Relativismo desportivo

Duas horas e meia de voo entre Frankfurt e Lisboa, no meio de dezenas de semi-hooligans do Liverpool (repetindo, como um mantra, a palavra “beer”) e até o mais pacato sportinguista se torna um ferrenho adepto do SLB.

One thought on “Relativismo desportivo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.