No fundo, obrigada, Correio da Manhã

Esta é a capa, onde se pode ler «Parque Escolar, TGV, futebol».  O rol já conhecido dos leitores, que, no entanto, podem já ter-se esquecido. Clicando na notícia, porém, obtemos a seguinte informação primeira:

Sócrates alvo de novas investigações.

Processo vai centrar-se no caso Vale do Lobo.

 

 

Sem querer, este extraordinário pasquim vai dando inteira razão a Sócrates quando este afirma que o processo anda a saltitar de tese em tese, detendo-se a cada poiso na barreira da verdade. Assim é que as parangonas já nos levaram a Paris, Lisboa e arredores, Suíça, Leiria, Angola e Brasil, sem que de tais alarmes tenham resultado desenvolvimentos capazes de transformar o Correio da Manhã num jornal sério e os senhores procuradores em exemplos de competência, respeito pelos direitos dos cidadãos, racionalidade e isenção.

Não sabemos se o referido TGV tinha um ramal para Vale do Lobo ou se lá foi construída uma escola de luxo ou um estádio de futebol com bancadas de ouro, mas, recentemente, temos sido transportados até à estância turística do Algarve, onde a tese parece fazer ainda menos sentido do que as restantes. Trata-se, tudo indica, de mais uma escala bem sonante, mas gorada no que a uma acusação diz respeito. A ligeira demora nesta escala – talvez por estar na iminência de ser a última? – leva o jornal a noticiá-la só porque sim, como prova a notícia acima (e nem preciso de ler o resto). Assim como que para alertar que a viagem ainda não acabou, e que a galhofa ao longo do passeio continua garantida. Aqui, aliás, vão ainda escavar um bocadinho mais por mais galhofa, enquanto os senhores investigadores não se despacham, e por argumentos para que os senhores juizes que apreciam os recursos da defesa, e a Judite de Sousa, invoquem a opinião e a convicção públicas. Trabalho em rede é moderno e é isto.  Mas, azar, Sócrates parece ter razão.

 

154 thoughts on “No fundo, obrigada, Correio da Manhã”

  1. é bastante provável que alguém, que acorda de manha a pensar onde pode roubar (agora talvez pense noutras coisas, e ainda bem), tenha vários casos..
    ,e sim, tem razao em ser mitómano e patologicamente mentiroso, mas a culpa é de quem acredita…(isto em psiquiatria tem nome, já agora)
    o que o senhor chama galhofa, nao tem graça nenhuma…e menos ainda teria para um SOCIALISTA…mas isso é só uma palavra…tal como ética…ou honestidade…
    espero sinceramente, que faça bom proveito do dinheiro que roubou…eu prefiro fazer bom uso do único cérebro que tenho e terei…

  2. Olhe que por aquilo que escreve não parece ter grande coisa, mas enfim, quem faz o que pode a mais não é obrigado…..

  3. Só li os títulos mas parece-me que o Correio Manholas está impaciente e quer que o Ministério Público, à falta de melhor, e para já, acuse Sócrates de qualquer coisa em Vale de Lobo.
    Depois de acusar de qualquer coisa em Vale de Lobo, qualquer coisa basta para já, quer que o MP abra novos inquéritos para continuar a investigar até á eternidade.
    Em resumo acho que deve ser isto.

    No entretanto, há outro artista do Correio Manholas que revela toda a sua azia por Sócrates pelos vistos ter cometido o “crime” de induzir o Manholas em erro ao “arrumar a cela” e depois escrever a “difamar a Justiça”, tornando-se assim muito imprevisível, aonde é que já se viu induzir desta maneira em erro a Comunicação Social !!!
    E escreve preocupado com o facto de Sócrates estar a “dar cabo das bases tradicionais do PS” (!!!!) “alicerçado no poder de quem tem dinheiro em off-shores” (!!!!!!!!), e de com tudo isto ter já garantido um lugar na História de Portugal (porra, e eles que tanto têm feito, e continuam a fazer, para o ajudar a conseguir isso !!!!)

  4. Pois estava de caras que à falta de melhor até o paquistanês ia na rede.
    Se calhar é do paquistanês que o tal Octávio Manholas fala quando diz “alicerçado no poder de quem tem dinheiro em contas off-shore”.
    Chiça !

  5. Se, como diz o VALUPI, Sócrates insiste em querer que falem dele, eu insisto em contrariá-lo.
    Insisto em falar do Correio da Manhã e nos super magistrados.
    Sócrates é já uma espécie de soldado Schweik. Uma personagem fictícia como guião e argumento para contar uma história.
    Sócrates é um nickname, uma espécie de cegueta que me obriga aqui a propor as minhas teses.

  6. Sabes perfeitamente que o FCP só está a desviar o Ansaldi do Benfica para abrir alas ao Fábio Coentrão.

    E compreendo que o que está nas gordas não te preocupe.
    Afinal sabes que aquilo vai dar ao mesmo sítio aonde foi dar até agora: a lugar nenhum !

  7. Em relação ao que está escrita nas letras gordas do CM, aquilo que sei é que o rapaz em questão deu golpes uns atrás dos outros.
    Na minha opinião e por aquilo que me têm dito, a dúvida já não é essa.
    O problema é (está a ser) conseguir provar essas coisas. Parece que afinal não foi tão imprudente como se pensava ao princípio…

  8. Sócrates fez bem em vender a casa, ora se tem casa à borla, e sabe-se lá até quando, para quê manter uma casa vazia que devia pagar um balúrdio de condomínio. Depois como vai o juiz decidir por prisão domiciliária se ele não tem casa. E se sair onde pode ser encontrado o paradeiro de alguém que vendeu a casa. Eu aconselho quando ele sair a procurar casa em Massamá que é onde se é menos importunado. Parece que para já não foi ainda descoberto o código postal.

  9. oh zé, a sopeira de carnaxide já manifestou essas preocupações, portanto nem original consegues ser, quando muito repetidor de ódios de porteira.

  10. Alguns não vão gostar, mas o meu conselho é que leiam o artigo “Denúncia” de Isabel Moreira, e façam uma pausa na verborreia.

  11. LI na SIC
    “O juiz Carlos Alexandre decidiu manter Carlos Santos Silva em prisão domiciliária com pulseira electrónica, na operação Marquês. A decisão torna mais provável que José Sócrates também continue detido, quando a medida de coação do antigo primeiro ministro for revista, a 9 de Setembro. O caso investiga várias suspeitas de corrupção e branqueamento de capitais. O Ministério Público terá decidido abrir vários inquéritos diferentes, para evitar um megaprocesso.I na SIC”

    Alguém me pode esclarecer:
    SERÁ PARA EVITAR UM MEGA PROCESSO OU COM VÁRIOS PROCESSOS PODE PROLONGAR A PRISAO PREVENTIVA AED ETERRNUM (devido a haver vários processos, ser libertado de um deles e preso à saída da cadeia, por outro ) ? Será possível ?

  12. Se calhar, é para EVITAR essa alegada continuidade de prisão preventiva – se for só UM processo.
    Mas se preferem vários processos…dose Vale e Azevedo…cada processo é um processo…com medidas de coação associadas…

  13. Teodoro

    Provar as teias de aranha que te colocaram na cabeça ?
    Porque até ao momento não passam disso.
    E não era este “rapaz” que estava “entalado até ao pescoço ” ?
    Então agora “está a ser difícil porque ele não foi tão imprudente como se pensava?”
    E que tal colocar também a hipótese de que ele veio de Paris dar o corpo às balas e defender a honra simplesmente por ser INOCENTE. Custa admitir essa possibilidade ? Porquê?

  14. Olha, olha, estes gajos criticam o Correio da Manhã, mas não dispensam a sua leitura. HIPÓCRITAS.

  15. A BURRA! A BURRA!
    Bem feito TEODORO, você passa cartão à BURRA e ei-la com as useiras exclamações de BURRA, vulgo, iÔ, iÔ, iÔ!

  16. Agora tenho que fazer, filho.
    Já cá venho apalhaçar um bocado mais contigo.
    Estava a notar a tua falta no post lá de baixo.

  17. És um anormal, cegueta!
    Já cá venho.
    Mas ouve, anormal! Quem e porquê me haveria de engaiolar?
    Já te expliquei que estás, apenas, a comprometer o juiz Carlos Alexandre. Falando em nome dele e sugerindo que ele me vai engaiolar por delito de opinião e por me denunciar publicamente o caso José Sócrates.
    É um abuso de opinião se não estiveres autorizado pelo juiz Carlos Alexandre.
    É-te muito difícil entender isso, anormal?
    Para lá de cegueta és surdo?

  18. F Soares

    Eu diria que Inquéritos o Procurador pode abrir os que quiser (pelo menos enquanto não houver contribuintes a questionar como se lhes gasta o dinheiro, e representantes políticos dos mesmos a questionar os critérios e as prioridades da abertura de Inquéritos).
    Porém para decretar medidas de coação primeiro é preciso constituir arguidos, e para constituir arguidos é preciso motivos para tal.
    O que é que um Primeiro-Ministro pode ter a haver com adjudicações de contratos da Parque Escolar, do TGV, e acho que com a pressa até se esqueceram do aeroporto …
    E aquela coisa do Brasil, pois então?

  19. F Soares
    …ainda para responder à sua pergunta, se é possível ? … Possível é, sobretudo se quem prende tem licença de caça e se o preso tem licença para ser caçado.
    Mas seria a assumpção plena de que o preso estaria a ser não objecto de processo criminal mas de perseguição política ou simplesmente de Filha da Putice!
    Seria a assumir publicamente com grande estrondo e enorme ruído que o preso tem razão em reclamar o estatuto de cidadão preso em cárcere privado por motivações políticas!

  20. «Seria a assumir publicamente com grande estrondo e enorme ruído que o preso tem razão em reclamar o estatuto de cidadão preso em cárcere privado por motivações políticas!»JASMIM

    Portanto, Ó SR. FERNANDO SOARES, está respondido? Olhe, eu, que continuo a nada ver, fiquei a saber da ILUSTRE BURRA que existem CÁRCERES PRIVADOS e que há MOTIVAÇÕES POLÍTICAS para PRENDER .

    Portanto, o 44, que está em CÁRCERE PRIVADO deve pagar um balúrdio pela sua locação. Será o amigo que lho paga?

    ILUSTRE BURRA explique a esta audiência o seu CONHECIMENTO da realidade.

  21. «(…) pode ter a haver (…)»BURRA, dixit.

    Atente-se, agora, na forma de quem PRETENDE explicar OUTRÉM.

    Hum, então que é que vocês têm a haver com a coisa? Cá a gente é que sabemos, pois samos assim.
    Ai, que hilário. Quando uma BURRA dá lições. Eu não digo que ELA pensa que a BURRICE é uma CIÊNCIA?!

  22. O sendeiro
    Vai bater na outra parede a ver se te sai tinto …

    Entretanto eu vou intervalar porque tenho de ir fazer Ciência.
    Até mais logo, adeus e o vai-te embora, fascista!

  23. Ainda me penitencio de ter dito tanto mal do CM, Moura Guedes e Felicia Cabrita. Como cidadão quero é que me alertem, para as maningancias que os que podem usar o poder de estado, estejam em transmites de fazer.
    O resto é demagogia!!

  24. A BURRA sempre que é POSTA A NÚ diz que tem que fazer! Como se diz da CiÊNCIA deve ir fazer mais um daquelas intervenções que dão azo a processos. BURRA.

  25. pois, na testa do caralho para xupares como suplemento vitamínico aos comentários que aqui largas.

  26. PRUNES, tens defensores à tua estatura.
    Olha, para além da tatoo que mencionei, penso que poderíamos complementá-la com «Grande Estadista» no braço. Que achas?

  27. “Se te apanhasse fazia -te uma tatuagem do Dr. OLIVEIRA SALAZAR na TESTA.”

    A única coisa que apanhas é tareia, depois trocas a etiqueta e devolves como sendo ideia tua. Se deixarem de te dar palha morres à fome.

  28. Ai o que eu já me rí hoje.
    Ainda agora cheguei e já me vou embora.
    Vou perder o que há a haver.

    Prós devidos efeitos sou o est ;-

  29. Como te descreves tão bem. Este gajo é expert em projeção freudiana. Cuidado, inveja mata.Conta aí, pois que digo eu que é BUSCADO nos outros, como tu? Dá aí um exemplo…já agora, que tenho as tripas entupidas e preciso de me rir.

  30. Flávio , em termos de «haver», contate, por favor, PRUNES, que ele é especialista no aborto ortográfico, sendo certo que o haver nunca foi eliminado.

  31. podes começar mesmo por esse fróide do qual só tinhas ouvido falar do nome e no dia que descobriste que dava um bom centro de mesa passaste a encaixá-lo não importa o motivo. vai lá ver atrás a ignorância que manifestaste na altura, na altura nem quis acreditar, mas perante tanta insistência tua rendi-me às evidências. há mais, é só preencheres o formulário, para cagões tenho descontos de quantidade.

  32. eu também confirmo.
    e a Metia Paula da Silva, a Fodelícia dos Santos, a Maria do Bom Despacho, e a Maria Bastarda Dequem.
    E pergunte a Berta Demais de Oliveira.

  33. Cegueta!
    Abandonaste o post lá de trás.
    Já agora. Nu não leva acento, nem com o novo acordo ortográfico.
    Trinta e cinco Euros à hora, com recibo. É o que cobro para ensinar a um cego os princípios básicos da ortografia.
    Contacte perdeu o c com o acordo.
    Mas o que eu vinha dizer-te é que o Salazar já morreu.
    Não queres ir morar para casa dele? A família pôs um anúncio para governanta. Cama, mesa, roupa lavada, vinho e pinocada uma vez por mês.

  34. Manuel Castro Nunes

    Então o que me diz das “novas investigações” sobreviventes Sócrates?
    O que é que se passará com as “antigas” para serem precisas umas “novas” ?

  35. O meu tablete também dá desses problemas.
    Se fosse de chocolate comia-o.
    E depois faz copiar e colar e o texto fica na ponta do dedo.
    Não convém coçar a vista, que pode inflamar. Antes de coçar, sacode-se a mão que o texto cai pró chão.
    Ai há investigações novas ?
    Então é investigações sobre investigações, ao quadrado, à 3.a potência e por aí fora.
    Se pra investigar as antigas já demora o tempo que demora, imagine-se com os acrescentos.
    Essa coisa de perguntar aos Off-shores é demorada, tem tradutor pra lá, tradutor pra cá, e depois eles respondem quando lhes der na tola.
    Uma carga de trapalhada.

  36. Com toda a franqueza, Caríssima Jasmim, eu acho que estas novas eram as antigas, antes das agora antigas serem novas.
    É uma táctica processual corrente que fez escola entre os magistrados. Descosem a lombada de um tomo de um processo, sacam um caderno, de folhas tantas a folhas tantas, limpam o pó, passam a ferro para tirar os vincos, lavam com lexívia e cosem noutro tomo de abertura de outro processo.Entra a matéria novinha em folha noutro processo e ninguém dá conta.
    E com este modo de vida um processo pode garantir a sobrevivência de dez magistrados.
    Por isso há quem diga que já não há arguidos para tanto magistrado.

  37. ***Cegueta! ***
    *** Abandonaste o post lá de trás. ***

    Ai há posts abandonados ?
    Então é preciso tomar conta dele.
    Adopção plena.
    Ou então levá-lo ao asilo dos Desvalidos .

  38. Eu cá por mim acho que se devia inventar uma amnistia ou coisa do género e estabelecer a paz e o sossego geral.
    Se eu fosse o juiz escrevia : que se coza o processo !

  39. Aí que Amável, eu sou mais Desagradável e por isso proponho que se coza a boca e os dedos dos procuradores e magistrados.
    Resulta pois que o arguido tem razão, e estamos em presença de um processo Saltitao.

    Manuel de Castro Nunes
    Você que conhece as manhãs do Procurador, acha que por detrás disto está uma dessas manhãs processuais, e se sim será defensiva ou atacante ?
    E que segundo os funcionários do Correio Manholas o arguido está sempre ao ataque!

  40. estes nickles novos aí acima devem ser doadores de sobreiros ao cds, pelo estilo é tudo família do capelo rego.

  41. O PRUNES, também BURRA, desconhece que já não se cosem processos no sentido que diz. Será que parou no tempo? Sim.

  42. “… desconhece que já não se cosem processos no sentido que diz.”

    poizé, agora as receitas vêm de belém, cozem-se no ministério público e temperam-se no manhólas.

  43. Cosem sim, cegueta, deixa-te de avarias.
    Cosem e descosem. Segundo se cosem, o TCIC abarca as matérias sob sua jurisdição, segundo se descosem atira a batata quente para a boca do vizinho.
    Estás a dar-me tanga?

  44. Ai gostas?
    Queres que leve o paozinho ou a manteiga?
    És o máximo, cegueta!

  45. Não lhe respondo, Caríssima Jasmim. :)
    Pareceria mal.
    Pelo lombo abaixo?
    Eu inverteria a direcção. :)

  46. tinha estado com ela há bocado, e ficou com uma moca .
    Mas isso foi * à bocado * . Quer dizer, há algum tempo .
    O raio do tablete estraga tudo. O que surge primeiro ? A moça, ou a moca ?
    Eu acho que neste caso o tablete até raciocinou bem, claro que primeiro vem a moça e depois vem a moca.
    Que marca é ?
    Hewlett-Packard ?
    Então entende-se, são um bocadinho atrevidos – no design, claro, que estavam a pensar ?

  47. O seu tinhoso,

    Eu sei perfeitamente conjugar o verbo haver.
    Mas quem e que consegue escrever numa “tablete” oferecida pela PT do ex-melhor CEO da Europa e arredores? Também já deves ter reparado que muitas faltam os acentos. Mas isto aqui não é nenhum concurso ortográfico.

    E que culpa é que eu tenho que os dois principais candidatos ao “títalo” tenham tropeçado AMBOS OS DOIS e tu estejas com a moca.
    Viva o BENFICA! Eng. Sócrates aí em Évora repita comigo, Viva o Nosso Benfica! Vamos lá torcer pela Vitória amanhã!

  48. Hehehehe …
    O primeiro que aparece aqui leva logo com o pau, eu sou o coiso homem !
    O outro, cara …
    Hehehe …

  49. Isto hoje está infestado de parasitas ceguetas!
    E são todos do Sportem! Estão todos a arrancar a juba!

  50. tem costas largas, então a presunção de inocência ?
    Não se aplica ao caso ?

  51. Não há presunção de inocência para fachos!
    Então e a evidência?
    Vai ao histórico, anormal!

  52. Se não se aplica ao Sócrates porque é que se ha-de aplicar aos fascistas ?
    Haveis de engolir o próprio veneno. Ceguetas.

  53. Agora, regressando ao sério e à erudição, és um velhaco covarde e anónimo, um verme, sem princípios nem dignidade, lorpa, boçal, grosseiro, incapaz sequer de reconhecer que nem és capaz de argumentar uma só ideia.
    E andas aqui a assobiar para o ar, indiferente à vergonhosa figura que fazes, porque és anónimo.

  54. E no meio disto tudo ninguém ligou à notícia da capa que diz que a Maria José Rita está gravemente doente. E uma moléstia que está a atingir as primeiras damas !

  55. Eu já te disse, Manojas, que também hei de reeducar o Teodoro.
    Boa noite Teodoro.
    Compreendo… compreendo que gostasses de ser dama… segunda, terceira, quarta…
    Uma das onze mil virgens… talvez…

    Jasmim, o que mais seduz na capa é a foto abonecada da Madona. Como está pequenina ninguém liga e todos fixam a atenção no Sócrates.

  56. MANUEL CASTRO NUNES

    TOMA ISTO COMO AVISO MUITO SÉRIO: NEM TENTES. SABES PORQUÊ? EU EMPENHO-ME EM NÃO LARGAR O OSSO! JÁ SEI QUE SABES O CAMINHO DO CAMPUS DE JUSTIÇA! A GRANDE LISBOA É PEQUENA.
    PERCEBESTE O QUE VAI NAS ENTRELINHAS?

    Agora, falo contigo em «letra minúscula» – o dono do blog, Valupi, disponibiliza este espaço para interação entre pessoas, abstraindo-se das mesmas. Tem tomado aqui uma posição de não admitir a usurpação de identidades para este efeito, fazendo valer, por isso, uma conduta decente nesse concreto aspeto. Tomando tal posição como uma caraterística definidora daquele, presumo que s ele estiver atento, perceberá porque escrevo esta pequena «memória» para ti.
    Portanto, meu caro, tenta não arrastar quem te proporciona espaço para te divertires, para a tua JAVARDICE.
    Tu, pela alucinação que aqui te têm caracterizado, já ultrapassaste a linha em várias situações e não sabes onde e como parar. Assim, para que EU não tenha que me INCOMODAR contigo, digo-te assim: toma atenção no que me concerne. Como fazes prints, eu também, já fiz os meus. ALCANÇASTE?
    PULGAS como tu, já eu cacei muitas, não raro, com simples perguntas. Novamente: ALCANÇASTE? Good.

  57. Ouve, anormal!
    Vens de carrinho, filho!
    Eu não leio entrelinhas, basófias de merda!
    Se me queres escrever, mete as coisas nas linhas!
    Nem penses! Toma Juízo!
    Velhacos covardes e basófias como tu, comigo não passam.
    O teu baixo nível e a tua basófia andavam por aqui muito antes de eu cá chegar.
    Podes ser quem quiseres ser. Para mim és um boneco de trapos!
    Did you understand?

  58. Perfil anónimo do Manuel de Castro Nunes,

    “… reeducar o Teodoro”????

    Isso seria possível partido do pressuposto que o Teodoro alguma vez tenha sido educado!!!
    Sobre a Mª José Rita, que conheço pessoalmente e por quem tenho alguma admiração, é óbvio que lhe desejo as mais sinceras melhoras.
    Por exemplo, comparar o esposo da Mª José Rita com o José44@Évora.pt, sendo ambos aparentemente da mesma família partidária, o agora alentejano só serve para envergonhar o enorme prestígio que o Dr. Sampaio tem em todo o país e não só!

  59. E faço-te ainda outro aviso, anormal.
    Não vou, desta vez, tomar esta tua ameaça a brincar.
    Vou tomá-la muito a sério e atribuir-lhe toda a gravidade.
    E como és um covarde sem cara, vou partir do princípio e tomar como evidência que, sendo magistrado como tens sugerido, covardemente ambíguo, me estás a ameaçar de usares o teu cargo, função, ofício para retaliares e resolveres através do uso indevido de algum poder em que estejas investido o que não conseguiste resolver através da argumentação.
    É o que vou tomar como evidência. Para todos os devidos efeitos.
    É a primeira vez na minha vida, em sessenta e cinco anos, que me é dirigida uma ameaça tão grave, tão óbvia e tão covarde, de usar algum poder representativo ou inerente, político, para retaliar contra a minha livre e frontal expressão.
    Nem no tempo do Salazarismo.
    Não o devias ter feito. Mas já o fizeste.

  60. Boa noite, Teodoro. Esta última não era para ti. Tu é que apareceste no meio.
    Prezo a humildade, mas insisto em reeducar.

  61. Valupi.
    Acho bem advertir-te de que anda por aqui, anónimo, um magistrado assumidamente e explicitamente salazarista, que ameaça punir, através do uso indevido e abusivo dos podres públicos que lhe foram conferidos, o delito de opinião.

  62. Ora nessa não acredito eu, que o cegueta seja magistrado!
    Quando muito será “doutor de leis” a armar ao pingarelho, mas mais provavelmente será o tipo que carrega as folhas dos processos para as arrumar na garagem, isto partindo do princípio que não pode ser o cão do Alex porque esse terá sido, alegadamente, envenenado.

  63. Cegueta

    Helo !
    C’est moi, ce n’est pas Monsieur Castro Nunes.
    Et vous etes qui, Monsieur ?
    Vous etes Dâmaso Salcede ?

    PS: já sei que faltam a porra dos acentos mas a merda desta tablete nao da para mais.

    Olha se és magistrado porque é que não mandas libertar o gajo que está a morrer de SIDA na prisão de Évora ? Vocês magistrados dois muito indignos, porque é que não mandais chamar um médico ?

  64. E, meu caro MANUEL de CASTRO PRUNES, considerando os teus dizeres, tens BOM REMÉDIO. PROCESSA-ME. Depois veremos se sacodes tanta ..indignação.

  65. BURRA, cala-te. És simplesmente BURRA. Não tens conteúdo. És um vazio. Continua, porém, a expressar-te como fazes. Agradeço o contributo.

  66. Note bem, senhor cegueta, que eu passei a tratá-lo na terceira pessoa do singular. Do singular, insisto.
    No post acima também já o adverti de que, para mim, a brincadeira e a confiança acabou.
    O senhor cegueta está, nas entrelinhas que me propôs como expressão de conteúdos genuínos, a reiterar na ameaça velada que me dirigiu, fazendo referência ao uso abusivo do poder que, alegadamente nas entrelinhas, lhe foi conferido por representação ou inerência.
    Tal, para mim é inaceitável, como poderá depreender das ideias e atitudes que publicamente expresso e sempre expressei.
    Espero estar a ser claro. Serei implacável consigo.

  67. ”Ega, já furioso, franzia a testa. Mas o Neves, com todo o sangue na face, teve ainda uma revolta àquela ideia do Dâmaso se declarar bêbedo.
    – Isso não pode ser! É absurdo! Aí há história… Deixa ver a carta.
    E, mal relanceara os olhos ao papel, à larga assinatura floreada, rompeu num alarido:
    – Isto não é o Dâmaso nem é letra do Dâmaso!… «Salcede»! Quem diabo é «Salcede»? Nunca foi o meu Dâmaso!
    – É o meu Dâmaso, disse o Ega. O Dâmaso Salcede, um gordo…
    O outro atirou os braços ao ar:
    – O meu é o Guedes, homem, o Dâmaso Guedes! Não há outro! Que diabo, quando se diz o Dâmaso é o Guedes!…
    Respirou com grande alivio:
    – Irra, que me assustaste! Olha agora neste momento, com estas coisas de ministério, uma carta dessas escrita pelo Guedes… Se é o Salcede, bem, acabou-se! Espera lá… Não é um gordalhufo, um janota que tem uma propriedade em Sintra? Isso! Um maganão que nos entalou na eleição passada, fez gastar ao Silvério mais de trezentos mil reis… Perfeitamente, às ordens… Ó Pereirinha, olhe aqui o Sr. Ega. Tem aí uma carta para sair amanhã, na primeira página, tipo largo…
    O Sr. Pereirinha lembrou o artigo do Sr. Vieira da Costa sobre a «Reforma das Pautas».”

  68. PRUNES,

    Cala-te, pá. És um alucinado, vulgo maluco, feito de AR e VENTO. Porém, à cautela, estás avisado.
    ( E és BURRA, também). Podes elencar os teus conhecimentos em BURRICE e/ou ESTUPIDEZ.
    BURRA.

  69. A BURRA pôs a capa feita com restos do reposteiro. Com exégese errada. Pois é BURRA, agravadamente BURRA, já que não entende os «MAIAS» e, muito menos, o que o seu autor pensava de BURRAS, COMO ESSA QUE O INVOCA.
    Que hilário. A história não é para todos.

  70. BURRA, processa, processa. Essa é a tua primeira hipótese, minha GRANDE BURRA; a segunda alternativa é aquela que já postaste não sei onde, mas que SERVE, também.
    Que hilário. Devias chamar-te hilário, ó BURRA.

  71. Saltas com muita facilidade !
    Deve ser uma característica dos “magistrados”: ” saltitar”.
    Daí a origem dos ” processos saltitantes”.
    Continua a saltitar dessa maneira que acabas a bater com os ornamentos da cabeça numa parede qualquer.

    Já agora, como lagarto (ou centopeia) estas contente com o desempenho do Jorge Judas ? Valeu a pena deixares o Gordo meter o dinheiro sujo do angolano no Sportem ? E agora, será que o Procurador Rosário também vai meter 5000 investigadores a investigar a proveniência desse dinheiro ? E se o Procurador também for do Sportem ?

  72. Caros Jasmin, castro Nunes e outros,

    seria talvez boa ideia que decidissem de vez ignorar o numbejonada que nada tráz a este blogue se não um destilar continuo de ódios e de frases (e ideias) feitas. Todos perdemos com estas trocas de insultos porque torna-se cansativo sobrevoar os cento e tal comentários desta caixa de correio para encontrar algo interessante. Suponho que o numbejonada deve ser um dos tais senhores pagos para destabilizar as caixas de correio dos blogues; à semelhança de uma tal joana abreu, comentadora de eleição do expresso e cuja maior preocupação durante meses , precisamente meses em que o caso tecnoforma ainda dava que falar (entretanto foi convenientemente enterrado) era perguntar em tudo o que era caixa de comentário, fosse de que texto fosse, se o Costa já tinha ido visitar Sócrates a Évora; tornou-se-me nessa altura evidente que era esse o seu trabalho…destabilizar e desviar atenções dos verdadeiros factos.

  73. Caríssima Isabel e Caríssima Jasmim.
    Entendo o vosso ponto de vista.
    Mas desculpem, não o perfilho.
    O meu estado, caríssimas, é de alarme.
    O nosso cegueta não é um caso espúrio de instabilidade mental e de desespero de uma direita radical abusivamente alojada nas instituições da República, em catarse histérica, no receio de que enfrenta, como todos nós, serenos, a expectativa do confronto derradeiro, que se manifesta, de resto, na extensão do território global do liberalismo híbrido.
    Tudo leva a crer em que, se não tomarmos providências, o salarismo, em breve, tornar-se-á, de novo, no desígnio nacional, por via da acção corrosiva dos submarinos nas instituições da República, que tudo farão para corromper a sua reputação, por desgaste, por estenuação e por condescendência cristã e perdão.
    Em Portugal continua a faltar a revolução cultural, única forma de a República se salvaguardar da contínua omnipresença do salazarismo nas suas instituições.
    Não. Eu vou aqui permanecer a marcar, corpo a corpo, o senhor cegueta e seus acólitos.
    Espero que compreendam também a minha livre escolha.

  74. “Não. Eu vou aqui permanecer a marcar, corpo a corpo, o senhor cegueta e seus acólitos.
    Espero que compreendam também a minha livre escolha.”

    não. não compreendo nada, devias era levá-lo daqui para o teu blogue e alimentá-lo lá com essas conversetas de merda que entulham os caixotes de comentários aqui no blogue.

  75. “Espero que compreendam também a minha livre escolha.”

    as livres escolhas da comunada resultam em prejuízos para a comunidade e vantagens para os faxólas, não fossem os primeiros motoristas e sopeiras dos segundos.

  76. Senhor Comunas & Fachos, etcetera, coisa e tal.

    Pode alegar, com mais detalhe e fundamento o que diz?
    O Senhor Comunas & Fachos de alumiar coisa & tal reside onde? No meio?
    O que disse relativamente ao senhor cegueta, é extensivo a si.
    Não vou embarcar no seu barco de alarvidade.
    Se quiser detalhar e fundamentar o que diz, respoder-lhe-ei. O senhor goza aqui do estado e condição de anonimato de que faz uso abusivo.

  77. Este blog é seu, senhor Comunas & Fachos?
    Os fachos sempre tiveram esse tique de mandar em casa alheia.
    Do meu ponto de vista, o senhor veio aqui entupir o diálogo e a caixa de comentário. Não entendo porquê?

  78. Sim, senhor basófias.
    Se quiser argumentar o que diz, responder-lhe-ei.
    Aguardo.
    Boa tarde.

  79. Então o Dâmaso (Eduardo) do Manholas é quem vem responder a José Sócrates, primeiro com a notícia em primeira mão de que o “Ministério Público vai abrir novas investigações” e agora vem “explicar” (á moda dos trapaceiros) o acordão do Tribunal Constitucional.
    Sua excelência, o Dâmaso, vem dizer ao Povo que o acordão do TC diz que “não é preciso apresentar provas da corrupção”. Tal e qual. Ou seja, em sede de Justiça, para o Dâmaso, é como em sede de Comunicação Social. Basta a calúnia e siga o julgamento popular.
    Pode ser que um dia aconteça ao Dâmaso aquilo que ele acha muito bem para os outros.
    Além disso, o Dâmaso devia informar-se melhor sobre o que andaram a fazer os camaradas dele do Charlie Hebdo, e do triste fim que tiveram.
    E já agora, … é só isto ? desta vez não prendem mais ninguém ?
    And by the way … já encontraram as luvas do Armando ?

  80. “Os fachos sempre tiveram esse tique de mandar em casa alheia.”

    fachos e comunas, tudo a mesma merda, mandam em tudo e é tudo deles, uns porque são herdeiros do salazar e os outros porque são filhos do cunhal.

  81. “Do meu ponto de vista, o senhor veio aqui entupir o diálogo e a caixa de comentário. Não entendo porquê?”

    a isabel já te explicou, mas como foi bem educada, não percebeste. volto a repetir, lê com calma e talvez percebas: bai dar ordens lá pró teu tasco e leva o cegueta contigo.

  82. Caríssima Jasmim.
    Este senhor deve ser anarquista, daquela vaga formada nas claques do futebol, estilo Juveleo. Foram instruídos com umas palavras chave e chavões, uns slogans, leram umas citações de Baconine, de Gandi, de Fernando Pessoa e Jorge Jesus e sempre que abrem a boca aquilo sai em regime de automatismo. O meu GPS avariou e também já diz sempre a mesma coisa, ”vire à direita a cento e vinte metros”, vá eu para Lisboa, para o Porto ou para Fátima.
    Enfim… desculpe o desabafo.
    Penso que estamos a empolar a questão, Caríssima Jasmim. Acha que alguém lê o Dâmaso? Os leitores do manholas vêm os bonecos. E as bonecas.
    O Dâmaso escreve exclusivamente para o António Costa, da parte do juiz Alexandre. Mas quando o Costa lê o manholas já sabe tudo, através fonte directa e exclusiva. De modo que, perguntado sobre se comenta o manholas, o Costa responde sempre. Já sei mas não comento.

  83. Caríssima Isabel.
    Com a amável carta que me endereçou e a outros queria transmitir-me, entre linhas, a mensagem que acaba de me transmitir o senhor karalho, perdão, foi um lapso, o senhor comunas & fachos coisa e tal?
    ”não compreendo nada, devias era levá-lo daqui para o teu blogue e alimentá-lo lá com essas conversetas de merda que entulham os caixotes de comentários aqui no blogue.”
    ”oh meu, bai dar ordens lá pró teu tasco.”

  84. Manuel Castro Nunes

    Além deste Dâmaso escreve também nesse pasquim um tal de Octávio.
    Esse Octávio escreveu há 2 dias uma tirada em código e cheia de azedume.
    Qualquer coisa assim:
    ” … Apoiado nos cúmplices, em quem tem contas offshore, e arte contra notas … … e numa legião de crentes ruidosos … ” ” José Sócrates apoiado no poder de uns e no ruído de outros, arruma a cela e difama a Justiça”.
    Além do azedume evidente que ressalta da pequena crónica de opinião ficou-me a bailar a expressão em código “arte contra notas”.

    E agora veio uma tal de Filomena Mónica atirar-se outra vez à tese de mestrado do homem.
    Parece que Sócrates picou em alguma corda sensível. Falta-me saber qual.

  85. Isso é uma forma de não dizer nada e fazer alusão a muitas coisas, reais ou irreais, próprias ou impróprias, suspeitas e evidências, meias palavras, o estado de espírito comunicativo que foi comunicado pelas magistraturas à comunicação social.
    Uma justiça que se alimenta de e alimenta rumores, e, como qualquer alcoviteira faz de rumores evidências.
    ” … Apoiado nos cúmplices, em quem tem contas offshore, e arte contra notas … … e numa legião de crentes ruidosos … ” ” José Sócrates apoiado no poder de uns e no ruído de outros (…)”
    Esta evidência foi descosida do processo do Oliveira e Costa e cosida na operação marquês.
    Mas a verdade é que no processo Oliveira e Costa deixou de ser uma evidência.

  86. Teodoro, não se trata aqui de saber quem é o Sócrates, o que seria sempre um exercício subjectivo.
    Eu também não sei quem tu és, Teodro.
    O que está em causa é o que dizem que é e que fez, em matéria concreta, as suspeitas, indícios, evidências ou factos que constam no decreto de aplicação de prisão preventiva. E o que veicula a comunicação social como transmitido por acessos excepcionais ao processo.
    Tu também não sabes quem eu sou, nem quem é a Jasmim, nem, pressupostamente, quem é o senhor cegueta.
    Eu só sei que ele pode ser quem diz que é.

  87. Estou ansioso por saber o resultado da visita do Ferreira ao senhor cegueta.
    Como terá corrido a missa?

  88. Ó Teodoro

    E tu sabes quem é o Sócrates ?
    Ou sabes aquilo que querem que tu penses que o Sócrates é ?
    Sabes o que é MANIPULAÇÃO ?

    Já me manipularam há 10 anos no processo Casa Pia.
    Chega !
    Duas vezes não !
    É como os fdp deste governo.
    DUAS VEZES a mesma manipulação pelos mesmos FDP, NÃO !

    Se eles todos eles se acham no direito de me dizer o que é que eu tenho que PRESUMIR eu faço questão de presumir aquilo que muito bem me apetece.
    E apetece-me PRESUMIR SÓCRATES INOCENTE.
    E sabes porquê Teodoro ?
    Porque se ele é perseguido por tantos F. da P.uta é porque deve ser ele o gajo bom da fita.

  89. Perfil anónimo do Manuel de Castro Nunes,

    Eu sei quem é o Sócrates – é um trafulha!
    No meio da vigarice em Portugal diz-se apenas que ele foi imprudente…
    Se ele deve estar preso ou não, é-me indiferente, estou puramente lixando para tipos como ele!

  90. Teodoro

    O teu problema é não perceberes que um dia te vão bater à porta para te levarem, e nesse dia se vão estar todos a lixar para ti.

  91. Jasmin,

    Isso comigo não irá acontecer pela simples razão que eu não dou as golpadas que o cavalheiro em questão deu.
    Ele, ao contrário daquilo que tenta fazer passar, não é um preso político.
    A sua detenção tem tanto de política como a da gaja que anda a roubar no peso do peixe na praça!

    Relativamente ao CM, é um jornaleco para gente bruta, mas que faz esse papel com toda a consciência. O objectivo é vender, só “come” aquilo quem quer.
    Como somos (cada vez mais) um país (uma sociedade) de gente bruta e mal educada, aquilo vende…

    Já agora, aquela coisa das “Novas Oportunidades” do amigo Sócrates, não contribuiu em nada para inverter esta tendência de embrutecimento da sociedade. Apenas privilegiou o oportunismo, fazendo jus ao nome…

  92. o senhor teodoro repete aqui todos os dias as tretas do correio da manhã e depois tem a distinta lata de dizer que aquilo é para mongos e só come quem quer. se tivesses frequentado aquela coisa sempre disfarçavas o embrutecimento lícito.

  93. Teodoro,

    Até pode ser que se venha a provar que Sócrates seja o trafulha que vc sugere. O que já não há dúvidas é que vc é um canalha cobarde. Só esses é que têm o topete de julgar os outros com base em rossanâncias do que “se diz por aí”, sem a minima consideração por valores basilares da decência.

  94. Cara Jasmin,

    Gostei de ler a sua ultima frase – “Porque se ele é perseguido por tantos F. da P.uta é porque deve ser ele o gajo bom da fita.” – porque é exactamente o raciocinio que me levou a gostar de Sócrates de há uns anos para cá! logo eu que cresci imbuída do espirito PSD….desde aí, felizmente, abri os olhos!!

  95. Meus caros,

    Nunca comprei o CM, nem nunca o faria.
    Contudo, o que o Sócrates fez no que respeita ao seu cursinho na “Universidade” Independente evidencia bem o tipo de pessoa que ele é – um oportunista sem qualquer tipo de escrúpulos!
    E ao contrário do que o não canalha cobarde, que se intitula aqui JRodrigues, eu não tenho informações do “se diz por aí”.
    Tenho factos!
    O homem não presta e é um trafulha!!!

  96. Teodoro,

    Se tem factos e entende que são indicios criminais, que espera para os apresentar a quem de direito em vez de se limitar a publicitar as “suas” conclusões sem provas e sem ter concedido ao seu alvo a possibilidade de exercer o contraditório a que todos temos direito?
    Com factos ou sem eles, é esta atitude que qualifico de velhaca e cobarde. E reitero.

  97. Ferra,

    Acho que pedir ao Teodoro para nos enviar para aqui os factos é atirar palha para o lume que ele quer.
    Eu sei, tu sabes, ele sabe, que não é neste espaço que se confirma ou refuta seja lá o que for. Entrar nesse jogo é como discutir as aparições de Fatima. E a pulhice sabe disso.

  98. Seria talvez leal, Teodoro, apresentares os teus factos.
    Notando-te, todavia, que o que está em causa e a ser investigado não é essa matéria, é outra.
    Mas como presunção para qualificar um canalha, devias apresentar os teus factos.
    Caso contrário conveter-nos-emos todos em correios da manha.
    Eu também posso alegar que tenho factos, conquanto não seja obrigado a apresentá-los.

  99. Numbejonada,

    Seja um kido e partilhe aqui com a malta que recompensa lhe prometeu o Alex caso a convicção da culpabilidade de Sócrates infecte 51% dos internautas. Vai susbtituir-lhe a cachorro defundo lá na vivendinha, ou vai ser contratado como suporte de papel higiénico na cagadeira privativa do campus da justiça?

  100. Os facto que tenho são os relativos à sua “Licenciatura” e esses são públicos!
    É um vigarista sem escrúpulos!
    Quem fez o que o rapazinho fez neste caso, PROVAVELMENTE será pessoa de pouca confiança em todas as outras áreas da vida.
    Naturalmente que quem continua a achar que ele fez muito bem em dar a golpada na “Universidade” Independente e comprar um cursinho que não tem qualquer validade, também o seguramente o achará um pobre inocente em tudo o que ele faça ou tenha feito na vida.

  101. E nada mais escreverei aqui sobre este personagem que não me merece qualquer tipo de consideração e respeito!

  102. Caro JRodrigues,

    Regra geral partilha-se com quem ENTENDE. Você entende? O que entende? Em TODOS os seus comentários e já lho DISSE várias vezes, NÃO SE ENCONTRA NEXO, LÓGICA no que escreve a respeito de alguém que está DETIDO. Atente bem no que subscreve depois de se DEFINIR como MORALISTA -mais um – da classe de democratas deste país. Como você é aquele que se descreve como corajoso e imputa cobardia a outros que por aqui andam, faça assim: questione o JUÍZ CARLOS ALEXANDRE, ou dirija-se-lhe pessoalmente. Depois, com o seu SABER em falácias REQUEIRA a libertação do homem, e PROVE já nesta fase do processo a ausência de culpabilidade. CONSEGUE?
    Também o pode QUESTIONAR a respeito do canídeo e, naturalmente, propôr-se-lhe a assento de WC…

    Capisce?

  103. o senhor teodoro continua ao nível das insinuações e da calúnia, será que quer concretizar quais os factos a que alude ou ficamos pelos habituais considerandos do manhólas para brutos que só come quem quer.

  104. «Quem fez o que o rapazinho fez neste caso, PROVAVELMENTE será pessoa de pouca confiança em todas as outras áreas da vida.»Teodoro

    E, por isso, existe algo chamado «testemunhas abonatórias». É importante saber como são ou interagem na COMUNIDADE, os que por esta, também, são julgados.

    Claro que registos públicos, porque o são, não carecem de prova. O que os (in) doutos chamam de «manhas processuais».

  105. Registos esses que incluirão a chamada prova documental – outra das «manhas processuais» tão vilmente comentadas no dispensário…

  106. E, por isso, onde estão as «insinuações e a calúnia»? A não ser que o JUÍZ CARLOS ALEXANDRE e PROCURADOR ROSÁRIO TEIXEIRA, sejam os únicos relativamente aos quais os asnoconsultos do dispensário podem qualificar, sem que com isso, incorram em conduta reprovável, como a CALÚNIA, a DIFAMAÇÃO, a INJÚRIA, tudo agravado, claro, pelo facto de serem dirigidas a magistrados…

  107. Caro/a Sr./a Ignatz,

    Apenas me referi à “Licenciatura” do cavalheiro em questão!
    Chega-lhe ou é necessário um desenho?

    Não são calúnias, são factos, deu um golpe sujo, digno de alguém sem escrúpulos.

  108. “Não são calúnias, são factos, deu um golpe sujo, digno de alguém sem escrúpulo”

    quais factos e qual golpe sujo? és capaz de detalhar e de caminho bota aí qual foi o crime, onde foi cometido e data do julgamento. deves tar a fazer confusão com os cursos do relvas ou do passarólas.

  109. Teodoro
    Tu não percebes que no Portugal onde te estão a enterrar não será preciso “seres trafulha” para seres perseguido ?
    Bastará que tenhas alguma coisa que outro gajo te inveje, ou que por qualquer razão alguém simplesmente não goste da tua cara.
    Tu nunca viveste em ditadura e pareces ter necessidade de experimentar na pele para perceberes o que é, e como funciona. Parece que não és capaz de projectar a ideia.

  110. E, depois disto, como é possível escrever seriamente sobre o assunto, se alguns NÃO ENTENDEM.

    Porque será que em processo – crime, o tribunal pede sempre o registo criminal? Ou existe a figura da testemunha abonatória? E se quer saber sobre a conduta social de quem é arguido? Porque será?

  111. Senhor cegueta.
    Suponhamos que, uma mera suposição, o tribunal queria pedir o seu registo criminal? Vamos supor.
    Vamos supor que lhe pedia uma testemunha abonatória?

  112. ignatz,

    “quais factos e qual golpe sujo? és capaz de detalhar e de caminho bota aí qual foi o crime, onde foi cometido e data do julgamento. deves tar a fazer confusão com os cursos do relvas ou do passarólas.”

    O cursinho que o cavalheiro em causa tirou na “Universidade” Independente (era tão digna que foi encerrada), não foi nenhuma licenciatura em Engenharia. Aquilo foi uma palhaçada para oportunistas e nada mais que isso.
    Juntando ainda o facto de Sua Excelência nem sequer se dignar a pôr lá os pés, está bom de ver a TRAFULHICE que foi feita!
    Ele após ter o Bacharelato do ISEC, inscreveu-se no ISEL para fazer a Licenciatura (+2 anos) só que no ISEL tinha que estudar (e muito) e “não” dava jeito…
    Ou seja, foi pelo caminho dos cartões de visita de deputado aos professores da Independente e pronto, dá cá um canudo de merda, mas que diz lá Licenciatura.
    É claro que a OE não reconhece esse cursinho, mas isso para o “nosso homem” são peanuts…

    O facto do Relvas ter feito um esquema idêntico (até pior) e o Passos Coelho ter também andado a fingir tirar a Licenciatura na Lusíada, não iliba este cavalheiro da trafulhice que fez.
    Aliás os defensores do homem normalmente usam esse argumento:
    – “Ele está preso, mas há-os bem pior cá fora…”

    Num país decente, e sendo uma pessoa decente, quando se soube esta trafulhice do cursinho da Independente, dever-se-ia ter demitido!
    Olha, se calhar agora não estava a ver o Sol aos quadradinhos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.