IMPORTANTE

O Aspirina está, neste exacto momento, sob fogo cerrado do pulha Bigornas da estúpida Riapa. Enquanto manda patróticos comentários para posts recentes, o sacana vai atulhando de URLs pornográficos – às dezenas por minuto – posts mais antigos. O sistema paralisa então automaticamente, e por isso os vossos comentários não entram.

6 thoughts on “IMPORTANTE”

  1. Vimos por este meio comunicar que não somos responsáveis pelos “URLs pornográficos” (“às dezenas por minuto”) de que fala o senhor Fernando Venâncio.

    Este post é uma prova do delírio paranóico do Venâncio que o Dr. João da Quinta tem constantemente denunciado.

    Se o Venâncio respeitasse a Livre Opinião e não instituisse a Censura, talvez estivesse com mais tempo para ir à praia.

    No entanto, apoiamos os responsáveis pelos “URLs pornográficos, pois é inadmissível que um desertor do exército português venha para aqui fazer a apologia da cobardia. Já bem basta o Pateta Alegre!

    **************************************************************
    **************************************************************

    RESPOSTA AO BIGORNAS (só assim consigo entrar):

    Bigornas, tens alguma explicação plausível para que, em 9 de cada 10 vezes, os teus comentários e os urls pornográficos cheguem ao mesmo tempo? É que, se não fores tu a metê-los, só posso imaginar-te a telefonares para o outro a combinarem a hora.

    Fernando Venâncio

  2. Comunicado da Brígada Bígornas

    Mais uma vez reafirmamos que não estamos ligados aos já célebres “URLs pornográficos”. Se chegam ao mesmo tempo é pura coinciência ou simples alucinação do senhor Fernando Venâncio. Iremos recorrer aos serviços do Dr. João da Quinta e do TSOR (Tribunal do Santo Ofício da RIAPA) para descobrir se a causa interna (problemas psiquiátricos) ou externa (terrorismo).

  3. – As motivações do senhor Fernando Venâncio são muito mais de ordem moral que metafísica. Ele define-se, antes de mais, pelo temor de um líder antropomórfico, obrigado por um determinismo intemporal e, por conseguinte, como o próprio Fernando, senhor a cada instante dos seus actos e das suas respostas. O senhor Fernando sofre, porque está disvirtuado pelo uso excessivo do verbo, e já não consegue obter a adesão dos leitores. O seu pensamento está constantemente voltado para uma exasperação moralista da noção de certo, levando-o a uma desconfiança profunda não só em relação ao mundo, como a si próprio. É, literalmente, um pobre de espírito!

  4. O senhor Fernando Venâncio quer dar a impressão de estar sempre a tomar conhecimento de alguma coisa. É a estranha preocupação de simular omnisciência. Recusa-se a aceitar que está atolado na ignorância e de cada vez que escreve algo, ficamos com uma sensaçãozinha de ladroagem. É assim um excelente indigente de serviço. O único termo que o define é em inglês: “blag”!
    O senhor Fernando Venâncio e o seu Aspirina, andam perigosa e violentamente a enganar meio mundo. Como é que nós, humildes comentadores, poderemos moralizar este estado de coisas? Aconselhando-o a tomar consciência da justeza das nossas questões éticas, que deverão pautar a sua conduta.
    O senhor Fernando Venâncio revela uma grande dificuldade para encontrar, e aceitar, a sua identidade. Um bocadinho de meio-termo talvez o ajude a sair do buraco: o prazer de tentar melhorar a vida com paciência e perseverança. Uma das facetas mais curiosas desta personalidade do Aspirina, é o seu masoquismo, que cheira a remendo de mau pagador. Os seus artigos têm sempre um tom de arruaça e provocação chocarreira, que reflecte o que tem sido a boçal prática dos blogues de esquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.