7 thoughts on “Por falar em bofetadas”

  1. Os últimos parágrafos são notáveis: “É MST que está a atribuir uma função jornalística aos tribunais. MST aguarda que a justiça lhe dê autorização para liquidar Sócrates política e moralmente. Lamento, mas esse não é o trabalho da justiça. Esse é um trabalho nosso, enquanto cidadãos. É, aliás, por termos demorado tanto tempo a realizá-lo que Sócrates chegou onde chegou.”

    Todo um tratado sobre aquilo que João Miguel Tavares pensa sobre o jornalismo e o 4º poder… Se a justiça não consegue os jornalistas têm carta para difamar…

  2. Já disse. Enquanto o caluniador João Miguel Tavares ganhar dinheiro com o que escreve no Público não renovo a assinatura.

  3. Podiam, por favor, informar sobre a autoria dos textos que linkam? Fui inocentemente dar um clique a alguém que faço o maior esforço de não ler.

    Assim só ajudam a pessoa, e eu não quero. Ponham lá por baixo dos links algo tipo: (texto de fulana ou fulano).

    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.