nota: nunca fazer as coisas à pressa sob pena de se ser obrigado a adendas e correcções

Os menos distraídos terão assinalado uma alteração ocorrida, ontem, na barra lateral do blog, secção Autores. Aparecem, agora, os nomes dos participantes sem qualquer distinção hierárquica. Isto aconteceu na sequência do pedido que o Fernando me dirigiu: que retirasse o seu nome e o do Jorge Carvalheira da coluna dos activos. Com este gesto caiu-me definitivamente a moedinha. Desde o anúncio da sua saída, surgido no blog, até aqui, e apesar de o Fernando, posteriormente, ter respondido à minha incredulidade reiterando a irreversibilidade da sua decisão, tudo me pareceu tão improvável que mantive alguma esperança; era apenas um capricho transitório, coisa de artista. Enganei-me.
Ao mexer nos arquivos aproveitei para efectivar outra mudança, já por nós decidida antes da saída do Fernando. O Daniel e o José tinham permanecido nesta condição, anterior à mudança de plataforma, por serem seus convidados. A Isabel tinha obedecido à mesma ordem de ideias. Mas não tinha sentido. Independentemente de quem administra, na página oferecida aos leitores os contributos equivalem-se. Todos concorrem para a diversidade que nos faz e que apela a quem nos lê, numa relação simétrica de heterogeneidade. O Fernando saiu, os seus convidados ficaram, mostrando a vontade de continuarem connosco. À medida dos desejos e do estar bem de cada um, um blog vai acontecendo. Uns saem, outros ficam. Outros ainda, por agora insuspeitos, poderão cá chegar. Um blog é egoísta e narcisico: antes do vosso, existe para nosso prazer.

9 thoughts on “nota: nunca fazer as coisas à pressa sob pena de se ser obrigado a adendas e correcções”

  1. A título de curiosidade,não é possível saber-se alguns dados biográficos sobre os colaboradores deste blogue,como por exemplo,profissão, naturalidade? Confesso que sou um bocado”naba”nestas coisas de máquinas, mas parece-me que não consigo encontrar nada por aqui.

  2. susana,
    li e fiquei a pensar. Este teu texto de apresentação está mesmo a pedir a locução do Eládio Clímaco e um suave tema musical em fundo. Achas mal?

  3. lia, a informação biográfica sobre os colaboradores do blog terá que depender dos mesmos, se cada um o desejar.

    rvn, nem mal nem bem. porquê?
    (e não é um texto de apresentação. é apenas uma nota, como o título indica. aviada antes de sair para jantar, não fosse alguém desatar a estabelecer paralelos entre a saída do fernando e a alteração, que já tinha proposto antes e com a qual ele tinha concordado.)

  4. mas eu estou calma, rvn, e percebi que era piada (com o eládio clímaco é sempre piada…). só não percebi a quê, fiquei curiosa. e continuo.

  5. RVN…concordo…daqueles hits q se ouvem no elevador (e apanas ai) ou os bestsellers do Ricardo Clayderman tocadas a 4 mãos com um outro qualquer pianista. Eu acho q o E Clímaco toca piano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.