Home fire

Muito irritado, ou frustrado, ou lá o que seja, deve estar Vital Moreira na bancada a criticar tudo o que vê no Governo. Basta dar um salto ao seu blogue Causa Nossa para o confirmar. Ele são disparos, por ordem cronológica descendente, contra o abrandamento do ritmo de redução do défice (como se não tivesse benefícios), a redução do tempo de trabalho semanal, a reposição dos feriados religiosos (aí tem razão, mas ignora as pressões e eventuais chantagens da Igreja), a modalidade de aumento do salário mínimo, a suspensão da demolição de casas, etc. Não haverá nada que se aproveite? Porquê esta pesca à linha de aspetos que são nitidamente, alguns deles, fruto de compromissos?

Vital finge ignorar que o Governo não é de maioria PS. Eu sei que esteve em desacordo com o entendimento estabelecido à esquerda, mas, caramba, as farpas significam que a alternativa seria melhor? Acaso seria melhor um governo da direita apoiado pelo PS? Que força daria essa montagem à extrema esquerda que Vital execra e que desgaste daria, pelo contrário, ao PS? Isto é pior do que friendly fire.

9 thoughts on “Home fire”

  1. Esse Vital está a fazer o mesmo trajecto que Zita Seabra, Eu não compreendo é como esta gente de direita está no PS e são tantos Senhor, São tantos! E já agora o Blog dele é muito democrático não aceita comentários ou faz censura prévia.

  2. Colocar Vital Moreira como cabeça de lista das Europeias foi um
    erro de quem o convidou e, de José Sócrates na altura líder do PS!
    O ter passado pelo PCP não é garantia que possa ser socialista e,
    com frequência mete o pé na argola, por isso foi um grande erro de
    “casting” na altura devidamente assinalado!!!

  3. Os “arrependidos” quase sempre vão de extremo a extremo. A Zita, o Durão Barroso, o Ze Manel Fernandes, a Maria José Morgado, Medina carreira, Daniel Bessa etc . etc, etc. Vital parece estar a caminho. Vamos lá ver se vai até ao fim.

  4. Esqueci-me de referir Francisco Assis. Vai a galope ao encontro da direita mais retrógrada que a democracia de Abril conheceu. Nem se deu conta de que esta direita já não tem nada de social democracia e, portanto, negociar com ela é negociar com o neoliberalismo mais radical. Não percebeu ou não quis perceber. Medina e o Bessa estão à sua espera.

  5. Maria Abril,
    tens novidades do Francisco Assis aqui no rectângulo ?* Ou sabes se o senhor anda encafuado em dossiers, lá pelo PE, e que transpira tanto-tanto-tanto como o Nuno Melo que também desapareceu em combate (nota: fantástica a entrevista do Anselmo Crespo ontem, na SIC, que perguntou directamente ao Nuno Melo se aquela desistência não vinha dar razão aos que dizem no CDS que ele tem fama de preguiçoso, de calinas, do dolce far niente)?**

    * Amarante está incluída, …?

    ** Ainda sobre o CDS: avançou para a presidência a Assunção Cristas que o novo ministro Capoulas Santos acusa nos dias que vão correndo de ter deixado um buraco no ministério da lavoura um buraco de trezentos-300-trezentos milhões de euros no Programa de Desenvolvimento Regional para 2016?

  6. Várias vezes me tenho surpreendido, de forma desagradável, com as prosas acintosas de Vital Moreira. Parece um predador politico, nâo constrói nada, parece até ter raiva de quem constrói. Pessoalmente, acho que é mais um ressabiado. Francisco Assis é outro que tal.
    Agora o Nuno Melo é mais esperto do que parec ia: fica no bem bom de Bruxelas e a Cristas que se amole com aquele gado mosqueiro do CDS e as contas que o Capoulas ajustará com ela, mais dia menos dia. A rapariga é tão arrogante e convencida que merece isso e muito mais.

  7. Em Portugal, hoje em dia, para ter boa imprensa é preciso ser um idiota de direita. Um exemplo disto é a ascensão de João Miguel Tavares. Como é que alguém que não tem sequer rudimentos de sã argumentação chega a comentar em todo o lado é coisa que me supreende. É pena que o homem dos gato fedorento no governo sombra ande lá sem ser nem carne nem peixe, nem quente nem frio deixando correr sem oposição não só o baixo nível do conteúdo das intervenções de JMT como a forma juvenil com que este conteúdo é posto a correr .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.