar não estando, mas ainda não encontrou vagar para escrever a sua lacrimosa despedida.
    subsidiariamente, o tema dos coruchéus foi bem trazido. tanto quanto sei a ideia original era atribuí-los a artistas promissores em início de carreira, por um período limitado. assim, previa-se a renovação: era apenas uma ajuda para um começo de carreira, numa área profissional em que se trabalha por conta e prejuízo próprios na construção de eventuais bens culturais. afinal eles ficaram lá para sempre, mas não só; há até casos em que as viúvas dos senhores ocupam o espaço como lhes apraz, podendo mesmo servir apenas para arrecadar coisas. entretanto a coisa vai-se resolvendo oferecendo ateliers a elementos da comunicação social que “também pintam”.
    é verdade que não se pode residir nesses espaços, embora algumas pessoas o façam pelo menos temporariamente. os espaços de belém são um bocado mais significativos, porque de maior dimensão e localização especial: são grandes pavilhões junto à marginal (chique!) e pelo menos o lagoa henriques vivia lá à pála. mesmo assim parece-me um pouco diferente no princípio, na medida em que pode resultar de uma política de protecção às artes. nesse caso, no entanto, a oportunidade deve ser dada às sucessivas gerações e sobretudo àqueles que não conseguem ainda a subsistência pelo seu labor artístico. enfim, deve ser tudo acompanhado de perto e rigorosamente avaliado. há ateliers entre estes cujas portas raramente são abertas. que desperdício.

  5. Há quem diga: «Está é mais que na hora das mulheres assumirem o comando.»

    Mas isto é de partir a moca a rir… pois nós actualmente vivemos na ‘Idade de Ouro’ dos homens!!!!!!
    De facto, as mulheres – muito justamente – possuem toda a Liberdade e Independência… mas isso é Totalmente Irrelevante para os homens!!!!!!

    O que é Verdadeiramente Importante é o seguinte: por todo o mundo, as sociedades ‘penalizadas’ com incapacidade de renovação demográfica são precisamente as sociedades aonde as mulheres foram dotadas de toda a Liberdade e Independência: ou seja, as sociedades ‘penalizadas’ com incapacidade de renovação demográfica são precisamente as sociedades aonde as mulheres possuem um maior peso/força de decisão!… Consequentemente, as mulheres perderam toda a autoridade moral de reivindicar, para elas, o Monopólio da Decisão de quem é que possui (e de quem é que não possui) o Direito de ter filhos!!!!!!

    Já agora, aproveito para divulgar este apelo em divulgação na internet:
    – ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária!

    Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
    No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade.
    De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver http://tabusexo.blogspot.com/.

    Com o fim do Tabú-Sexo a percentagem de machos sem filhos aumentou imenso…
    As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!
    Isto é, estas sociedades não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!!!
    Isto é, os machos ( dotados de Boa Saúde ) rejeitados pelas fêmeas devem possuir o legítimo Direito de ter acesso a ÚTEROS ARTIFICIAS.

    PS
    Alarmado com o número muito elevado de solitários, o governo Sérvio quer “importar” 250 mil noivas para solitários…
    Um contra-senso óbvio: de quem critica a repressão dos direitos das mulheres, e em simultâneo, procura resolver os seus problemas demográficos recorrendo a povos aonde a repressão dos direitos das mulheres proporcionou uma boa produção demográfica!!!

  6. A poesia é arte, Susana. Dizem que a prostituição, a política ou a sociologia também. Protecção aos artistas tem que ser equitativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.