Ensaio críptico sobre o vazio raivoso

É possível, e até fácil, encher um blogue apenas com dois ou três ódiozinhos de estimação. Mas como será a vida real de uma criatura assim? E porque é que eu tenho a impressão que até reconheço o estilo?

4 thoughts on “Ensaio críptico sobre o vazio raivoso”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.