Que raio fará o «democrática» junto à esclerose?

Paulo Rangel representa, para mim, a direita alergénia (vou manter o vocabulário médico) da nossa praça. Ouvi-lo ou lê-lo pode causar-me urticária, menos mal quando é apenas impaciência. De qualquer maneira, é sempre de evitar. Não acrescenta nada de bom à nossa vida coletiva. Perdeu uma vez as eleições para líder do PSD, contra Passos Coelho, talvez por excesso de estridência e falta de consistência (não é que Passos a tivesse), eles lá saberão, mas, premiado com o Parlamento Europeu, reciclou-se de bom grado em mata-mouros. É engraçado, porque, ao mesmo tempo, também é uma espécie de Dona Albertina de barba. E é ainda uma espécie de Nuno Melo do PSD. Não na argumentação ao estilo «juridiquês», a lembrar traça de compêndios de direito e a tender para o pesado, que Melo, mais play-boy, não consegue usar, mas no estilo trauliteiro, algo imaturo, exibido nas confrontos políticos. Basta vê-lo no programa Prova dos Nove. Pode até começar em jeito «racional», mas depressa regateia, arremeda, aldraba, mete o turbo e não se cala. Ouve o Pedro Silva Pereira como quem ouve o papá, a quem reconhece razão, mas logo se torna «respondão», porque tem de ser. Muito a custo a Constança o acalma.

Depois de, há uns anos, desvairado com Sócrates e pensando interpretar o espírito do PSD, ter inventado a «asfixia» democrática (ou seria a claustrofobia?), vem agora com a «esclerose democrática» (ver artigo de opinião, hoje, no Público). Parece que, para não ser acusado de amante ou saudosista do antigo regime – anti-democrático, como sabemos – coisa que o seu aspeto e postura facilitariam, ou, sabe-se lá, para  ninguém pensar que está a mandar os opositores literalmente para a cova com maleitas graves, tem o cuidado de apelidar de «democráticas» as patologias que diagnostica nos socialistas. Assim, a asfixia e a esclerose são coisas más, mas sempre democráticas, atenção.

Excerto em causa, para quem não consegue aceder ao Público:

“Ainda antes de claudicar por razões políticas, o costismo dá sinais de degenerescência e esclerose democrática que o desvendam como um neo-socratismo.”

Ouvindo e vendo Paulo Rangel, percebe-se bem quem é o esclerosado, o inflamado e o endurecido crónico, o petrificado, o disco partido, que, não há remédio, desvenda e desvendará socratismo em todo o lado. Este homem almeja dar show, mas, dada a via seguida, é show de palhaço.

12 thoughts on “Que raio fará o «democrática» junto à esclerose?”

  1. paulo ragel é :
    – enjoativo-mal-educado-intragável-regateiro-mau-caracter.

    Não se enxerga no super-ridículo e obsessivo agitar das mãozinhas com os dedinhos diminutos em riste.
    Coça a cabeça com a ponta da unha e olha para a câmara como a obter aprovação dos dislates.
    Uma total falta de saber estar e dizer.
    Tem ainda uma voz imprópria para debate.

  2. o rangel, como ainda está com contrato a prazo na firma: passos & passos limitado, quer mostrar serviço, e por isso , argumenta sempre com a faca na boca, numa pose pouco condizente, com o seu ar meio “apaneleirado “

  3. “La decisión se entregó tras que el Presidente panameño, Ricardo Martinelli se reuniera con el Primer Ministro portugués, Pedro Passos Coelho, quien le manifestó que Panamá no es considerado por su país como un paraíso fiscal, luego que el mandatario centroamericano le solicitó retirar a Panamá de una lista interna que tiene Portugal como régimen de tributación privilegiada.”
    http://www.icndiario.com/2013/08/02/panama-deja-de-ser-paraiso-fiscal-para-portugal/#.VxVw9_xzlXM.twitter

  4. Ó Penélope
    Eu acho que posso ajudá-la a desvendar o mistério dos termos médicos que a bichona Rangel usa.
    Cá pelo Norte sabe-se que essa bichona tem um amante que está profissionalmente ligado à Medicina.
    A respeito da fixação que essa bichona tem por José Sócrates … é amor não correspondido, paixão rejeitada. A bichona não se conforma com o facto (agora certificado até pelo Manholas) de que Sócrates seja hetero, e absolutamente inflexível na sua orientação sexual.
    Desconfio até que esse problema seja mais vasto, para além da bichona Rangel. Acho que muitos dos ódios que Sócrates suscitou e suscita tem este cariz, sejam eles ou elas, homos ou heteros !

  5. Consta que os tipos do Consórcio, tal como o procurador RoTex, já pediram um adiamento dos prazos para apresentarem a investigação. Pediram um adiamento eterno …

  6. não consigo entender como já falam em Costismo. ainda não teve tempo de antena para adquirir uma doutrina registada, cáspite! :-)

  7. Não merece a pena perder tempo com o dr prof Klaustrófobo Esclerosado
    Rangel, mais conhecido pelos amigos como o”Pézinhos de Garrafão” que, já
    foi mais redondo por isso, nunca teve ponta por onde pegar!
    Vai sobrevivendo no actual PSD que, não passa de um partido de trocadilhos
    sem ideias de ordem política, gostam de brincar com palavras, fazem pergun-
    tas capciosas só para tentar embaraçar como se viu hoje na comissão do Banif!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.