11 thoughts on “Cepa torta”

  1. Este líder, e muitos à volta dele, estão à espera que o poder lhes caia no colo! Com o meu voto jamais. Acordai!

  2. O Governo é MAU ou Muito Mau respondem SETENTA E SETE por cento dos inquiridos.

    Mas mesmo assim 33% votam nos partidos do governo??????

    Quanto mais me bates…mais gosto de ti?

  3. Vejam! Este estudo foi feito depois da manifestação. Eu bem disse que a manif tinha sido um flop e que a situação iria melhorar para o Governo. As pessoas já compreenderam que não há oposição, nem alternativa a este Governo. Bem se podem queixar do Marocas por não ter deixado apear o Seguro. Mais uma vez, o “Bochechas” vai ser responsável por uma década de ouro do PSD no Poder.
    Ainda bem que o Salazar poupou este gajo. O “botas” lá tinha as suas razões. ehehhehehe

  4. Edie: Se até em Trás-os Montes anda a fazer gincana… Isto foi só para não dizerem que não sai do Palácio de Belém.

    Ignatz: Ah, ah. Os 5% obtidos pelo CDS levam-me a desconfiar que tens razão.

  5. Talvez lendo as fichas técnicas se vá entendendo melhor. Há subtis variações no universo dos inquiridos que levam a que os resultados se alterem naturalmente, e aí há intervenção direta de quem escolhe quem quer ouvir.

    Já agora, algum de vós já foi contactado por alguma empresa de sondagens ou conhece quem o tenha sido? É que sempre que formulo esta pergunta ninguém me responde positivamente!

  6. a mim infelizmente não me espanta muito este resultado.

    O PS perdeu as eleições com uma minoria muito expressiva – que votou no PS que conhecia, o do Sócrates. E o que fez a esse apoio?

    Deitou-o fora.

    Mas mais, permitiu (e alimentou) que a esse governo sejam atribuídas todas as responsabilidades pelo “estado a que chegámos”.
    Actualmente é quase perigoso defender o governo anterior, ou se leva um olhar de raiva ou de gozo (“as viúvas de sócrates”).

    O PS criou um vazio e não soube preenchê-lo com nada.

    E depois, quando não se procura informação e se ouve apenas os soundbytes “os nossos credores”, “pagar o que devemos”, “vivemos acima das nossas possibilidades” (só este dava um tratado para explorar porque tem tanta e tão imediata aceitação), é tão fácil pensar “qualquer um que lá estivesse fazia o mesmo”. Daí a achar que o governo é muito mau mas votar na mesma psd é um passinho. “Mau por mau, estes já lá estão”.

    O que será verdadeiramente interessante é perceber que percentagem não sabe / não responde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.