7 thoughts on “Ontem”

  1. “foi feita alguma previsão temporal de resultados expectáveis?”

    não, bécula. a meteorologia agora está na tutela do gasparalho e o instituto fechou para requalificação. previsão de temporais & assumptos relacionados é com o portas e parvoeira expectorável é contigo.

  2. Infelizmente parece que este excelente blog anda a ser frequentado por trogloditas, a julgar pelos comentários ao post.é o que temos…..!

  3. pois foi, fizeram a vontade ao tózé, aprovaram a palha e rejeitaram o que tinha interesse. depois do primeiro beijo, o luís filho reclama mais linguado com o seguro.

    “…
    Promete lá outro encontro
    foi tão fogaz que nem deu
    para ver como era o fogo
    que a tua boca prometeu
    pensava que a tua língua
    sabia a flôr do jasmim
    sabe a chicla de mentol
    e eu gosto dela assim…”

    carlos t

  4. oh devoto da santa isabel
    o blogue é bom quando os postes são bons, o que não é o caso quando abusam das copipastas, links marados, conversa para encher xóriços e provas de existência fatelas.

    era bom que explicasses a excelência desta cena:

    “Maioria aprova maior parrte das propostas do PS para combater o desemprego”

    que suponho estar relaccionada com esta coisa:

    1 – pagamento dívidas a 90 dias – mais desemprego nos cobradores

    2 – renovação de seguros – só se for mais emprego nas seguradoras

    3 – financiamento colaborativo – se o país colaborar, ficamos todos empregados

    4 – equiparação de juros – não tou a ver a relação

    5 – redução dos impostos sobre reinvestimento – já existe há bués

    6 – ampliação tipo garantias – nope

    7 – actualização dos juros – tamém não resolve emprego

    8 – conta corrente – idem

    9 – per – manutenção emprego

    10 – iva restauração – mais emprego

    tirando 9 e 10 nenhuma medida das que foi aprovada combate o desemprego.

  5. sobre o iva da restauração o governo diz que vai estudar o impacto da medida e ninguém lhes diz para compararem com antes & depois, para não falar da inexistência de estudo prévio quando decidiram alterar a taxa. os gajos querem é engonhar com cenas ambíguas de execução discutível, que sejam baratas para o orçamento ou não sejam implantadas. para haver emprego é preciso haver trabalho e para haver trabalho tem de haver procura e investimento, o resto é treta para adormecer à esquerda e à direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.