Porque mantém Cavaco o país refém de um governo de incompetentes?

Quem ontem ouviu Manuela Ferreira Leite no seu programa de comentário na TVI24 não pode deixar de se interrogar sobre o tipo de afinidade política que terá neste momento com o seu amigo Cavaco Silva, cobardemente acoitado em Belém enquanto Gaspar desmantela meticulosamente o país. Resumindo de memória, eis o que disse a ex-líder do PSD:

– Não se podem fazer ajustamentos rápidos em período de recessão, muito menos de recessão profunda a nível interno e generalizada a nível externo (europeu);
– O nível de sacrifícios imposto até agora é totalmente desproporcionado em relação aos resultados obtidos e, por conseguinte, há que arrepiar caminho;
– A decisão do TC deveria (e ela esperava ingenuamente que assim fosse) ser uma oportunidade para inverter as políticas e aliviar a austeridade, nunca para a agravar;
– Obter-se-iam melhores resultados a nível do défice e da dívida se não se fizessem mais nenhuns cortes;
– Os anunciados cortes de 4000 milhões de euros na chamada despesa pública não são exequíveis nem vão ser executados, muito menos cortes de 5600 milhões, pois há que ter em conta que os mesmos se adicionariam aos 24 000 M€ já retirados da economia desde há dois anos, e considera que se estaria a cometer um hara-kiri coletivo se tal fosse levado por diante;
– Obrigar restaurantes a fechar e dizer que isso é bom porque muitos estavam a mais é, não só cruel, como revelador de quem não percebe que as mudanças no nosso tecido económico demoram uma geração; há que dar alternativas profissionais às pessoas que cessam essas atividades.
– Não sabe como se reconstrói um país a partir de cinzas. A Troika e o Governo deviam dizer que país pretendem desenhar.

E muito mais disse dentro desta mesma toada perigosamente esquerdista (ainda que não tenha faltado o inevitável “vivemos acima das nossas possibilidades”). Já não é a primeira vez, nesta legislatura, que a ouvimos proferir palavras duras contra a atual orientação política, mas que, no fundo, relevam apenas do mais elementar bom senso. Por isso, custa a acreditar que as não transmita e discuta pessoalmente com Cavaco Silva, assim como custa a acreditar que este aprove as técnicas laboratoriais de Vítor Gaspar e que não veja os resultados que estão a produzir não só nos ratinhos como nas paredes e estruturas do edifício.

Porque viabilizou então Cavaco, no sábado passado, a permanência de Gaspar no Governo? Terá Passos ameaçado com a demissão se Gaspar saísse, sabendo que tal faz tremer o Presidente? Ou não terá Passos sequer dado a Cavaco a oportunidade de o confrontar com essa exigência ao aparecer em Belém de braço dado com o Gasparzinho? Mistérios que vão pesando e de que maneira sobre as vidas de milhões de cidadãos.

Não vi o programa até ao fim, pelo que não sei se o jornalista lhe perguntou alguma coisa sobre o papel do Presidente da República. Lembro-me que, noutras ocasiões, MFL o desculpou e atirou o ónus para os deputados da maioria dizendo que, se a Assembleia continua a dar apoio ao Governo, não é o PR que o vai pôr em causa. Não importa se esta resposta dá cobertura a uma grande cobardia, a uma enorme indiferença, a um piramidal egocentrismo ou a grandes pecados de que Relvas ouviu falar, o meu receio é que MFL seja (ou tenha sido) bem capaz de a voltar a dar. Em nome da amizade. Acontece que Cavaco Silva é a única pessoa neste país que nos pode livrar do Gaspar (nem tem que haver eleições). E não adianta dizer que, se o Gaspar se for embora, nada de essencial vai mudar, porque toda a gente sabe que isso não é verdade. O homem é um caso patológico. É muito difícil aceitar que estejamos condenados às suas decisões.

7 thoughts on “Porque mantém Cavaco o país refém de um governo de incompetentes?”

  1. É um erro considerar incompetentes estes governantes.

    A questão é política e ideológica e nao de competência.
    Sao bastante competentes a empobrecer o pais , a reduzir os custos do trabalho, a. Aumentar as desigualdades sociais, a aumentar as taxas de rentabilidade do capital nos sectores rentistas , a privatizar sectores altamente rentáveis e sem risco , a. Aumentar o desemprego forcando assim a baixa de salarios e a precariedade , a facilitar o desemprego, a destruir as funcoes sociais do estado. Tudo isto esta a ser feito com muita competência.

  2. Fico sempre na duvida quando leio estes postes.
    Não percebo a evocação de pessoas com interesses completamente diferente dos nossos.
    Afinal a Ferreira Leite é ou não é uma mulher reacionária que não deveria ocupar uma única linha que os democratas escrevem.
    Ou será que já nos esquecemos do seu papel quando foi ministra finanças .
    E das suas opiniões sobre a suspensão da democracia.
    Não nos iludamos, ela só não gosta dos seus colegas que aplicam esta politica que ela própria poderia aplicar.
    Por isso que nos interessam as opiniões da Ferreira Leite.
    Por ultimo, não é Gaspar o principal culpado, mas sim o Passos Coelho. Gaspar só existe porque existe Passos Coelho.
    Se se demitir este, caiem todos.
    O que nunca vai acontecer se esperarmos que seja o Cavaco a tomar a iniciativa.

  3. a velha faz de ventríloquo do cavaco, que por sua vez finge que está a fazer tudo o que é possível fazer, mas que não pode dizer o que é, porque se falar, acabará por confirmar que não faz nada porque a situação lhe agrada. traduzindo, a manela, à semelhança do mano, é o plano do dia seguinte, o gaspar destrói tanto quanto puder e quando não conseguirem aguentar a tropa, o cavaco salva a pátria e bota lá a bruxa, que entretanto já limpou a imagem da suspensão da democracia, do rasgar tudo, dos velhos terem que pagar as hemodiálises, dos casamentos para procriação, das obras públicas portuguesas resolverem o desemprego em cabo verde e outras barbaridades que fazem a delícia dos merceeiros nacionais. o socras quando aparece é confrontado com tudo o que fez e não fez, o que disse e o que não disse, o que pensou e aquilo que os outros pensam dele, esta vaca diz o que quer e lhe apetece e ninguém a confronta com o que fez até hoje.

    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1046189
    http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1280390
    http://www.tvi24.iol.pt/politica/hemodialise-ferreira-leite-tvi24/1316109-4072.html
    http://www.dn.pt/inicio/interior.aspx?content_id=994346
    http://www.publico.pt/politica/noticia/ferreira-leite-diz-que-obras-publicas-so-reduzem-desemprego-de-cabo-verde-ou-ucrania-1348455

  4. oh joãozinho! o culpado é o cavaco, depois vêm esses que que referes, mas esqueceste o tio jeropinga sousa que ajudou de sacristão nessa missa e o louceiro que fazia de querubim no altar da república.

  5. o gaspar e a seita violam-nos à fartazana e quando estiverem satisfeitos o cavaco obriga-nos a engolir a bruxa para prevenir bastardices.

  6. Este poder de Cavaco é incrível. Exerce sem exercer coisa
    nenhuma, senão o seu estatuto majestático e o calculismo
    de perpetuação desse estatuto. Nos momentos chave toma
    decisões que nos atingem a todos, no pior dos sentidos.
    Insisto, Penélope, porque carga d’água não começamos todos
    a exigir a resignação deste presidente velhaco, o tal que
    não comenta comentadores (um ex-primeiro-ministro
    deveria merecer respeito institucional).
    A criatura envorgonha-nos, retira-nos horizontes, e nós
    nada fazemos.

  7. ele é como escorpião.seguro deu-lhe boleia durante meses, e depois enfiou-lhe o veneno no lombo para a aprender a não ser anjinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.