Diga Camões com toda a lata

Qual é coisa qual é ela que parece o Magalhães, foi exportado pela empresa portuguesa que fabrica o Magalhães, serve e entusiasma os alunos dos liceus e muitos governantes além-Atlântico, mas não se chama Magalhães?

Vídeo imperdível, starring Paulo Portas, o palhaço n.º 3.

7 thoughts on “Diga Camões com toda a lata”

  1. vi a reportagem enquanto almoçava e quase me engasguei. é muito bom , desde que não se mencione o nome proibido.
    o que antes era um negócio para acabar imediatamente, uma empresa super-suspeita, uma merda de propaganda, uma merda de computador, um motivo de luta para a oposição, uma promessa de acabar com o bicho (e acabaram- nas escolas portuguesas), virou agora um motivo de orgulho, um símbolo do empreendedorismo português e da nossa capacidade de exportação, “alavancados” pela visão extraordinária do governo e em particular do ministro dos negócios estranxeros. Biba o bimbismo, que assim estas coisas até passam, e sem uma questãozinha do jornalismo.
    (pelo menos os mexicanos resolveram bem o problema – chamam-lhe “el bonito”. Não sei se foi do agrado do ministro, mas desde que pensem que a iniciativa é efectivamente dele, tá-se muito bem, né Portas? Siga o baile.)

  2. porra, precipitei-me, o bonito é o presidente, que levou uma botelha de porto. Então e o magalhães como fica? filho de pai anónimo?

  3. Um dos que mais atacou o Magalhães foi o Pacheco, lembras-te?

    Não, o Pacheco não é o computador da concorrência. É um rato de papel que tinha um ódio demente ao Sócrates.

    Não, caralho, o Pacheco não é um rato de computador. Chama-se José Pacheco Pereira, foda-se.

  4. o emplastro reis fica muito bem a enquadrar o portas na fotografia triumphal e a magda tá a ficar muita pêssega. tudo gente nice à conta do orças e dos 40 milhões de tremoços, tinha sido perfeito não fora a sombra do socras.

  5. De Magalhães passou a Camões. Com novo governo passará a: Ronaldo – CR7 – Mourinho – Cavaquino (sem H por causa da pronúncia) – Lusito – Rabbit, consoante a côr do mesmo (governo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.