Dúvida que ficou por esclarecer na conferência de imprensa de Mario Draghi

Pode o BCE comprar dívida de um Estado-Membro contra a vontade deste?

Segundo se deduz do que afirmou não há muitos meses, Passos Coelho não concorda com o novo papel assumido agora pelo BCE. Presumimos que já lho terá feito saber a esta hora e que, se o banco se oferecer para comprar dívida portuguesa para o ano, Passos responda que não quer, que não precisa.

4 thoughts on “Dúvida que ficou por esclarecer na conferência de imprensa de Mario Draghi”

  1. com um bocado de sorte ainda vamos ter o bce a financiar a venda da rtp ao genro do cavaco e o barracão atlântico de garantia.

  2. Ele não tem dívida nenhuma, perdão, dúvida nenhuma: um coelho digno desse nome só paga juros à taxa do mercado. É uma questão ética. Abaixo de 5% não está disposto a pagar.

  3. Há que quebrar com a cultura de subsidio-dependência assistencialista católico-socialista. O Grande Salto em Frente implica dor e sofrimento mas o novo “Homo Economicus ” florescera e triunfara depois da Revolução Cultural. Sectores reaccionários e retrogados tem de se habituar as novas circunstâncias sob pena de sucumbirem por sua própria culpa no holocausto da sua própria inépcia. O Grande de Banquete tem recursos limitados e escassos e pode por vezes as cadeiras não chegarem para todos nas palavras do sábio e pio Malthus. É a vida, não há almoços grátis.

  4. Segundo informação recebida há momentos, parece que Portugal, com o superavit da balança de pagamentos, vai financias o governo alemão à taxa de 0%, sinal do bom estado das finanças públicas, graças ao excelente desempenho das exportações patrocinadas pela exportação do pastel de nata, mau grado a proverbial despesice do pessoal das barracas, que continua a gastar acima das suas possibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.